FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes CLA Shooting Brake, Veloster de motor central, Circuito de Kyalami à venda, e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Mercedes CLA Shooting Brake é flagrado em testes

Mercedes-CLA-SB-1[4]

Logo após o lançamento do sedã compacto CLA, a Mercedes confirmou sua versão perua, o CLA Shooting Brake. O modelo foi flagrado pelo pessoal do Indian Auto Blog em Dubai, o lugar certo para testar um futuro carro no clima quente e árido dos desertos sem a inconveniência de estar longe da civilização.

Como se vê, o modelo tem muitos elementos do CLS Shooting Brake, como a curva o teto e os vincos nas laterais, que reforçam a impressão da dianteira estar empinada, dando um ar mais imponente. Com exceção do porta-malas maior e de um pouco mais de espaço para os passageiros mais altos na traseira, a perua é idêntica ao sedã — até as lanternas traseiras são as mesmas —, o que significa que ela usará os mesmos motores 1.6 e 2.0 turbo nas versões CLA 200, CLA 250 e CLA 45 AMG, esta última com 360 cv e tração integral. O CLA Shooting Brake tem seu lançamento previsto para o começo de 2015.

Circuito de Kyalami está à venda

screen-shot-2014-05-29-at-11.4-538716a4ad970.png

Geralmente nossos Achados Meio Perdidos são sobre carros e afina, mas desta vez o que encontramos à venda foi um circuito de corridas. Mais exatamente o histórico circuito de Kyalami, nos arredores de Johanesburgo, onde a Fórmula 1 aportou anualmente entre 1967 e 1985, e depois em 1992 e 1993.

O circuito foi palco de um dos acidentes mais trágicos da F1, quando Tom Pryce atropelou um fiscal de pista que atravessou sua frente com um extintor de incêndio — causando a morte de ambos —, e também de um boicote de equipes e pilotos em 1985 devido ao Apartheid,o regime de segregação racial da África do Sul vigente na época. A propriedade de mais de 720.000 m² será leiloada em 24 de julho sem reservas. O preço estimado ainda não foi divulgado.

 

Um Hyundai Veloster de motor central traseiro

Hyundai Veloster[3]

O Hyundai Veloster nunca teve desempenho esportivo com seu motor 1.6 16v que foi oferecido no Brasil. A marca parece estar tentando solucionar isso com a importação do modelo turbo, de 204 cv, que dá a ele um fôlego a mais para acelerar com vontade, mas assim mesmo ele não é páreo para rivais como o Golf GTI (no Brasil) ou o Focus ST (no resto do mundo).

A solução? Instalar um motor central traseiro para girar as rodas de trás. Por que não? Foi exatamente o que a Hyundai preparou para o Salão de Busan, na Coreia, nesta semana. O Veloster “Midship” Concept manteve as linhas gerais do hatch de três portas com ares de cupê, mas o motor saiu da dianteira e foi parar no lugar do banco de trás e em um pedaço do porta-malas. Na verdade o motor 1.6 Turbo saiu do cofre e voltou para a prateleira. O que está instalado na porção central traseira do Veloster Midship é, na verdade, um 2.0 turbo de 300 cv. É assim que se faz!

Só que agora o modelo tem espaço para apenas duas pessoas, e perdeu sua terceira porta — que segundo as propagandas da Hyundai do Brasil era seu maior atrativo. O modelo também foi equipado com suspensão de alumínio e chassi mais rígido, e foi projetado pela mesma equipe que fez o i20 WRC. O protótipo é funcionante, mas infelizmente, é apenas um show car, e não deve ser tornar um modelo produzido em série.

 

A cara nova do Fiat Uno

uno3

Como já vimos anteriormente, o Fiat Uno está prestes a receber um facelift de meia-vida para deixá-lo mais sintonizado com as tendências de design atuais. Mas até agora só havíamos visto renderizações e especulações bem informadas. Até agora, porque a revista Autoesporte conseguiu as primeiras imagens do Fiat Uno reestilizado.

O que vemos aqui é a versão Sporting, que ganhou uma grade escura, e painel remodelado, com espaço para uma central multimídia — a nova onda dos carros brasileiros, felizmente —, e um escape central para o motor 1.4 Evo de 88 cv. Os faróis perderam a saliência na lateral e tornaram-se peças planas, no formato base do conceito (retângulos arredondados) e a lanerna traseira ganhou uma textura despojada. A principal novidade mecânica será o câmbio automatizado Dualogic com uma nova interface de botões, como mostramos neste flagra do começo do ano.

 

Jaguar lança F-Type Coupe no Brasil

Jaguar-F-Type-Coupe-1

A Jaguar lançou ontem (29) no Brasil seu F-Type Coupe, um dos esportivos mais festejados do momento. Ele chega em três versões   — básica, S e R — e três opções de motorização, como já acontece com o roadster. A primeira delas é um 3.0 V6 de 340 cv, na versão intermediária o V6 é recalibrado para produzir 380 cv e na V8 o motor 5.0 usa um compressor mecânico para produzir 550 cv. Os preços partem de R$ 426.300 na versão V6 de 340 cv. A versão S com o motor de 380 cv sai por R$ 497.700, e o Coupé R V8  custa R$ 662.000.

Matérias relacionadas

Governo adia volta do IPI, o novo Renault Sandero, um Honda capaz de voar e mais!

Leonardo Contesini

O fim do Ford Focus – parte 1: relembre a trajetória, o sucesso e o declínio do modelo no Brasil

Leonardo Contesini

Pontiac: a história da fabricante que inventou o muscle car – Parte final

Dalmo Hernandes