A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Morreu Anísio Campos, o fim dos simuladores para CNH e das aulas para “cinquentinhas”, AMG One não irá a Le Mans e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Morreu Anísio Campos, icônico designer brasileiro

Mais uma perda muito triste neste 2019: na noite do último sábado (14) morreu Anísio Campos, aos 86 anos de idade. Certamente o mais famoso designer brasileiro de automóveis, Anísio tem seu nome gravado na história do automobilismo e da indústria automotiva nacional.

Anísio Campos foi o designer por trás do GT Malzoni, cupê de fibra de vidro com mecânica DKW, que nasceu para as pistas e, em 1967, transformou-se no primeiro Puma GT – e deu origem ao mais bem sucedido fora-de-série brasileiro.

Detalhe: Anísio também era piloto, e contribuía com o acerto dinâmico dos projetos em que se envolveu, como o próprio GT Malzoni e o protótipo brasileiro Carcará, . Entre eles, estão os famosos Carcará, protótipo com mecânica DKW que, em 1966, chegou aos 212 km/h em um trecho de rodovia no Rio de Janeiro.

Nas décadas seguintes, Anísio Campos envolveu-se com outras empresas brasileiras, como a Dacon, de Paulo Goulart, na qual criou as formas do pequeno 828; a Kadron, para quem desenhou o famoso buggy; e a Engerauto, para quem desenhou o cupê Topazzio. Além do trabalho com os fora-de-série, Anísio era artista plástico, designer publicitário e fotógrafo. No meio automotivo, um de seus projetos mais recentes foi o Obvio, minicarro criado em 2001 que era uma evolução do Dacon 828, modificado para usar um powertrain elétrico.

Anísio Campos teve sua história contada no documentário “Homem-Carro”, de 2015, com produção e direção de Raquel Valadares, sua filha. (DH)

 

Fim do simulador e das aulas para ciclomotores passa a valer a partir de hoje

O fim da obrigatoriedade dos simuladores na formação de condutores passa a valer a partir desta segunda-feira (16). A medida foi determinada pelo governo federal em junho deste ano, e visa reduzir o custo do processo de formação de condutores e obtenção da Carteira Nacional da Habilitação (CNH) na categoria B.

Com a mudança o número de horas-aula cai de 25 para 20 horas, mesma carga horária anterior à adoção dos simuladores. O uso do equipamento será opcional. Segundo o Ministério da Infraestrutura, a eficácia do simulador não é comprovada e tal equipamento não é utilizado em países com níveis elevados de segurança no trânsito. Somente o estado do Rio Grande do Sul irá manter o simulador devido a uma decisão liminar favorável a uma ação movida pelo Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do RS.

Além da mudança para a habilitação da categoria B, também muda o processo de habilitação para os ciclomotores (as populares “cinquentinhas”). Até setembro de 2020, o candidato terá apenas que passar pelo exame teórico e prático sem a necessidade de aulas. Quem for reprovado será obrigado a frequentar as aulas práticas. Em setembro de 2020 as aulas voltarão a ser exigidas, porém a carga horária será reduzida de 20 para cinco horas, sendo uma hora noturna. (LC)

 

Lamborghini Urus Novitec ganha kit widebody e quase 800 cv

Conhecida por seus kits widebody para superesportivos, a alemã Novitec está acompanhando as tendências atuais – seu mais novo projeto é o Lamborghini Urus, um dos SUVs mais extremos do mundo, que ficou ainda mais radical com os para-lamas alargados e os kits de performance assinados pela preparadora. Você sabe como é: para o caso de algum dono do Urus achá-lo discreto demais.

De acordo com a Novitec, o novo kit widebody de fibra de carbono consiste de 14 peças, e o projeto é tão refinado que apenas profissionais qualificados pela própria empresa podem instalá-lo. Com ele, o Urus fica cerca de 10 cm mais largo na dianteira, enquanto a largura da traseira aumenta em cerca de 13 cm. É possível, opcionalmente, substituir todos os componentes de plástico preto (como as entradas de ar no para-choque dianteiro e as capas dos retrovisores) por fibra de carbono.

De fábrica, o Lamborghini Urus vem com um motor V8 biturbo de quatro litros, 650 cv e 86,7 kgfm de torque. No entanto, a Novitec oferece três níveis de preparação, com potência que varia entre 757 cv e 792 cv, usando turbos maiores, reprogramação na ECU e um novo sistema de escape. Segundo a empresa, o modelo mais potente pode chegar aos 100 km/h em 3,3 segundos, com velocidade máxima de 312 km/h. Original de fábrica, o Urus vai de zero a 100 km/h em 3,6 segundos, e tem máxima de 305 km/h.

Além de tudo, a Novitec também desenvolveu um novo modelo de roda, com enormes 23 polegadas de diâmetro, especialmente para o projeto. Elas calçam pneus Pirelli P Zero de medidas 285/35 na dianteira e 325/30 na traseira. (DH)

 

Mercedes-AMG não pretende disputar Le Mans com o AMG One e confirma AMG GT 4 Portas híbrido

Apesar de ter um motor de Fórmula 1 e aerodinâmica avançada que parece muito adequada às novas regras do Mundial de Endurance (WEC) para sua categoria de topo, a Mercedes-AMG descartou a possibilidade de disputar o WEC ou as 24 Horas de Le Mans com o AMG One.

De acordo com o chefe da divisão, Tobias Moers, o desinteresse da Mercedes em participar da categoria é que ela exigiria um investimento elevado em um campeonato que irá adotar o sistema de equilíbrio de performance (ou Balance of Performance). Moers, contudo, disse que está curioso para saber como a categoria se sairá, justamente devido a esta questão do equilíbrio forçado.

Além do AMG One, Moers também confirmou que a linha AMG GT 4-Portas terá um híbrido (além do híbrido leve GT 53) que deverá usar um motor elétrico independente com uma transmissão própria de duas marchas, que também irá funcionar com o motor V8 biturbo de quatro litros. O modelo, como todos suspeitam, deverá se chamar AMG GT 73, e terá cerca de 800 cv. O lançamento está previsto para 2020, uma vez que ele já está na fase de testes de estrada. (LC)

 

Futuro do Chevrolet Cobalt depende de vendas diretas

Com o lançamento do Onix Plus o Cobalt perde espaço na linha Chevrolet, o sedã novo tem porte similar e entre eixos apenas dois centímetros menor. O Cobalt ainda tem boa popularidade com frotistas, taxistas e motoristas de aplicativo, por causa do motor Família I de manutenção barata e do grande porta-malas de 563 litros.

Segundo o diretor executivo de marketing para a América do Sul, Hermann Mahnke, o futuro do Cobalt vai  depender dessas vendas diretas. O executivo diz que a lealdade desse público é importante para a Chevrolet. O Cobalt está em situação similar a do Fiat Grand Siena, que é mantido em linha com mecânica antiga como opção mais acessível ao seu sucessor e também faz sucesso com frotistas e taxistas.

A linha de sedãs compactos da Chevrolet também conta com o Prisma Joy, que continuará em linha como sedã de entrada da marca. Atualmente o Cobalt é vendido para o público geral apenas na versão LTZ, com motor 1.8 de 111 cv e cambio manual ou automático de seis marchas. Para frotistas e taxistas há as versões LT e LTZ com motor 1.4 de 106 cv e cambio manual de seis marchas. O preço da versão LTZ 1.8 foi reduzido para R$ 69.990, R$ 5.800 menor que o preço anunciado no lançamento da linha 2020 em julho. (ER)

 

Honda Africa Twin é registrada com motor de injeção direta

A Honda registrou na Europa o projeto da Africa Twin, sua aventureira grande, com motor de injeção direta. Atualmente, a moto é equipada com um motor bicilíndrico de 998 cm³ e 95 cv. O novo motor tem mais deslocamento, chegando aos 1.084 cm³, e deverá entregar pelo menos 102 cv.

No entanto, a ideia da Honda não é apenas conseguir mais potência: graças ao uso da injeção direta, o novo motor deverá ser bem mais limpo, adequando-se às normas do programa Euro 5 de redução de emissão de poluentes.

O registro da tecnologia, no entanto, não significa que a injeção direta chegará às ruas. De acordo com o site britânico Bennet’s, pode ser que a Honda esteja apenas garantindo a propriedade intelectual, pensando nos próximos anos. De todo modo, a nova Africa Twin não deve ser apresentada antes de 2022. (DH)

 

Cadillac Ranch é atingido por incêndio criminoso

O Cadillac Ranch é uma obra de arte localizada na beira da icônica Rota 66, perto de Amarillo no estado do Texas. Ela foi feita em 1974 pelos artistas Chip Lord, Hudson Marquez e Doug Michels, é composta por dez carros da Cadillac feitos entre 1949 e 1963, pintados com grafites e com a frente enterrada e a traseira com os rabos de peixe expostos.

Durante a madrugada do dia 9 de setembro um vândalo incendiou o mais antigo dos carros da obra. Os danos a carroceria foram pequenos, mas 91 kg de tinta dos grafites dificultaram o trabalho dos bombeiros, que precisaram de 2.271 litros de água para apagar o fogo. A polícia está investigando o incêndio, os donos da obra estão oferecendo recompensa para quem tiver informações sobre o crime.

O Cadillac 1949 atingido pelo fogo já estava sem o teto e estava marcado para ser reformado nesse semana. Apesar do crime o Cadillac Ranch continua aberto para visitação, os donos pedem apenas que os visitantes levem apenas tinta spray e câmeras fotográficas, fogo não é bem-vindo. (ER)

Matérias relacionadas

Como calcular a altura do centro de gravidade do seu carro?

Leonardo Contesini

Chevrolet Opala e Caravan: os mais legais anunciados no GT40

Dalmo Hernandes

Ariel terá hipercarro híbrido de 1.100 cv, Hyundai terá mais um SUV, Lamborghini terá um novo smartphone e mais!

Leonardo Contesini