A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes GLC quebra recorde em Nürburgring, Kubica de volta à F1, Porsche 992 chega na próxima terça-feira e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

Robert Kubica está de volta à F1 como titular da Williams

DqWDW0mWoAA6TPd.jpg-large

 

Os rumores estavam certos: Robert Kubica foi confirmado nesta quinta-feira (22) como piloto titular da Williams para a temporada de 2019. O polonês de 33 anos estava fora da categoria desde 2010 devido a um grave acidente de rali que lesionou severamente seu braço direito. Após uma longa recuperação, ele realizou uma série de testes na F1 ao final da temporada de 2017, o que gerou especulações sobre seu retorno já nesta temporada, mas acabou contratado como piloto de testes da Williams.

Agora, com a saída de Lance Stroll e Sergey Sirotkin, Kubica foi promovido a piloto titular, trazendo a experiência que a equipe precisa depois de obter o pior resultado de sua história, o atual 10º lugar no campeonato deste ano. Kubica irá compartilhar a garagem da Williams com o estreante britânico George Russell.

 

Mercedes-AMG GLC 63 S é o novo SUV mais rápido em Nürburgring

Em maio deste ano a Mercedes-AMG disse que não estava interessada em recordes de volta em Nürburgring, ainda que tivesse certeza de que seu hipercarro One fosse capaz de quebrar o recorde absoluto no circuito. Pois algo deve ter acontecido desde então, porque a marca levou seu novo AMG GLC 63 S ao Inferno Verde e, “por acaso”, superou o tempo do Alfa Romeo Stelvio Quadrifoglio, até ontem o SUV mais rápido no Nordschleife.

O SUV estrelado completou a volta completa no circuito em 7:49,369, tempo 2,3 segundos menor que o do italiano. O AMG GLC 63 S é impulsionado pelo V8 biturbo de quatro litros da AMG, em uma configuração de 510 cv, enquanto o Stelvio QV usa um V6 biturbo de 2,9 litros também com 510 cv. A diferença entre ambos está no torque, resultado dos cilindros a menos: o GLC tem 71,2 kgfm enquanto o Stelvio QV tem 61,3 kgfm.

Apesar do tempo impressionante para um SUV — mais rápido que o SL65 AMG Black Series, o que o M3 CSL, o Aston Martin Vantage V8 GT8 2017 — é provável que outros fabricantes entrem na briga, afinal, você não faria isso se fosse a Lamborghini com o Urus ou a Porsche com o novo Cayenne Turbo S?

 

Porsche confirma lançamento do 992 para 27 de novembro

Porsche992

A sétima geração do Porsche 911 já tem data de nascimento anunciada: a marca revelou que o 992 será exibido ao público pela primeira vez durante o Salão de Los Angeles, no dia 27 de novembro, atualmente conhecido como “próxima terça-feira”.

A preparação para a chegada da nova geração inclui uma série de vídeos que recapitula sua história, desde a primeira geração, lançada no Salão de Frankfurt de 1963, que é o tema deste primeiro vídeo. O filme também abrange o 911 Targa de 1965, sua primeira variação de carroceria, o 911 S, que trouxe um pouco mais de potência e as icônicas rodas Fuchs, e o 911 Carrera RS 2.7, que deu início a atual linhagem de GT do 911.

 

Audi descarta produção do S1

audi_a1_sportback_35_tfsi_s_line_94_0489023709b20674

Quando a Audi anunciou a nova geração do A1 em junho deste ano, achamos o modelo mais esportivo, mas achamos que a Audi ficou devendo o S1. Na época se dava como certo o lançamento do esportivo para 2019, mas a Audi jogou um banho de água fria nos entusiastas: o chefe de comunicação da Audi, Peter Oberndorfer, disse ao site CarAdvice que o S1 não está nos planos da marca.

“Honestamente é difícil com aquela plataforma. É difícil. Foi um investimento muito grande. O primeiro A1 Quattro era muito caro de se construir”, disse o executivo ao site australiano. “O S1 não é fácil de fazer porque ele foi criado posteriormente. Não estava previsto pelo projeto da plataforma. Foi um investimento e tanto. Era um carro incrível, tinha um na garagem, mas hoje precisamos nos concentrar em outros desenvolvimentos”, completou.

audi_a1_sportback_35_tfsi_s_line_32_017601260a7d071f

Isso talvez explique o motivo pelo qual o A1 40 TFSI tenha saído com 200 cv e 32,5 kgfm — o mesmo motor 2.0 TFSI do Polo GTI — capaz de acelerar de zero a 100 km/h em 6,5 segundos: segundo Oberndorfer, este continuará como o modelo de topo da linha A1.

 

Kawasaki lança KX450 2019 no Brasil

2019kx450-impression-1

A Kawasaki anunciou nesta semana o lançamento da linha 2019 da KX450 no Brasil. O modelo ganhou modificações extensas, embora não seja uma nova geração. As mudanças começam pelo novo motor de 449 cm³ com 3,4 cv a mais e uma nova curva de torque mais plana que tornou a aceleração mais suave, segundo a fabricante japonesa. A moto também ganhou partida elétrica, nova bateria de lítio, e embreagem com atuador hidráulico.

O quadro foi modificado, ficando mais leve e mais resistente à torção e passou a usar o motor como componente estrutural. A suspensão agora usa garfo de 49 mm, que é o mesmo diâmetro usado nas motos de competição da Kawa. O amortecedor traseiro agora tem dois ajustes de compressão para baixa e alta velocidade. Os freios passam a usar disco traseiro semi-flutuante de 250 mm (um aumento de 10 mm) e um novo cilindro-mestre para a dianteira, que resulta em mais precisão no início do curso do manete.

A ergonomia foi aprimorada com tanque de combustível mais baixo e mais plano, guidão Renthal com quatro posições de ajuste e pedaleiras 5 mm mais largas e 3 mm recuadas, com ajuste de altura de até 5 mm.

A moto já está nas lojas da Kawasaki, e parte de R$ 44.000.

Matérias relacionadas

Audi não terá R8 V6 biturbo (ou terá?), Uber autônomo estava acima do limite de velocidade em acidente fatal, Fiat Toro leva quatro estrelas no Latin NCAP e mais!

Leonardo Contesini

Os usados mais vendidos em junho, o primeiro McLaren de rua à venda, Mercedes Classe A sedã no Brasil e mais!

Leonardo Contesini

Fiat Panda: a história o irmão mais velho (e mais valente) do Uno

Dalmo Hernandes