A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos Zero a 300

McLaren Speedtail: o sucessor do lendário F1 é um híbrido de 1.035 cv que chega aos 403 km/h

Não é legal quando um lançamento é realmente uma surpresa? Sem vazamentos, galerias do carro camuflado, flagras descuidados e afins, guardando o impacto da novidade para o momento da revelação? Foi o que aconteceu com o McLaren Speedtail, que até ontem era completamente desconhecido e, por isso, causou um grande impacto e uma forte impressão no público em geral quando foi revelado na manhã desta sexta-feira (26). E ele precisava mesmo disso, afinal, estamos falando do carro que a McLaren declara como sucessor direto do lendário F1, e também o modelo mais rápido e mais potente de sua história.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

O Speedtail é o mais novo integrante da Ultimate Series da McLaren, da qual também fazem parte o P1, o P1 GTR e o Senna. A marca ainda não revelou os detalhes do powertrain, mas já antecipou que trata-se de um híbrido de 1.050 cv capaz de acelerar de zero a 300 km/h em 12,8 segundos e seguir ganhando velocidade até os 403 km/h. É provável que ele use uma versão atualizada do powertrain híbrido do P1, substituindo o V8 biturbo de 3,8 litros pelo atual 4.0, e aperfeiçoando o motor elétrico.

Speedtail-Top

Sendo o sucessor do F1, ele tem espaço para três ocupantes, com o motorista sentado no meio do cockpit em posição avançada, e os dois bancos dos passageiros nas laterais, mais recuados — exatamente como o novo-clássico dos anos 1990. A ligação direta com o F1 também pode ser vista na silhueta da cabine e no perfil do carro, que tem a frente baixa, cabine avançada e traseira longa como as versões Long Tail.

side-shot-Speedtail

A filosofia por trás do Speedtail também é, de certa forma, relacionada à do F1. Ele foi pensado para ser um “hiper GT”, o que significa que seu destino não é necessariamente um circuito de corrida, mas também uma estrada sinuosa ou as grandes rodovias usadas nas viagens transcontinentais que os europeus adoram fazer de carro.

Side%203%20QuarterDrama-in-the-detail-1

E se no F1 havia uma obsessão de Gordon Murray em fazer um carro prático, com visual limpo e altíssimo desempenho — ainda que isso exigisse soluções inéditas, esta mesma obsessão se repete no Speedtail. Basta um olhar rápido para decretar que a McLaren não mediu esforços para reduzir o arrasto aerodinâmico. O Speedtail parece uma peça única de carbono, esculpida para não atrapalhar o movimento do ar ao seu redor — resultado de um método de construção de fibra de carbono que permite uma tolerância de 1 mm entre os painéis, e torna as junções imperceptíveis. Note também que ele não tem retrovisores: eles foram suprimidos em favor de duas câmeras embutidas nos para-lamas dianteiros.

Picture-this

As superfícies são fluidas e imaculadas. Há apenas uma tomada central dianteira, duas no capô e quatro dutos nas laterais, além das duas saídas de escape instaladas no topo do deck traseiro. Não há nenhum apêndice aerodinâmico – todo o direcionamento do ar é feito pelas superfícies do carro. Sejam elas fixas ou não. Digo isso porque o Speedtail tem dois spoilers ativos na traseira, mas você não consegue vê-los porque eles são integrados à carroceria e flexionam o painel de fibra de carbono quando ativados por uma das ECU do carro.

Flexed-for-airflow

Até mesmo as rodas foram incluídas no projeto aerodinâmico: para reduzir a turbulência gerada pela rotação dos raios, a McLaren desenvolveu calotas de fibra de carbono posicionadas sobre as rodas dianteiras. Mas diferentemente das calotas convencionais, elas não se movem, mantendo o fluxo de ar limpo que, a partir dali, é direcionado pelo canal esculpido na parte lateral das portas.

Cleaner-Air-2

Para entrar no carro, as portas diedrais parecem herdadas do 720S, porém sua abertura se estende até o teto, usando uma peça única de vidro curvo. Lá dentro o conceito do F1 é levado a um novo patamar: o quadro de instrumentos digital fica à frente do volante e é ladeado por duas telas com o sistema multimídia e controles dos itens de conforto e conveniência do carro, enquanto há outras duas telas para exibir as imagens das câmeras retrovisoras.

A-car-like-no-other

O seletor do câmbio e o botão de partida e outros comandos do carro (controle de tração, travas das portas e acionamento das janelas) ficam em um console posicionado acima do motorista, com uma pegada aeronáutica.

A-cut-above-1

Os botões nas laterais do console operam os vidros e o fechamento das portas, para que você não precise se esticar muito no banco, afinal, você estará sentado no meio do carro. Note também que o interior não tem quebra-sois como no F1. Desta vez a McLaren adotou um sistema eletrocrômico, que escurece a porção superior ao toque de um botão.

Speedtail-front

Como o McLaren F1, o Speedtail terá apenas 106 exemplares produzidos e cada um deles será vendido por £ 1,75 milhão (R$ 8,67 milhões). Ou melhor: cada um deles foi vendido por este preço. Toda a produção já está encomendada.

Matérias relacionadas

Duelo do dia especial Copa do Mundo: Colômbia vs. Inglaterra, ou Montoya vs. Mansell

Dalmo Hernandes

Mais uma polêmica do novo Top Gear, o Mercedes-AMG GT-R em ação, Fiat Mobi aparece em versão básica e mais!

Leonardo Contesini

Ford lança EcoSport sem estepe na traseira, Toyota Yaris ganha versão X-Way, Fiat Argo flagrado em versão “adventure” e mais!

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes