FlatOut!
Image default
História Zero a 300

Mercedes-Benz T80: o carro de seis rodas de 3.000 cv que quase foi recordista de velocidade em 1939

Sobrealimentação, injeção direta de combustível, reprogramação eletrônica, componentes internos reforçados, mais deslocamento, combustível de competição de alta octanagem... hoje em dia, quem quiser fazer um motor absurdamente potente tem opções de sobra. Não é uma empreitada para qualquer um e não é barato, claro, mas veja

Matérias relacionadas

Um encontro só para Porsche com motor a ar: é o Luftgekühlt

Dalmo Hernandes

Placas do Mercosul ganham novo prazo, novo BMW M4 será a última geração com câmbio manual, Toyota Auris volta a ser flagrado no Brasil e mais!

Leonardo Contesini

Estes são alguns dos superesportivos mais legais anunciados no GT40

Dalmo Hernandes