A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos Gringos

Não seria legal ganhar um mini Shelby Cobra do seu pai?

O sonho de todo moleque que gosta de carros é poder ter um automóvel funcional do seu tamanho — não um brinquedo, mas uma réplica em escala, com motor a gasolina e tudo. Existem alguns à venda, mas custam caro e é muito fácil comprar um. Legal mesmo deve ser ter um pai engenheiro, que construa para você um Shelby Cobra em miniatura!

Talvez você já tenha ouvido falar de Ernesto Freitas, fundador da Luso Motors. Como projetista independente, Ernesto é daqueles homens cheios de ótimas ideias, porém com recursos limitados para dar forma a seus projetos. Sendo assim, a Luso Motors oferece uma boa variedade de kit cars inspirados em modelos famosos, como o Lotus Seven e o Mini Cooper, e projetos exclusivos como o LM GT — mas todos feitos apenas sob encomenda.

Scale-Toy-Cobra-6[8]

Contudo, um de seus carros é bem real, e foi feito para seu filho: trata-se de uma réplica em escala do Shelby Cobra. Segundo o próprio Ernesto, a ideia era dar a seu filho a melhor experiência automotiva possível, mas também provar a si mesmo que poderia criar um carro do zero, fazendo todo o trabalho sozinho — desde os primeiros esboços até a montagem final.

Scale-Toy-Cobra-5[9]

Foram mais de 1.600 horas de trabalho, que Ernesto passava à noite, depois do trabalho e nos finais de semana. Todos os componentes foram feitos em um programa de modelagem 3D para obter o máximo de precisão antes de começar o trabalho com fibra de vidro. A carroceria é feita sobre um chasi tubular, com suspensão independente nas quatro rodas, motor dianteiro e tração traseira — como em um Cobra de verdade. Em escala 3/4, o carro mede cerca de três metros de comprimento e 1,3 metro de largura.

Scale-Toy-Cobra-17[8]

Contudo, o motor obviamente não é um V8 289 ou 427 como no Shelby Cobra verdadeiro, e sim um monocilíndrico de 50 cm³ e 7 cv de potência. Parece pouco, mas é capaz de levar o carro de 250 kg a uma velocidade máxima limitada a 40 km/h — mais do que o suficiente para que uma criança se divirta de forma segura. A transmissão é feita por corrente ligada ao diferencial traseiro, que por sua vez é acoplado a uma caixa CVT com marcha ré.

Scale-Toy-Cobra-13[8] Scale-Toy-Cobra-14[8]

Os detalhes de acabamento fazem toda a diferença para que esta réplica ficasse realista. Ernesto usou peças reais onde conseguiu, e o interior conta com mostradores funcionais, interior com acabamento em couro, volante de madeira e faróis e lanternas que acendem. Os pneus são reais e as rodas de liga leve têm 10 polegadas.

Ernesto diz que todo o processo consumiu tempo, dinheiro e energia, mas foi “muito recompensador, proporcionando prazer e experiências que nenhum outro projeto me daria”. Não esperaríamos outra coisa de um presente para um filho.

Scale-Toy-Cobra-4[9]

Mas talvez o garoto não seja o único a dirigir por aí em um desses: Ernesto ficou tão satisfeito com o resultado que planeja produzir mais deles em série limitada com motores a combustão e elétricos. Só não se anime muito com o preço: ele estima que uma réplica vá custar por volta de € 16 mil, ou pouco mais de R$ 52 mil.

Scale-Toy-Cobra-7[9]

[ Fotos: Ernesto Freitas ]

 

Matérias relacionadas

“Han Lue” de Velozes e Furiosos está fazendo um Datsun 240Z de corrida para o SEMA Show

Dalmo Hernandes

Uber é “regulamentado” em São Paulo e precisará atuar como táxi especial – ou contestar a decisão

Leonardo Contesini

O dia em que a Ducati construiu um V8 de Fórmula 1

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados