MG Midget MK3: um legítimo roadster britânico com apenas 56.000 km rodados (e nunca restaurado!) à venda no Brasil

Dalmo Hernandes 3 novembro, 2016 0
MG Midget MK3: um legítimo roadster britânico com apenas 56.000 km rodados (e nunca restaurado!) à venda no Brasil

Não faz muito tempo que falamos sobre os carros britânicos mais emblemáticos de todos os tempos e, naturalmente, mencionamos sua tradição com os roadsters esportivos. As estradas tortuosas e estreitas da Grã-Bretanha, na década de 1960, eram povoadas com conversíveis leves, de dois lugares, com tração traseira e motores espertos, perfeitos para aproveitá-las ao máximo.

A MG foi uma das várias fabricantes inglesas a ter sucesso seguindo a fórmula. Na verdade, o MG MGB pode ser considerado o roadster britânico essencial: visual clássico (meio careta, até), peso na ordem dos 1.000 kg, uma gama de motores bastante diversificada durante sua vida, e suspensão muito bem acertada. Tanto que foi vendido até 1980 sem grandes modificações.

Mas o MGB tinha um irmão menor: o Midget (ou “anão” em inglês). Que, na verdade, é um pouco mais velho, surgido em 1961 como uma versão rebatizada do Austin-Healey Sprite de segunda geração. E, no seu caso, o term badge engineering se aplicava literalmente: os carros eram virtualmente idênticos, exceto pelos emblemas.

mg-midget-mkiii-1275cc-1968-com-56-mil-km-sem-restauraco-548115-MLB25136129444_102016-F

Sendo um carro que pesava menos de 700 kg, o MG Midget aproveitava bem os 46 cv do motor – um quatro-cilindros de 948 cm³ com dois carburadores SU, acoplado a uma caixa manual de quatro marchas. Tudo bem que ele levava dezoito segundos para chegar aos 100 km/h e tinha velocidade máxima de apenas 140 km/h, mas a agilidade nas curvas e a sensação de dirigir rápido um carro lento foram suficientes para garantir sua popularidade.

O MG Midget foi fabricado até 1980, e teve três “gerações” ao longo de sua vida. O Mk2 foi lançado em 1962 e tinha como maior novidade o motor com deslocamento ampliado para 1,1 litro, capaz de entregar 56 cv. Mas o melhor de todos os Midget é o Mk3.

mg-midget-mkiii-1275cc-1968-com-56-mil-km-sem-restauraco-794215-MLB25136136759_102016-F mg-midget-mkiii-1275cc-1968-com-56-mil-km-sem-restauraco-260215-MLB25136138186_102016-F

Lançado em 1966, o MG Midget Mk3 tinha um quatro-cilindros de 1.275 cm³ baseado naquele utilizado no Mini Cooper S. Era uma versão amansada do motor, produzindo 66 cv em vez dos 75 cv do Cooper S, mas isto não o tornava menos divertido. Além de mais rápido – o 0-100 km/h agora era cumprido em 15 segundos e a velocidade máxima era de 153 km/h –, o Mk3 era um carro mais confortável e bem acabado.

Quase 100.000 exemplares do MG Midget Mk3 foram fabricados entre 1966 e 1974. E um deles está à venda no Brasil!

O carro pertence a Guilherme Murad, que mora na Capital Paulista, e é um belo exemplar. Fabricado em 1968, faz parte da última leva com os arcos “quadrados” nos para-lamas traseiros e para-choques cromados. No fim de 1971 os para-lamas traseiros ganharam arcos redondos e, em 1975, os para-choques cromados foram substituídos por peças plásticas.

mg-midget-mkiii-1275cc-1968-com-56-mil-km-sem-restauraco-721215-MLB25136135096_102016-F

Guilherme conta que o Midget foi importado novo para o Brasil, e que passou mais de 30 anos com o mesmo dono, em uma das maiores coleções do País. Destes, ao menos 25 anos sem sair do lugar. Antes de vendê-lo, o antigo proprietário pretendia colocá-lo de volta à ativa. Ele até removeu o motor e refez o cabeçote, mas jamais chegou a remontar o carro.

Quando foi parar nas mãos de Guilherme, o carro ainda estava sem o motor e muito íntegro, apesar de jamais ter sido restaurado. Ele preferiu deixar assim.

mg-midget-mkiii-1275cc-1968-com-56-mil-km-sem-restauraco-502215-MLB25136135247_102016-F

Já a mecânica foi toda tratada com a devida atenção. O motor foi finalizado e instalado, a elétrica foi revisada e foram realizados serviços de manutenção nos freios, transmissão e suspensão. A lista é extensa: nova embreagem; reparos nas pinças dianteiras e nos tambores traseiros; novos flexíveis, cilindro mestre e cilindro escravo; pneus novos; escape completamente refeito; carburadores revisados, com agulhas e giclês novos; rodas restauradas e diversos outros detalhes.

mg-midget-mkiii-1275cc-1968-com-56-mil-km-sem-restauraco-769115-MLB25136136742_102016-F

Na verdade, esta é uma das características mais legais deste exemplar: apesar do visual gasto, com marcas do tempo e do bom uso que foi feito dele, o MG é um carro muito íntegro e tem mecânica 100% revisada e completamente em ordem.

Guilherme diz que o carro é muito confiável e divertido de guiar. Tanto que, toda semana, ele o utiliza para ir ao trabalho, em uma viagem de 50 km entre cidade e estrada, e nunca teve problemas.

mg-midget-mkiii-1275cc-1968-com-56-mil-km-sem-restauraco-400215-MLB25136133143_102016-F

O valor pedido, a nosso ver, é condizente com o estado geral do carro e com sua exclusividade: R$ 78.500. Definitivamente não é pouco dinheiro, mas não conseguimos deixar de pensar que pode ser uma alternativa refinada (e com tração traseira) a um hot hatch, por exemplo.

Se você se interessou, pode entrar em contato com Guilherme pelo telefone (11) 9 9839-5798. O carro também está anunciado no Mercado Livre.

Agradecimentos ao Marco Antônio Oliveira!


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial, tampouco de uma reportagem aprofundada. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.