A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Mégane R.S. Trophy-R testado: o recordista de Nürburgring é tão divertido quanto um Porsche 911?

São poucas as pessoas que têm a oportunidade de acelerar, como se deve, um superesportivo de alto calibre e que seja o supra-sumo da engenharia automotiva nas pistas – do nível do Porsche 911 GT3 RS.  Hot hatches são esportivos bem mais acessíveis mas, a princípio, tendemos a pensar que suas limitações inerentes tornam impossível conseguir o mesmo nível de envolvimento e de aproveitamento do potencial do conjunto nascido para isso como em um GT3 RS. Por limitações, falamos das características inerentes a um hot hatch. Sua base é de um veículo de produção comum. O motor e a tração na dianteira tornam o equilíbrio dinâmico ideal mais difícil de conseguir. A potência, por questão de custo e de balanço dinâmico, tende a ficar na casa dos 300 cv baixos (exclua-se, por bem da narrativa, "mega hatches" com tração nas quatro rodas como o recém-revelado Mercedes-AMG A45). A aerodinâmica de um supercarro é muito superior, por mais eficientes que sejam os aparatos nos para-choques, s

Matérias relacionadas

Goodwood Festival of Speed 2019: os lançamentos mais importantes do evento

Dalmo Hernandes

Peugeot 2008: a resposta francesa ao Honda HR-V e ao Jeep Renegade – confira preços e versões!

Leonardo Contesini

Dodge Challenger SRT Demon: 840 hp, zero a 100 km/h em 2,3 segundos – e banido das pistas de arrancada!

Dalmo Hernandes