A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes-AMG GT Black Series em ação, Fiat Mobi terá versão picape, FIA irá organizar copa de drifting e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Mercedes-AMG já está testando seu novo Black Series

No final do ano passado o big boss da Mercedes-AMG, Tobias Moers, confirmou que seus engenheiros estavam trabalhando na versão Black Series do AMG GT, que deverá ser apresentada em 2018. Parece distante, mas o carro já está em testes em Nürburgring Nordschleiife, como mostra este vídeo publicado pelo canal Supercars From EU do YouTube.

Embora o bodykit seja praticamente idêntico ao do GT R, se você olhar com atenção irá perceber que o splitter frontal é mais pronunciado e que a asa traseira é maior. As tomadas de ar dianteiras também parecem maiores, provavelmente para resfriar radiadores de maior capacidade e otimizar o arrefecimento dos freios.

Ainda não há nenhuma menção à potência do carro, porém considerando que o AMG GT R tem 585 cv e que o motor V8 4.0 biturbo produz 612 cv no E63 S, pode esperar ao menos 600 cv para empurrar a “magia negra” do Black Series.

 

Próxima picape da Fiat será baseada no Mobi

b91s93ch3ucppwacl829pobse.jpg

Lançada em 1998, a Fiat Strada está prestes a completar duas décadas de estrada, embora não seja muito fácil perceber devido aos vários facelifts e atualizações de motorização que a picape recebeu nestes quase 20 anos. Além disso, a picape é um dos modelos mais vendidos do país, não apenas entre as picapes, mas também no quadro geral. Isso não significa, contudo, que a Fiat não esteja pensando em substituí-la em breve. E ela não será derivada do Argo, tampouco do Uno, e sim do Mobi.

É o que diz o camarada Marlos Ney Vidal, do Autos Segredos. Marlos conversou com fontes ligadas à Fiat que confirmaram que o projeto batizado X1P está na fase de layout, sem design definido, porém será realmente derivado do hatchback de entrada da marca, baseado na plataforma 327. Ainda de acordo com a apuração do colega, a Fiat deverá oferecer o modelo com cabine simples e estendida.

Quanto à motorização, é certo que a picape usará o motor 1.3 FireFly, com 109 cv e 14,2 mkgf, combinado ao câmbio manual de cinco marchas ou o automatizado GSR. É possível também que a picape seja equipada com o motor 1.0 FireFly de três cilindros e 77 cv.

 

FIA irá organizar copa intercontinental de drifting

Já faz um bom tempo que o drifting se tornou uma das modalidades mais populares de automobilismo, com campeonatos e torneios em praticamente todo o mundo. Mas até agora a Federação Internacional do Automóvel, mais conhecida como FIA, ainda não havia se envolvido com o esporte em caráter global.

Até agora, pois a Federação irá organizar o primeiro campeonato internacional sancionado por ela. Ele se chamará FIA Intercontinental Drifting Cup, e será realizado em 30 de setembro em Tóquio (e onde mais?).

O anúncio foi feito na quinta FIA Sport Conference, realizada em Genebra, na Suíça, pelo presidente da FIA Jean Todt: “Este é o começo de uma categoria muito importante para a FIA. No desenvolvimento do esporte motorizado ao redor do mundo, o drifting tem um grande apelo entre os jovens e tem uma legião de seguidores apaixonados que irá aumentar cada vez mais”, disse o dirigente francês.

Este primeiro evento, como você deve ter notado pela data única, será uma copa, e não um campeonato inteiro. A FIA diz que este é o primeiro passo para definir um formato global para mais disputas ao redor do mundo.

 

Mercedes-AMG GT4 também está em testes em Nürburgring

O AMG GT Black Series não foi o único modelo da Merc a dar as caras em Nürburgring. Além dele o inédito AMG GT4, a futura versão de quatro portas do esportivo que irá concorrer com os super-cupês de quatro portas como o Porsche Panamera e o Aston Martin Rapide.

O modelo ainda está vestindo camuflagem pesada, com direito a um aplique sobre a tampa traseira para tentar esconder sua verdadeira silhueta. A julgar pelo ronco do motor, o modelo parece equipado com um motor V8, certamente o mesmo 4.0 biturbo dos demais AMG, embora espera-se que ele também vá usar uma variação do novo motor seis-em-linha com sistema de 48 volts que também irá equipar o futuro E50 AMG Coupé.

Infelizmente isso é tudo o que se sabe sobre o modelo. A Mercedes ainda não confirmou data de lançamento para o modelo, mas considerando que ele está já faz algum tempo em testes, o lançamento deve acontecer no início de 2018.

 

Renault Megane RS terá dois modos de condução e eixo traseiro esterçante

2018-renault-megane-rs-0

A Renault continua a divulgar as especificações do seu novo Megane RS por conta-gotas. Depois de apresentar o carro no GP de Mônaco sem apresentar o carro de verdade, a marca agora divulgou que ele terá dois modos de condução e um sistema de esterçamento das rodas traseiras.

Os modos de condução serão “Sport”, que segundo a Renault irá combinar “alto desempenho e conforto de rodagem no dia-a-dia”; e “Cup”, que irá entregar “o desempenho definitivo para as pistas”. Como na maioria dos sistemas adaptativos, os modos irão alterar características do acelerador, direção e suspensão.

O sistema de esterçamento das rodas traseiras, algo que deverá se tornar um padrão entre os hot hatches, é batizado 4Control, e será controlado por um atuador eletromagnético.

Quanto ao motor, a Renault ainda mantém o mistério, mas acredita-se que ele usará o 2.0 turbo da geração anterior, porém com potência na casa dos 300 cv.

Matérias relacionadas

Opala “SS” V8 350, um Civic Si preparado e pouco rodado, uma rara Caravan 4.1/S Álcool e as novidades do GT40!

Dalmo Hernandes

Volkswagen revela interior do T-Cross, Mercedes irá matar motor V12 biturbo, Porsche 911 ganha versão híbrida de preparadora e mais!

Leonardo Contesini

Um raro Kadett GSi Verde Beethoven, um Maverick GT V8 com 70.000 km rodados, um Golf GTI 180 muito íntegro e mais no GT40

Dalmo Hernandes