Edição diária: 17/06/2019
FlatOut!
Image default
Melhor da Semana

Melhor da semana: o novo McLaren GT, Jaguar I-Pace e BMW Série 4 Cabrio no Brasil e mais!

Passou a semana secando o distribuidor do Chevette depois de voltar pra casa na chuva? Tentou encontrar uma solução para o câmbio do seu Focus e não teve tempo para visitar seu site favorito? Pois é… acontece. Mas não se preocupe, porque aqui está nosso resumo com tudo o que rolou de mais importante nesta semana!

 

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

McLaren GT revelado com V8 biturbo de 620 cv

A McLaren revelou nesta semana seu mais novo modelo: o GT. Apesar do motor central-traseiro e do desempenho de supercarro, a verdadeira vocação do GT é exatamente o que seu nome sugere: grandes viagens internacionais.

Segundo a McLaren, ele tem o “DNA do Speedtail” e é mais longo do que qualquer outro modelo da marca para proporcionar maior espaço interno aos ocupantes e sua bagagem. São 420 litros no compartimento traseiro e mais 150 litros no compartimento dianteiro.

O motor é o V8 biturbo de quatro litros M840TE, com 620 cv a 7.500 rpm e 64,2 kgfm de torque entre 5.500 e 6.500 rpm – sendo que pelo menos 95% do torque já estão disponíveis a partir das 3.000 rpm. Com câmbio de dupla embreagem e sete marchas, o propulsor é capaz de levar o McLaren GT de zero a 100 km/h em 3,1 segundos, atingindo a velocidade máxima de 326 km/h.

 

Jaguar I-Pace por R$ 450.000

A Jaguar lançou na terça-feira (14) seu SUV elétrico I-Pace. O modelo chega as lojas no próximo dia 27 e será vendido em versão única por R$ 449.190. O preço, contudo, se refere a um pacote especial de lançamento, que vem equipado com uma série de opcionais, como as rodas de 20 polegadas com acabamento usinado, sistema multimídia com áudio Meridian e sincronização com aplicativos de smartphones, teto panorâmico e carregador doméstico.

A Jaguar não divulgou quantos carros serão oferecidos com este pacote de lançamento, mas disse que a versão regular terá um pacote mais simples e custará R$ 437.000. O configurador do site da fabricante, contudo, exibe o I-Pace em três versões diferentes: S, SE e HSE — esta última com um pacote de equipamentos semelhante ao da versão de lançamento.

Todas as versões do I-Pace são equipadas com dois motores elétricos que somam 400 cv (um motor de 200 cv em cada eixo) e 69,6 kgfm, alimentados por uma bateria de 90kW que permite autonomia de até 470 km em condições ideais.

 

Jeep Renegade Night Eagle lançado por R$ 92.000

Anteriormente oferecido como versão, o Jeep Renegade Night Eagle voltou a ser oferecido ao público – desta vez, porém, como um pacote opcional para o Renegade Sport AT6, que custa R$ 85.990.

O Jeep Renegade Sport vem com um motor 1.8 flex de 139 cv a 5.750 rpm e 19,3 kgfm de torque a 3.750 rpm com etanol no tanque (135 cv e 18,8 kgfm de torque, às mesmas rotações, quando abastecido com gasolina), acoplado a uma caixa automática de seis marchas.

O equipado com o pacote Night Eagle, que custa R$ 4.500, o Renegade Sport ganha acabamento todo preto por fora e por dentro, sensores de estacionamento traseiros, central multimídia com tela de 7” com Apple CarPlay e Android Auto.

Mas há um detalhe: para adquirir o pacote, é preciso também pagar mais R$ 1.530 por uma das três cores obrigatórias – Prata Billet, preto Carbon ou cinza Antique, sempre com o teto pintado de preto. Com isto, o preço final do Renegade Sport Night Eagle vai para R$ 92.020.

 

Peugeot 2008 reestilizado chega por R$ 70.000

Pouco mais de duas semanas depois de dar início à produção, a Peugeot anuncia agora o lançamento do 2008 reestilizado. O SUV do Peugeot 208 ganhou uma nova dianteira, desenvolvida no Brasil e alinhada com a identidade visual da marca lá fora, e também teve as versões reorganizadas.

O novo Peugeot 208 está disponível em quatro versões: Allure, Allure Pack, Griffe AT e Griffe THP, todas elas usam o mesmo câmbio automático Aisin, de seis marchas. Já as opções de motor são duas: o 1.6 flex naturalmente aspirado EC5, de 118 cv, que equipa as três primeiras versões; e o 1.6 turbo THP de 173 cv, usado apenas no 2008 Griffe THP.

O Peugeot 2008 Allure, de R$ 69.990 vem de série com quatro airbags (frontais e laterais); ar-condicionado; faróis com LED e DRL; vidros, travas e retrovisores elétricos; cruise control; volante multifuncional; central multimídia Peugeot Connect Radio com tela de 7” e integração com smartphones (Apple CarPlay e Android Auto); e, incrivelmente, rodas de 16 polegadas com calotas.

 

Para obter rodas de liga leve, também de 16 polegadas, os clientes deverão comprar a versão Allure Pack, que custa R$ 79.990 e também acrescenta faróis de neblina, volante revestido em couro, câmera de ré e alarme. Já a versão Griffe AT, que sai por R$ 89.990, adiciona ar-condicionado digital de duas zonas, rodas com acabamento diamantado, teto de vidro panorâmico e sensores de chuva e crepuscular. Por fim, a versão Griffe THP, custa R$ 99.990 e, além de todos os equipamentos das versões anteriores e do motor turbo, traz seletor de modos de condução – parão, areia, neve, lama ou ESP off, desligando o controle de estabilidade.

 

BMW Série 4 Cabrio 2019 chega por R$ 312.000

A BMW também anunciou um lançamento nesta semana: o Série 4 Cabrio – que, diferentemente do sedã Série 3, ainda não chegou à nova geração. Ele chega apenas na versão 430i Sport – equipado com o quatro-cilindros TwinPower turbo de 1.998 cm³, com 252 cv a 5.200 rpm e 35,7 kgfm de torque entre 1.450 e 4.800 rpm. O motor é acoplado à onipresente caixa automática de oito marchas da ZF, cm aletas atrás do volante.

O Série 4 Cabrio tem capota rígida elétrica que, de acordo com a BMW, é acionada em 20 segundos ao toque de um botão no painel, e pode ser utilizada com o carro em movimento, desde que em baixa velocidade. O 430i Sport é equipado com central multimídia com tela de 8,8”, touchpad e HD de 20 GB, navegador integrado, integração com smartphones e comando de voz; ar-condicionado digital automático; sistema de som Harman Kardon; sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.

 

Fiesta ganha linha 2019 com preços reduzidos

Mesmo com seu fim já confirmado, o Fiesta ganhou uma linha 2019 equipado apenas com motor 1.6 e câmbio manual em apenas três versões. O modelo agora parte de R$ 50.990 no modelo SE, que vem de série com direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, rodas de aço com calotas, faróis de neblina, central multimídia Sync com appLink, computador de bordo, sensor de estacionamento e alarme.

O SE Style de R$ 54.990 adiciona rodas de liga leve, controle de tração e estabilidade, hill holder, central multimídia Sync Media System e retrovisores com seta integrada. O topo de linha SEL de R$ 56.610 acrescenta ar condicionado digital, central multimídia Sync com espelhamento de smartphones, vidros elétricos traseiros e alarme perimétrico e volumétrico. O Fiesta não oferece mais opcionais, os únicos acréscimos são a pintura branca por R$ 600, as pinturas metálicas e as perolizadas, ambas por R$ 1.350.

 

Novos Mini John Cooper Works ganham 2.0 de 306 cv

A Mini anunciou na quarta-feira o lançamento dos novos Clubman e Countryman John Cooper Works com um novo motor 2.0 turbo de 306 cv. O motor é uma variação do B48 semelhante à utilizada pelo X3 M35i, que tem um virabrequim reforçado, mancais mais largos, pistões e bielas revisados, um novo coletor de admissão e um amortecedor de vibrações.

Com o novo motor de 306 cv entre 5.000 e 6.250 rpm e 45,8 kgfm entre 1.750 e 4.500 rpm, o Clubman vai de zero a 100 km/h em 4,9 segundos enquanto o Countryman precisa de 5,1 segundos. Com o antigo motor de 231 cv, o Clubman precisava de 6,3 segundos e o Countryman precisava de 6,6 segundos. A velocidade máxima continua a mesma, limitada eletronicamente a 250 km/h.

 

Nova Honda GL1800 Goldwing chega por R$ 136.550

A Honda anunciou nesta semana o lançamento da nova geração da Honda Goldwing no Brasil, sua maior e mais cara motocicleta. A moto estradeira com motor boxer de seis cilindros é oferecida em duas versões: Bagger, de R$ 136.550, e Tour, equipada para viagens, por R$ 156.550.

A Goldwing foi completamente renovada – quadro, motor e design são novos. Segundo a Honda, a moto ficou mais leve e mais econômica, e ainda ganhou em desempenho. O boxer de seis cilindros arrefecido a água tem comando nos cabeçotes e quatro válvulas por cilindro, e é capaz de entregar 126 cv, além de 17,3 kgfm de torque. Ele é acoplado a uma caixa de dupla embreagem e sete marchas, com trocas automáticas e quatro modos de condução: Tour, Sport, Econ e Rain. Também podem ser feitas trocas manuais pelo comando do lado esquerdo do guidão.

A Goldwing ainda é equipada com acelerador eletrônico, controle eletrônico de tração, hill holder para partidas em rampas e sistema start-stop. Como a geração anterior, a moto tem uma marcha a ré elétrica para ajudar em manobras de estacionamento – afinal, na versão Tour, ela pesa 380 kg com fluidos na versão Tour. O modelo Bagger pesa 357 kg em ordem de marcha. Outros equipamentos são a tela de 7” no painel, com navegador por GPS integrado, sistema de som, central multimídia com conexão Apple CarPlay e faróis de LED.

 

Kwid Outsider chega por R$ 44.000

Outro lançamento anunciado nesta semana foi o Renault Kwid Outsider. A versão aventureira do hatchback custa R$ 43.990 e vem com mais plástico preto na carroceria:  além das molduras dos para-lamas, como nas outras versões, ele também traz molduras para os faróis de neblina e as soleiras das portas.

Além disso, ele é equipado com barras no teto, skid plates decorativas nos para-choques dianteiro e traseiro, calotas pretas e emblemas nas laterais. A suspensão não é mais alta que nas outras versões, mantendo o vão livre de 180 mm. Por dentro, o acabamento recebeu detalhes em laranja nos bancos, no painel e na manopla de câmbio. Além disso, há uma nova central multimídia, batizada Media Evolution, com touchscreen de 7” – que, diferentemente da anterior, possui integração com Android Auto e Apple CarPlay.

O motor é exatamente o mesmo dos demais – o 1.0 três-cilindros de 70 cv e 9,8 kgfm de torque quando abastecido com etanol, e 66 cv e 9,4 kgfm com gasolina. O motor é acoplado a uma caixa manual de cinco marchas.

 

BMW M5 ganha versão especial de 35 anos

A BMW apresentou na sexta-feira a edição especial de 35 anos do M5, o Edition 35 Years. Diferentemente de seu antecessor, o 30 Jahre Edition, esta nova versão especial mantém a mesma potência da versão Competition, e se diferencia apenas por alguns itens de conforto e conveniência e alterações estéticas.

Ele será oferecido somente com a pintura cinza “Frozen Dark Grey II” e com rodas de 20 polegadas pintadas de cinza “Graphite Grey” cobrindo as pinças de freio com acabamento preto brilhante. Por dentro, os tons escuros ganham um contraste: os bancos e portas são revestidos pelo couro preto Merino com costuras bege, e o painel, as portas e o console central ganham elementos estéticos de “alumínio dourado com estrutura de carbono”. A maior mudança interna fica por conta do quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas, batizado pela BMW de “Live Cockpit Professional”.

O motor, como dito anteriormente, é o mesmo do M5 Competition: o V8 biturbo de 4,4 litros, que produz 625 cv e 76,3 kgfm. A suspensão e os freios são os mesmos dos Competition. Serão feitos apenas 350 exemplares em todo o mundo.

 

Exclusivo para assinantes e crowdfunders

Começamos a semana contando a história do IKA Torino, o carro mais legal — e mais bem-sucedido da Argentina:

Clique na imagem para ver o post

Também contamos a história de uma das marcas mais icônicas de equipamentos e acessórios automobilísticos, a Momo:

Clique na imagem para ver o post

Também falamos sobre as melhores versões do Escort que a Ford não trouxe para o Brasil:

Clique na imagem para ver o post

Começamos a contar a história da Auto Union, nesta primeira parte, falamos sobre a primeira delas, a Horch:

Clique na imagem para ver o post

Aproveitando os vinte anos do Mercedes Classe A no Brasil, conhecemos as versões especiais, os protótipos e edições preparadas da primeira geração do modelo:

Clique na imagem para ver o post

Inciamos uma série inédita e exclusiva na qual explicamos a origem do mito que os carros americanos não fazem curvas, por que os EUA têm tantas retas, como começou seu automobilismo “de curvas” e os principais nomes dessa modalidade:

Clique na imagem para ver o post

Com a volta de Zandvoort à Fórmula 1, conhecemos um pouco da história do circuito e a evolução de seu traçado ao longo dos anos, além das mudanças que acontecerão para a volta da categoria máxima do automobilismo:

Clique na imagem para ver o post

E fechamos a semana com os ônibus que usavam faróis e lanternas de carro:

Clique na imagem para ver o post

 

Project Cars

Nesta semana, tivemos uma estreia no Project Cars, o Opala de Luxo do leitor Guilherme Rossi, que nos ensina como usar um Stilo para comprar um Opala:

Clique na imagem para ver o post

YouTube

Nesta semana, o vídeo novo não veio do nosso YouTube, mas dos parceiros do Autoline: fizemos a avaliação do Honda Fit, e descobrimos se ele ainda é uma boa opção depois de tanto tempo.

 

Especiais do FlatOut

Vimos a conclusão do Emory RSR Outlaw, o Porsche 356 inspirado no 935 que parece o Darth Vader andando de costas:

Clique na imagem para ver o post

Conversamos com o dono do Gol Cli flagrado em Nürburgring Nordschleife no final de semana passado e trouxemos toda a história do carro:

Clique na imagem para ver o post

Vimos o que estão falando do novo Toyota Supra depois da primeira rodada de testes e avaliações:

Clique na imagem para ver o post

Conhecemos a comovente história do fã da Fórmula 1 que recebeu o carro de Lewis Hamilton no início da semana, depois da vitória do britânico em Barcelona:

Clique na imagem para ver o post

E, por último, conhecemos o Irmscher Senator, o irmão esportivo do Omega que não tivemos por aqui:

Clique na imagem para ver o post

Matérias relacionadas

Melhor da Semana: novos BMW Série 3 e Jeep Wrangler no Brasil, Porsche Cayenne Coupé e mais!

Leonardo Contesini

Melhor da Semana: Porsche 992 no Velo Città, o novo McLaren, Schumacher na Ferrari e mais!

Leonardo Contesini

Melhor da Semana: os novos Corvette, Prisma e CLA35 AMG, Copa Hyundai HB20, DS3 de 400 cv e mais!

Leonardo Contesini