A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes apresenta seu primeiro SUV elétrico, Range Rover Velar ganha motor 2.0 turbo de 300 cv, McLaren apresenta restauração de fábrica do F1 GTR e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Mercedes-Benz apresenta o primeiro modelo de sua submarca de elétricos

Der neue Mercedes-Benz EQC - der erste Mercedes-Benz der Produkt

A Mercedes apresentou na noite desta terça-feira (4) o EQC400, o primeiro modelo de sua submarca de elétricos. O crossover é a resposta da fabricante à demanda por modelos elétricos e tem como principais rivais o Tesla Model X, o Audi e-tron e o Jaguar I-Pace.

Embora esteja sendo anunciado pela imprensa como o primeiro Mercedes elétrico, a primazia fica com o Classe B Electric Drive, lançado em 2017. A diferença é que enquanto o Classe B é apenas uma versão elétrica, o novo EQC é o ponto de partida da submarca, que irá lançar até 2025 10 novos modelos exclusivamente elétricos, sem versões híbridas ou movidas pela combustão.

Der neue Mercedes-Benz EQC - der erste Mercedes-Benz der Produkt

Se você está achando o crossover familiar, talvez seja porque ele é baseado em uma variação amplamente modificada da plataforma do crossover GLC, com arestas arredondadas, porém com uma dianteira própria da marca EQ, influenciada pelo conceito Generation EQ de 2016. Apesar da enorme área frontal, o coeficiente aerodinâmico do crossover é 0,30. Em relação ao GLC, o EQC400 é 10,5 cm mais longo (4,76 m) e 21 cm mais baixo (1,62 m), porém mantém o mesmo entre-eixos de 2,87 m.

Der neue Mercedes-Benz EQC - der erste Mercedes-Benz der Produkt

 

Por dentro também há resquícios do GLC: o painel digital usa a ampla tela dupla que está se tornando o padrão da Mercedes, e o console central é praticamente idêntico ao do primo queimador de combustível. Os difusores de ar e o volante são novidades que, aliás, podem aparecer no facelift do GLC em 2019. Em geral, o aspecto remete a um lounge futurista, com tons neutros e azulados para remeter a algo tecnológico e limpo.

Der neue Mercedes-Benz EQC - der erste Mercedes-Benz der Produkt

O powertrain é inédito e foi desenvolvido para aplicação na nova linha da EQ. Ele consiste em dois motores elétricos de 300 kW (407 cv) instalados um em cada eixo do carro, e com atribuições distintas. O motor dianteiro é programado para maior eficiência, atuante sob carga moderada do acelerador. Afundando o pedal direito, o motor traseiro entra em ação e dá ao carro uma personalidade mais esportiva. Ambos são alimentados por uma bateria de íons de lítio de 80kWh, que pesa 650 kg e pode alimentar os motores por até 400 km.

Der neue Mercedes-Benz EQC - der erste Mercedes-Benz der Produkt

Sim, a bateria é pesada, e contribui com quase 25% dos 2.425 kg do crossover. Mesmo assim, parrudo, o EQC400 é capaz de acelerar do zero aos 100 km/h em 5,1 segundos. A velocidade máxima é limitada a 180 km/h.

O EQC400 é equipado com um carregador onboard de 7,4 kW, que pode ser conectado a uma tomada caseira comum ou a carregadores públicos. Também é possível recarregar a bateria em tomadas de corrente direta. Nesse caso, a bateria vai de 10% a 80% em cerca de 40 minutos. Não há planos para oferecer pacotes diferentes de bateria.

O carro irá custar cerca de 68.000 euros, o que o coloca na mesma faixa de preços dos rivais europeus e do Tesla Model X.

Range Rover Velar ganha motor 2.0 turbo de 300 cv por R$ 376.400

2019-Range-Rover-Velar

A Land Rover anunciou nesta semana o lançamento da linha 2019 do Range Rover Velar. A principal novidade é o motor 2.0 Ingenium, que passa a ser oferecido nas versões S, Dynamic S e Dynamic SE, por preços que partem de R$ 376.370.

O motor 2.0 turbo produz 300 cv e 40,8 kgfm a partir de 1.500 rpm. Combinado ao câmbio automático ZF8HP de oito marchas, o propulsor é capaz de levar o Velar do zero aos 100 km/h em seis segundos e à máxima de 234 km/h.

Além do motor, outra novidade é que o sistema de suspensão a ar, a câmera de ré e o assistente de permanência em faixa passam a ser oferecidos como itens de série em todas as versões. As versões SE e HSE também passam a ser equipadas com o sistema Park Assist, com sensores de 360 graus e monitoramento de tráfego na traseira do carro. A versão de topo, HSE, também recebe cruise control adaptativo, sistema de frenagem de emergência e monitoramento de ponto cego.

 

McLaren apresenta seu serviço de restauração com um F1 GTR

a33ba3cfee4c37710bafa1ad9e8a3b4faa44cd16

Com a disparada dos preços do McLaren F1 nos últimos anos, e o aniversário de 25 anos dos exemplares se aproximando (alguns, aliás, já completaram essa idade), a McLaren Special Operations lançou um novo programa de restauração e certificação para o modelo. O primeiro exemplar certificado pela MSO é o famoso GTR Longtail “25R” de 1997, o último F1 GTR a competir em uma prova oficial de sua época.

O modelo foi restaurado ao longo de 18 meses pela MSO e foi apresentado no final da semana passada na Inglaterra. Na ocasião, a McLaren anunciou que o programa foi desenvolvido para “garantir a autenticidade das versões de rua e de pista do supercarro vencedor de Le Mans, oferecendo tranquilidade para os atuais e futuros proprietários”.

Os carros submetidos ao processo de certificação receberão um Certificado de Autenticidade que irá confirmar a origem do carro, sua originalidade, histórico de manutenção, histórico nas pistas e estado geral. A MSO também irá verificar se o carro está em conformidade com suas especificações originais e se recebeu upgrades autorizados pela McLaren. Os proprietários receberão um livro personalizado, contando a história do carro em questão.

Este primeiro modelo restaurado pela McLaren é um dos 28 GTR produzidos entre 1993 e 1998, e um dos três modelos com cauda longa (longtail) feitos em 1997. O exemplar foi pilotado na edição daquele ano das 24 Horas de Le Mans por Ray Bellm, Andrew Gilbert-Scott e Masanori Sikiya. Depois de Mans ele foi para o Japão onde competiu por oito anos. Agora, ele foi completamente restaurado pela MSO usando componentes novos em estoque.

 

Brazil Classics Show terá leilão de clássicos em Araxá

Captura de Tela 2018-09-04 às 23.27.38

Neste final de semana, entre os dias 5 e 9 de setembro, acontece o tradicional Brazil Classic Show, um dos maiores encontros de veículos antigos do Brasil, na cidade mineira de Araxá. Entre as atrações do evento está o “Grande Leilão de Veículos Antigos de Araxá”, realizado há mais de 15 anos pela Talladega Motors, também responsável pelo leilão de Vinhedo (veja mais sobre ele neste post).

Captura de Tela 2018-09-04 às 23.27.18

O evento será realizado na sexta-feira, 7 de setembro, a partir das 18 horas nas dependências do Tauá Grande Hotel & Convention Araxá. O catálogo pode ser acessado neste link, e inclui 85 clássicos de todas as épocas — de modelos pré-Guerra a novos-clássicos do início dos anos 1990 (que já está há mais de 25 anos de distância…). Entre os destaques estão um Mercedes-Benz W18 dos anos 1930, um Ford T Center Door de 1917 e um Lincoln Premier Convertible 1957.

 

AMG GT Black Series já está em testes?

Se você acompanha o Zero a 300 diariamente, certamente já sabe que a Mercedes-AMG não apenas confirmou que fará um AMG GT Black Series, como também antecipou que ele será o modelo de despedida do GT, e deve chegar somente em 2020. Mas agora uma dupla de AMG GT foi flagrada em testes em Nürburgring, com a parte dianteira camuflada, como se estivessem escondendo algumas modificações estéticas. Será que o Black Series já está em testes?

Ainda não se sabe praticamente nada sobre a versão, que promete ser a mais radical do AMG GT. Espera-se, contudo, que ele use uma versão de 639 cv do V8 biturbo de quatro litros — a mesma variação que equipa o AMG GT 4 63 S de quatro portas. Também podemos especular sobre o desempenho do modelo: se o AMG GT 63 S, que é baseado na Classe E e mais pesado que o cupê, vai de zero a 100 km/h em 3 segundos, um carro mais leve com a mesma potência pode completar a tarefa na casa dos 2,8 segundos.

 


17710935037933873302

Matérias relacionadas

BMW revela novo Z4, o último Dodge Viper, Shelby GT350R clássico voltará a ser produzido e mais!

Leonardo Contesini

Peugeot 2008 terá versão GTI, Bugatti Chiron pode se tornar híbrido, novos detalhes sobre The Grand Tour e mais!

Leonardo Contesini

Mini terá nova versão JCW GP, McLaren anuncia 720S Spider, Suzuki Jimny ganha kit “Mini Classe G” e mais!

Leonardo Contesini