A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes revela o novo CLA35 AMG, BMW lança novo Z4 no Brasil, Ducati Panigale V4 R chega por R$ 250.000 e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Mercedes-AMG revela o novo CLA35 com 306 cv

Parece um déja-vu, mas é um modelo novo: depois de apresentar o A35 Sedan há duas semanas, a Mercedes-AMG agora está apresentando a versão “cupê de quatro portas” do esportivo, o CLA35. Como é baseado na Classe A, ele usa o mesmo 2.0 turbo de 306 cv combinado ao câmbio de sete marchas e dupla embreagem e ao sistema de tração nas quatro rodas 4Matic.

A história se repete no interior, que é exatamente como no sedã, com as saías de ar circulares, o sistema MBUX, que integra as telas do quadro de instrumentos e do sistema multimídia, bancos esportivos e volante com base aplainada da AMG. Com o mesmo conjunto mecânico do A35, o CLA35 também acelera de zero a 100 km/h em 4,9 segundos e tem sua velocidade máxima limitada a 250 km/h.

As principais diferenças ficam no lado de fora, onde os dois carros se parecem apenas pela grade e pelas tomadas de ar do para-choques dianteiro. No CLA35 o capô tem o clássico ressalto duplo dos modelos AMG modernos, enquanto no A35 o capô é liso, sem vincos. Além disso, o CLA se diferencia também pelos faróis, pelo arco formado pelo teto e, claro, por sua traseira tipo “fastback”.

Com o lançamento do CLA35, restam agora o CLA45 — que terá duas variações do 2.0 turbo, uma com 385 cv e outra com mais de 420 cv obtidos com ajuda de um motor elétrico de 48 volts —, sua Shooting Brake e as derivações AMG da perua. (LC)

 

BMW Z4 chega ao Brasil em versão única por R$ 310.000

A BMW anunciou ontem (8) o lançamento Z4 no Brasil. Um dos destaques do estande da marca no Salão do Automóvel, em novembro do ano passado, o roadster chega em regime de pré-venda em versão única, a sDrive30i M Sport, por R$ 309.950.

O Z4 sDrive30i M Sport é equipado com o mesmo motor 2.0 turbo do BMW 330i, com 258 cv entre 5.000 a 6.500 rpm, além de 40,8 kgfm de torque entre 1.550 e 4.400 rpm. Acoplado a uma caixa automática de oito marchas, o motor tem força suficiente para levar o Z4 de zero a 100 km/h em 5,4 segundos (0,4s a menos que o Série 3), com máxima de 250 km/h.

A lista de equipamentos é generosa, naturalmente: controles eletrônicos de estabilidade e tração, quatro airbags, painel digital de 12,3” e central multimídia de 10,25”, som Harman-Kardon com 12 alt-falantes, assistente de estacionamento com sensores e câmera de ré, capota de tecido automática (que abre e fecha com o carro em movimento a até 50 km/h), head-up display e controles eletrônicos de estabilidade e tração.

A BMW não deixa claro se há condições especiais para a compra na pré-venda, dizendo apenas que o Z4 já pode ser encomendado e que as entregas começam no segundo semestre. (DH)

 

Ducati Panigale V4 R chega ao Brasil por R$ 250.000 (!)

Outra estreia anunciada nesta semana foi a da Ducati Panigale V4 R. A superesportiva da fabricante italiana é movida por um motor V4 de 998 cm³ capaz de entregar 221 cv a 15.000 rpm – ou 234 cv se a moto for equipada com o sistema de escape Akrapovic Ducati Performance. É o suficiente para chegar aos 290 km/h.

A superesportiva, que tem quadro de alumínio, carenagem de fibra de carbono e peças de titânio no motor, pesa apenas 172 kg. Ela é equipada com pneus Pirelli Diablo Corsa que calçam rodas forjadas, e ainda tem amortecedores Öhlins e freios Brembo.

A Panigale V4 R também conta com três modos de condução – Street, Sport e Race. A Ducati acredita que muitos clientes usarão as motos apenas em track days, e por isso inclui tampas para os furos dos retrovisores e eliminador de placa.

Para encomendá-la, os interessados deverão depositar um sinal de R$ 50.000. E não, isto não é um erro de digitação. (DH)

 

BMW F 850 GS Adventure é lançada no Brasil

Hoje, aparentemente, é o dia dos lançamentos: a BMW Motorrad enfim começa a vender a F 850 GS Adventure no Brasil. A moto aventureira é fabricada na Zona Franca de Manaus e, diferentemente da maioria das BMW, que usam motor boxer, é movida por um dois-cilindros em linha de 80 cv. O motor é acoplado a uma caixa de seis marchas.

Os diferenciais da versão Adventure são a carenagem mais robusta, as proteções laterais para o motor e o generoso tanque de combustível com capacidade para 23 litros. Ela também conta com uma boa seleção de equipamentos de série, incluindo acelerador eletrônico, lanterna traseira de LED, para-brisa ajustável em altura, controle eletrônico de estabilidade e um sistema que impede a partida no motor caso o descanso lateral esteja em uso. Ela também tem quatro modos de condução: Rain, Road, Dynamic e Enduro.

A F 850 GS Adventure é vendida em duas versões: Sport e Premium, que custam R$ 50.950 e R$ 56.950, respectivamente. A versão Sport, que só vem na cor azul, possui farol de LED, manoplas aquecidas, para-brisa Sport e banco modelo “Rallye”.

Já a Premium traz luzes auxiliares de LED, controle eletrônico de tração, suspensão ajustável, partida sem chave e indicador para troca de marchas, além de suporte para bolsas laterais e painel com tela colorida de 6,5 polegadas. (DH)

 

Carlos Ghosn divulga vídeo alegando inocência e mostra seu lado da trama

O ex-presidente da aliança Renault-Nissan Carlos Ghosn havia marcado uma coletiva de imprensa para essa quinta-feira (11) onde esclareceria para o mundo o seu lado das acusações, mas foi preso novamente na última quinta (4). Antecipando isso Ghosn gravou um vídeo contando o seu lado da história, que foi divulgado nessa terça (9).

No vídeo Carlos Ghosn insiste que é inocente e acusa os diretores da Nissan de traição e conspiração, que há um complô contra ele. No vídeo ele cita nome de executivos da Nissan que estariam envolvidos nesse complô, mas os advogado removeram os nomes do vídeo. Ghosn diz que havia um medo na direção da Nissan que o próximo passo da aliança com a Renault ameaçaria a autonomia da marca japonesa. O que ele nega dizendo é defensor da autonomia, mas essa autonomia está ameaçada por causa do desempenho financeiro da marca.

O executivo da Nissan foi preso no final de 2018 sob acusações de sonegação fiscal e fraude, ele foi solto em março de 2019 após pagar fiança. Nessa quinta (4) Ghosn foi preso novamente devido novas acusações de má conduta financeira para se enriquecer à custa da Nissan. A defesa de Ghosn anunciou que vai entrar com recurso na Suprema Corte nessa quinta pedindo a libertação do cliente. (ER)

 

Projeto de lei quer aumentar o prazo de validade da CNH e o limite de pontos para suspensão

O ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas afirmou na tarde de segunda-feira (8) que enviará ainda nesta semana uma proposta de projeto de lei que prevê o aumento do prazo de validade da carteira de motorista de cinco para dez anos, e também o limite de pontos pela qual o motorista perde a habilitação em caso de acúmulo de infrações.

Além de aumentar a pontuação para a suspensão da carteira, a proposta também pretende acelerar o processo de suspensão em casos de infrações gravíssimas, como dirigir sob o efeito de álcool. (LC)

 

Volkswagen lança linha 2020 de Gol, Voyage e Saveiro

A Volkswagen anunciou nesta segunda-feira (8) a linha 2020 da família Gol. A única novidade para o Gol e o Voyage é o pacote opcional Urban Completo II – Limited Edition. Como seu nome sugere, ele será oferecido por tempo limitado, e inclui rodas de liga leve de 15 polegadas, ajuste elétrico para os retrovisores, vidros elétricos nas quatro portas, chave tipo canivete com controle remoto e sensor de estacionamento traseiro.

Os dois modelos já vêm de série com ar-condicionado, direção hidráulica, ajuste de altura do banco do motorista, suporte de celular integrado ao painel e vidros elétricos nas portas dianteiras. Eles também são oferecidos com o motor 1.0 MSI de 84 cv, 1.6 8v de 104 cv e 1.6 16v de 120 cv. Os dois primeiros são combinados ao câmbio de cinco marchas, enquanto o último usa o câmbio manual de seis marchas.

Quanto à Saveiro, a versão de entrada Robust abandonou o painel antigo e passa a ser equipada com o mesmo painel das demais versões. A picape continua oferecida com cabine simples ou dupla, nas versões Robust e Trendline, ou com cabine dupla na versão Cross. As duas primeiras são equipadas com o motor 1.6 8v de 104 cv e a Cross com o motor 1.6 16v de 120 cv. Diferentemente do Gol e Voyage, a Saveiro usa apenas o câmbio manual de cinco marchas. A Volkswagen ainda não divulgou os preços da linha 2020. (LC)

Matérias relacionadas

Governo adia obrigatoriedade de extintor ABC, novos Porsche 911 e Cayman flagrados sem disfarces, adolescente de 15 anos destroi seu Aston Martin e mais!

Leonardo Contesini

Os super Mercedes: dez carros que explicam a filosofia insana da Brabus

Leonardo Contesini

Aceleramos o Porsche 911 Carrera GTS: o melhor dos dois mundos?

Juliano Barata