A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos História

Mercedes-Benz SSK by Barker, o carro mais rápido do mundo (em 1929) | Os Reis de Pebble Beach

Os carros de altíssimo luxo – de Maybach, Bentley e Rolls-Royce para cima – são afirmações estéticas, evidentemente. Seus donos costumam personalizar todos os aspectos deles com pinturas especiais sob encomenda, revestimentos exclusivos, combinações de cores escolhidas a dedo (que nem sempre têm bom gosto, é verdade, mas isto é subjetivo) e outros detalhes únicos. Seu objetivo, invariavelmente, é tornar aquele carro inconfundível. É claro que hoje em dia, por questões de custo, mesmo os carros de altíssimo luxo utilizam componentes emprestados de outros modelos e fabricantes – os Maybach utilizam a plataforma e parte da carroceria dos Mercedes-Benz, por exemplo. Os Bentley têm motores e plataformas do grupo Volkswagen, e os Rolls-Royce têm motores da BMW (embora as plataformas utilizadas sejam, em grande parte, próprias da Rolls). Além disso, os automóveis mais luxuosos costumam empregar tecnologias de vanguarda que também servem para diferenciá-los dos carros comuns – até s

Matérias relacionadas

A história dos fãs de carros que criaram um partido político para representar os gearheads

Leonardo Contesini

Canto do cisne: o ronco absurdo do Aston Martin Valkyrie e o último suspiro dos motores aspirados

Dalmo Hernandes

O carro elétrico será viável em escala universal?

Leonardo Contesini