A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

Não é sempre que um Chevrolet Calibra bem cuidado como este aparece à venda

O Chevrolet Calibra foi um dos mais cobiçados carros importados que vieram para o Brasil na década de 1990. Com mecânica já consagrada, compartilhada com o saudoso Vectra GSi, o três volumes de origem alemã entregava bom desempenho, boa dinâmica e boa usabilidade no dia-a-dia – tudo envolto em uma bonita carroceria, muito aerodinâmica e que envelheceu muito bem. Se você é um dos que sonhavam com o Calibra há duas décadas e agora tem uma graninha sobrando, pode ser a sua hora: encontramos este bonito exemplar, com acessórios de época, anunciado no GT40.

fanbase do Calibra é bem grande entre os leitores do FlatOut. Não é para menos: estamos falando de um carro que, em pleno 1993, chegou com um quatro-cilindros de dois litros que utilizava a mesma base do GM Família II (já encontrado no Monza, no Omega e no próprio Vectra), porém com cabeçote de 16 válvulas. Feito com a ajuda da Cosworth, o C20XE tinha diversos componentes melhorados: injeção multiponto sequencial Bosch, pistões forjados, árvores de comando ocas (mais leves), válvulas de escape refrigeradas a sódio, cárter de alumínio, radiador de óleo e coletor de escape 4×2 de aço inox.

Com isto, entregava 150 cv a 6.000 rpm e 20 mkgf de torque a 4.600 rpm. Detalhe: o C20XE foi lançado na Europa em 1987 – trinta anos atrás –, mas seus números são comparáveis aos de motores mais modernos, como o Ford Duratec 2.0 16v, que foi lançado no Brasil em 2005 com 147 cv a 6.000 rpm e 19,1 mkgf de torque a 4.250 rpm.

img_118432_4_b1b5f54d-7689-45de-8807-afe8636e1802

No caso do Calibra vendido no Brasil, o C20XE era acoplado a uma caixa manual de cinco marchas e era capaz de levá-lo até os 100 km/h em 8,3 segundos, com máxima de 210 km/h – a carroceria com coeficiente aerodinâmico (Cx) 0,26, o melhor do planeta, também dava sua contribuição para isto. O visual baixo e limpo do Calibra não é só estilo: suas formas foram definidas após diversas sessões de testes em túnel de vento, para garantir que o cupê cortasse o ar da forma mais eficiente possível.

img_118448_4_b1b5f54d-7689-45de-8807-afe8636e1802

O carro anunciado no GT40 pertence a Daniel Filipe, de Barbacena/MG, e é um raro exemplar bem conservado por todos estes anos – há uns dez anos, o Calibra era um carro acessível (pois já não era novo o bastante para ser considerado um seminovo, nem antigo a ponto de ser considerado um clássico) e, por conta disto, acabou se tornando vítima fácil de donos negligentes, que compravam o carro pensando apenas no custo de aquisição e esqueciam-se que aquele não era um carro popular.

O Calibra compartilha diversos componentes com o Vectra, o Omega e até mesmo o Monza, mas traz amortecedores próprios, painéis de carroceria difíceis de encontrar e peças de acabamento caras. Ou seja: manter um Calibra original custava caro (ainda custa), e por isso muitos sofreram adaptações e modificações demais, ficando descaracterizados e, às vezes, pouco confiáveis.

img_118956_4_b1b5f54d-7689-45de-8807-afe8636e1802

O carro de Daniel foi comprado há cerca de um ano de seu terceiro dono. Ele diz que via o Calibra com frequência, pois o proprietário era vizinho de sua namorada, e sabia que se tratava de um carro bem cuidado. Um dia, decidiu fazer uma proposta – dar em troca do Calibra um Chevrolet Astra, o que foi recusado. Pouco tempo depois, o carro foi vendido. Daniel conseguiu o telefone do novo dono, o encontrou, ofereceu o mesmo negócio e conseguiu levar o Calibra para casa.

img_118452_4_b1b5f54d-7689-45de-8807-afe8636e1802

Segundo ele, foi uma boa coisa: o carro não era tratado como merecia. Daniel mandou refazer os freios do carro e deu um trato na pintura, com limpeza e um leve polimento, e desde então lava e encera o carro toda semana. Depois da compra, ele também mandou fazer uma revisão – o carro está em ordem, com todos os equipamentos funcionando: direção assistida, trio elétrico e até detalhes como os desembaçadores dos espelhos externos. O motor tem os fluidos trocados regularmente e não apresenta anormalidades no funcionamento, e o mesmo vale para a suspensão.

Daniel diz que o carro está tão bonito por dentro quanto por fora. O revestimento dos bancos foi refeito em couro genuíno por um dos donos anteriores e, embora prefira o tecido original, Daniel admite que o serviço ficou bem feito.

P_20170611_171415_vHDR_Auto P_20170611_171134_vHDR_Auto

Ele diz que fora pequenos sinais de desgaste, o painel está muitíssimo bem conservado. Outra modificação é o sistema de som 2-din da Pioneer – Daniel afirma que já comprou a moldura original para colocar o rádio de fábrica. O tampão traseiro também foi modificado para receber alto-falantes. É importante observar este tipo de detalhe na hora da compra.

img_118436_4_b1b5f54d-7689-45de-8807-afe8636e1802 img_118464_4_b1b5f54d-7689-45de-8807-afe8636e1802

As rodas que estão no Calibra são um jogo de Momo GT2. Ele afirma que é difícil encontrar as rodas originais, e que esta seria sua próxima prioridade caso não fosse vender o carro.

img_118456_4_b1b5f54d-7689-45de-8807-afe8636e1802

Considerando que o carro está mecanicamente original, íntegro e conta com detalhes normalmente difíceis de encontrar, como o friso de borracha do para-choques dianteiro e as saias laterais, pode ser a sua chance de realizar o sonho de ter um Calibra, que parece precisar de poucos cuidados para ficar 100%.

Interessou? Clique aqui para acessar o anúncio e pegar todos os detalhes!

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Project Cars #502: a evolução mecânica do Puma P052 e os novos acertos do carro

Leonardo Contesini

Novidades em Gran Turismo, um lar para a última Kombi, Lamborghini Huracán em vídeo, um mini Jeep e mais!

Leonardo Contesini

Afterfire e backfire: o que são, por que acontecem e para que servem?

Leonardo Contesini