A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Sessão da manhã Vídeo

Mercedes-Benz C63 AMG vs. Audi RS4 Avant: qual super perua é mais rápida na pista?

Apesar de o VW Golf Variant ter sido lançado este mês, as peruas acessíveis estão cada vez mais ausentes do mercado brasileiro. Nos segmentos superiores, porém, a oferta é bem mais generosa, e isto inclui dois modelos alemães de alto desempenho: o Mercedes-Benz C 63 AMG e o Audi RS4. Mas qual dos dois é mais veloz na pista?

Quem vai responder a esta pergunta é Steve Sutcliffe, do site britânico AutoExpress, que levou as duas peruas para um animado passeio em um circuito no Reino Unido. E, como estamos falando da terra da Rainha, obviamente que o tempo não estava muito bom – a chuva cai e desaparece sem parar ao longo de todo o vídeo. Mas isto só torna as coisas mais interessantes, especialmente se tratando de um duelo entre tração traseira e tração integral.

A novidade aqui é o C63 AMG Touring, visto que o Classe C, modelo que lhe serve de base, chegou à sua quarta e atual geração, a W205, no ano passado. A maior novidade do novo Classe C é a plataforma, que de acordo com a Mercedes-Benz é reponsável por uma redução de peso de até 100 kg – quer dizer, depois do novo motor.

amgrs4 (7)

Em vez do espetacular V8 de 6,2 litros aspirado de 457 cv, o novo C63 AMG rendeu-se ao downsizing e agora é movido por um V8 biturbo de quatro litros bem parecido com aquele que ocupa o cofre do Mercedes-AMG GT (a única diferença é o sistema de lubrificação, que no GT usa cárter seco). Com 476 cv e 65,6 mkgf de torque, o novo motor é mais potente e elástico. Se quiser um desempenho extra, você pode optar pela versão S e seus 510 cv e 71,2 mkgf de torque.

amgrs4 (8)

Não que seja necessário: a versão de 476 cv já se mostra digna do título de muscle car alemão quando o assunto é aceleração: 0-100 km/h em 4,2 segundos e velocidade máxima limitada em 290 km/h. Para ajudar, a tração traseira é a única opção (algo que já não acontece no E63 AMG, que pode ter tração integral), ainda que o purismo seja meio prejudicado pela transmissão automática de sete marchas, sem dupla embreagem, mas com borboletas atrás do volante.

amgrs4 (5)

O diferencial de deslizamento limitado é mecânico, e não elétrico como na versão S. Com todas as babás eletrônicas desligadas, Sutcliffe precisa brigar constantemente com o carro para mantê-lo na trajetória – a traseira escapa com facilidade ao menor excesso de força no pé direito, ainda que a dianteira aponte nas curvas com perfeição.

amgrs4 (6)

Sutcliffe consegue cravar 1:18 no circuito britânico de Blyton Park e, mesmo sem andar no Audi, acredita que a perua das quatro argolas será mais rápida.

amgrs4 (1)

O Audi RS4 já não tem a mesma aura de novidade, pois a atual geração já está entre nós desde 2012. E, diferentemente do C63 AMG, ainda não cedeu aos turbocompressores: o V8 FSI de 4,2 litros e 450 cv e 43,8 mkgf  é aspirado. Apesar de menos potente, ele ronca ainda mais bonito e gira mais – se o pico de potência do C63 AMG vem às 7.000 rpm, no Audi os 450 cv chegam às 8.250 rpm.

amgrs4 (3)

A transmissão S-Tronic de dupla embreagem tem sete marchas, e a tração é integral quattro com diferencial traseiro Haldex, com 40% do torque nas rodas dianteiras e 60% nas traseiras. É uma bela maneira de conseguir muito mais tração em piso molhado, o que pode ser visto na prática quando Sutcliffe ataca as curvas de alta: a dianteira apresenta um leve subesterço, mas o carro segue firme na trajetória. As derrapagens só aparecem se o piloto deixar.

amgrs4 (2) amgrs4 (4)

O RS4 conseguiu um tempo de 1:16,8, consideravelmente mais rápido que sua rival C63 AMG. Contudo, Sutcliffe confessa ao fim do vídeo que foi a perua da Mercedes-Benz o carro que mais empolgou ao volante, e que mais tarde, com a pista seca, deu outra volta com o C63 AMG – e que foi mais rápido com ele na pista, embora não revele o quanto.

No fim das contas, são dois carros com a mesma proposta, apresentada de maneiras diferentes. Você ficaria com a o C63 AMG Touring, com turbo e tração traseira; ou com o Audi RS4 Avant, seu bom e velho V8 aspirado e tração nas quatro rodas?

Matérias relacionadas

Este stop motion do Monterey Motorsports Reunion foi feito com mais de 20.000 fotos – e é maravilhoso

Dalmo Hernandes

Seis cilindros, 250 cm³ e 18.000 rpm: ouça o ronco da incrível (e invencível) Honda RC166

Dalmo Hernandes

Viaje de volta aos anos 90 com estes comparativos da Best Motoring/Hot Version!

Dalmo Hernandes