A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes terá mais modelos AMG de quatro cilindros, preço da gasolina se mantém estável, Bugatti cogita SUV e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Mercedes-AMG terá motores de quatro cilindros além do Classe A

Parece que o impressionante 2.0 turbo de 421 cv da Mercedes-AMG não ficará limitado à linha 45S da Classe A e seus derivados. Segundo o chefe da divisão esportiva, Tobias Moers, que foi entrevistado pelo site Paultan, o motor M139 não ficará limitado às aplicações transversais dos compactos da marca, e também será usado em modelos de tração traseira.

Moers não entrou em detalhes sobre quais seriam as aplicações futuras do motor, mas nos parece claro que ele deverá embalar a linha 43 da AMG, substituindo o atual V6 biturbo, uma vez que este motor de seis cilindros em V vem sendo substituído pelo novo seis-em-linha M256. Como o novo seis-em-linha já é utilizado nos modelos 53 da AMG, nos parece claro que os futuros modelos 43 sejam equipados com este novo 2.0 turbo — talvez até com o nome 45, como na Classe A, uniformizando a nomenclatura da divisão.

Além da pista sobre o 2.0, Moers também falou algo sobre a próxima geração do V8 biturbo da AMG. Segundo ele, o próximo V8 terá cerca de 600 cv em suas configurações mais brandas e terá variações híbridas. Isso já era conhecido e esperado da próxima geração do V8, mas relembrando do AMG GT 4 portas flagrado em testes com um conjunto elétrico há alguns meses, temos nesse fato uma pista sobre o potencial deste novo powertrain híbrido, já que a AMG antecipou que o AMG GT 4 híbrido poderia chegar perto dos 800 cv.

Em resumo, tudo indica que a Mercedes-AMG irá entrar na década de 2020 com quatro linhas de esportivos: os modelos 45 de quatro cilindros, os modelos 53 de seis cilindros com sistema híbrido leve, os modelos 63 com um V8 biturbo e os modelos 73 com um V8 hibrido. (LC)

 

Preço da gasolina se mantém estável nas bombas apesar da alta nas refinarias

O preço médio da gasolina se manteve estável nas bombas de combustível em todo o Brasil, apesar da alta nas refinarias, anunciada pela Petrobras no final da semana passada, após a instabilidade na cotação do barril de petróleo no mercado internacional, resultado dos ataques no Oriente Médio.

Na quarta-feira passada (18), a estatal aumentou o preço da gasolina em 3,5% e do diesel em 4,2%, porém o efeito prático foi uma alta muito sutil no valor médio nas bombas. Segundo o painel de preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o valor passou de R$ 4,310 para R$ 4,317, um aumento de 0,16%. Já o diesel teve um aumento notável, passando de R$ 3,562 para R$ 3,582, uma variação de 0,56%.

Quanto ao etanol, que normalmente é afetado pelos preços da gasolina, este se manteve estável pela terceira semana consecutiva, com preço médio praticamente igual desde o final de agosto — R$ 2,843 e R$ 2,846. (LC).

 

Bugatti pode fazer SUV como segundo modelo

Parece que nem mesmo a Bugatti irá escapar da SUVização do planeta. A marca, que fala em um segundo modelo desde que retornou ao mercado pelas mãos da Volkswagen, está perto de definir qual será este modelo e tudo indica que ele será um SUV.

Em entrevista à revista britânica Car Magazine, o presidente da Bugatti, Stephan Winkelmann, disse que o próximo Bugatti poderá ser um modelo “elevado” já que muitos clientes — especialmente mulheres, diz ele — querem uma posição de guiar elevada para melhorar a visibilidade. Apesar de ser evidentemente a descrição de um crossover, Winkelmann diz que o modelo não será um SUV tradicional. Aparentemente trata-se de algo na linha do que a Ferrari pretende fazer: em vez de um SUV com o perfil padrão, ele deverá ser um crossover mais próximo de um GT elevado.

Além disso, ele será “o melhor e mais caro de seu segmento”, segundo Winkelmann, mas não será o topo-de-linha da Bugatti — este posto permanecerá com o Chiron. (LC)

 

Próximo Jaguar F-Type pode ter motor central-traseiro

Nem parece, mas o belíssimo Jaguar F-Type completa sete anos em 2020 – e os ingleses já estão pensando em seu sucessor. A revista Autocar conversou com Ian Callum recentemente, e ele deu algumas pistas interessantes a respeito da direção que a marca vai seguir.

Sim, Callum aposentou-se da Jaguar e acabou de fundar sua própria firma de design. Mas, antes de deixar a Jag, ele juntou-se a seu sucessor, Julian Thomson, e traçou um esboço para a próxima geração do F-Type. Que, em sua missão de encarar o Porsche 911, o benchmark do segmento, poderá se inspirar no finado conceito CX-75 e tornar-se um esportivo de motor central-traseiro.

De acordo com a publicação, a Jaguar está trabalhando com as duas possibilidades: manter o motor central-dianteiro, ou migrar para a configuração central-traseira. “A fórmula do motor central-dianteiro ainda é muito forte dentro da Jaguar. Eu prefiro carros com motor central-traseiro, certamente isto é algo que eu gostaria de ver.” Neste caso, Callum acredita que é possível chegar a um carro “muito parecido com o CX-75”.

Além disso, ainda não se sabe se o novo F-Type terá apenas um motor de combustão interna, se será um híbrido, ou um carro totalmente elétrico. Callum acredita que todas as possibilidades são viáveis, especialmente se o Jaguar CX-75 for, de fato, a inspiração. (DH)

 

Lamborghini Sian não ditará o design de substituto do Aventador

O Lamborghini Sian é o primeiro híbrido da marca italiana e mostra o novo rumo que o fabricante pretende tomar com a eletrificação. Enquanto a combinação de motor V12 aspirado com motor elétrico dá uma ideia de como pode ser e mecânica do substituto do Aventador, o desenho não servirá como inspiração para o próximo topo de linha da Lamborghini.

O chefe de design da Lamborghini, Mitja Borkert, disse em entrevista durante o Salão de Frankfurt que o design do Sian não é uma prévia do substituto do Aventador. Carros especiais de produção limitada da Lamborghini tem carta branca para inovar e ousar no design. Borkert revelou que com o Sian tentou fazer um desenho agressivo e aerodinâmico sem precisar de asas e grandes apêndices aerodinâmicos.

Ainda não sabe ao certo quando a próxima geração do Aventador será lançada, executivos da marca dizem que o modelo atual ainda tem potencial para ser explorado. Os esportivos V12 da Lamborghini costumam ter vida longa, o Countach ficou em linha por 16 anos, o Diablo por 11 anos e o Murcielago foi fabricado por nove anos. O Aventador está em linha desde 2011 e recebeu uma atualização de meia vida em 2017, a previsão é que seu substituto seja apresentado em 2021. (ER)

 

Nova Kawasaki Ninja ZX-10R chega este mês com 213 cv

A Kawasaki anunciou que a nova Ninja ZX-10R começará a ser vendida ainda em setembro, por R$ 73.990. A maior novidade está no motor: o quatro-cilindros DOHC de 998 cm³ passa a 213 cv, um ligeiro aumento em relação aos 210 cv anteriores.

A Kawasaki também incorporou novos recursos eletrônicos à Ninja ZX-10R, como assistente de largada, controle eletrônico de tração, e quick-shifter no câmbio de seis marchas, para trocas ascendentes e reduções.

A Ninja ZX-10R ainda possui freios Brembo com disco duplo de 330 mm na dianteira (e um disco de 220 mm na traseira), ABS exclusivo da Kawasaki, indicador de marcha com redline programável e três níveis de entrega de potência (60%, 80% e 100%). (DH)

 

Mazda começa serviço de restauração para o Miata

Serviços de restauração de modelos clássicos feito diretamente pelo fabricante estão se tornando comum dentre os que fazem carros de luxo ou esportivos, como a Mercedes-Benz, Aston Martin, Jaguar e Porsche. O mais novo integrante desse grupo de fabricantes que fazem restaurações “na casa” é a Mazda, que chega com uma proposta mais acessível de restaurar a primeira geração do roadster Miata.

Agora em 2019 o Miata completa 30 anos que foi lançado, o programa de restauração faz parte das comemorações de 30 anos do modelo. Por enquanto a restauração está apenas disponível no Japão e tem preço inicial de 2,5 milhões de Yen (R$ 97 mil em conversão direta). Esse serviço básico inclui funilaria, pintura, faróis e lanternas novos, rodas originais de 14 poelgadas calçadas com pneus Bridgestone e capota de lona nova.

O consumidor pode pedir por mais itens, como retífica do motor, transmissão nova, restauração do interior e componentes novos para suspensão e freio. Com esses itens extra a restauração aumenta para 4,4 milhões de Yen (R$ 171.000). O serviço dura em torno de dois meses para ficar pronto.  A restauração tem garantia de um ano ou 10.000 quilômetros. Por enquanto apenas os Miata com motor 1.6 são elegíveis para a restauração, mas dependendo dos pedidos de consumidores isso pode ser estendido para outros modelos da marca, como o RX-7. (ER)

 

Fraco em vendas, Kia Stinger pode não ter sucessor

Proposto como rival para BMW M5 e Mercedes-AMG E63, o Kia Stinger GT não vem obtendo o resultado esperado. De acordo Gregory Gillaume, chefe do departamento de design da Kia na Alemanha, o sedã esportivo não está correspondendo às expectativas da fabricante nas vendas, especialmente nos Estados Unidos.

“Queríamos ter tido sucesso ao menos nos EUA, que era o mercado onde achamos que havia uma chance”, disse Gillaume ao site Car Advice. “Tínhamos expectativas muito altas, mas é muito difícil estrear em um segmento como este.” O designer admite que parte disto se deve à resistência do público em pagar o preço de um sedã alemão por um Kia. No entanto, ele também acredita que é questão de tempo – e cita o Audi A8, que levou algumas gerações para ser visto como um rival à altura do BMW Série 7 e do Mercedes-Benz Classe S.

Para Gillaume, o Stinger GT ainda tem futuro – e, possivelmente, este futuro será híbrido. No entanto, a Kia não parece muito disposta. “O primeiro passo é definir se haverá uma segunda geração, algo pelo que eu torço de verdade. Sabemos que há muitos avanços acontecendo na eletrificação dos carros, então pode ser que o Stinger se torne algo diferente. Mas eu não sei, ainda não chegamos lá.” (DH)

 

Preparadora anuncia conversão do novo Supra para câmbio manual

A preparadora European Auto Group, de San Antonio, Texas, anunciou que vai ser a primeira empresa a colocar transmissão manual no novo Toyota Supra. Junto do câmbio manual de seis marchas virá um painel redesenhado para melhorar a ergonomia.

Os botões do ar condicionado serão recuados para não ser acionados por acidente durante as trocas de marcha e botões do console central serão reposicionados para poder acomodar a alavanca da transmissão. A ponte do console onde fica o apoio para o joelho do motorista será cortada, o acabamento vai serguir o mesmo padrão de fibra de carbono original. A imagem divulgada é uma projeção e a alavanca usada ainda não foi definida.

Segundo a preparadora o novo software de diagnose da BMW indica que os módulos do carro podem ser programados para funcionar com câmbio manual, mantendo todas as funções eletrônicas do carro e fazendo parecer que veio assim de fábrica. A modificação fará o carro perder a garantia de fábrica, mas a preparadora vai oferecer planos de garantia de um a três anos. As conversões serão iniciadas após o Sema Show 2019.

A European Auto Group ficou famosa depois de fazer a primeira Ferrari F430 Scuderia com swap para transmissão manual e também está trabalhando nesse tipo de swap para a 458 Italia. Ela diz que vem recebendo pedidos de conversões para cambio manual para outras Ferrari e até para o recém-lançado Corvette C8. A EAG declarou que se houver demanda vão estudar a conversão para o Corvette. (ER)

Matérias relacionadas

RAM 2500 confirmada para o Brasil, Recall de Ford Ka com risco de incêndio, Glickenhaus acusa De Tomaso de plágio, GT-R Nismo 2020 e mais!

Novo prazo para as placas do Mercosul, as primeiras fotos do BMW M8, um Civic VTi turbo de 300 cv no Brasil e as novidades da semana no FlatOut e no YouTube do FlatOut

Leonardo Contesini

Hyundai revela novo HB20, Chevrolet divulga preços e dados do Onix aspirado, o novo trailer Ford vs. Ferrari e mais!