A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

A nova geração do Onix/Prisma, novo Audi A7 Sportback no Brasil, Jeep Hellcat chega aos 1.200 cv pela Hennessey e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

Nova geração do Onix/Prisma é revelada na China

Clisma

 

Com o Onix/Prisma chegando ao seu sétimo ano de estrada em 2019, a GM do Brasil já está preparando uma nova geração da dupla. O modelo já está em testes por aqui, mas até agora não havia o menor sinal de como ele será, visto que ainda circula sob pesada camuflagem. Mas como sua segunda geração será um modelo global, o novo Prisma já deu as caras na China, onde foi desenvolvido em parceria com a fabricante local SAIC, por meio de imagens vazadas de seu material de divulgação.

As fotos foram publicadas pelo site chinês AutoHome, e mostram um design evolutivo que poderia muito bem se passar por um facelift, não fosse o fato de ser baseado na nova plataforma GEM, inaugurada pelo Buick Excelle. De acordo com o material de divulgação, o novo Prisma — que é chamado de Onix na China — terá 4,47 metros de comprimento, 1,73 metro de largura, 1,47 metro de altura e 2,60 metros de entre-eixos. As medidas representam um aumento significativo em relação ao atual modelo, que tem 4,27 metros de comprimento e 2,52 metros de entre-eixos.

Clismarear

Outra informação publicada pelos chineses foi a motorização do novo Prisma. No mercado chinês ele terá um motor 1.3 aspirado de 103 cv e um 1.0 turbo de três cilindros e 116 cv. Os dois devem estrear no Brasil com esta nova geração do Onix/Prisma, porém deverão tem um pouco mais de potência devido à recalibragem para rodar com etanol e/ou gasolina E27. Nosso palpite, sem pensar muito, seria algo entre 110 e 115 cv para o 1.3 e 125 cv para o 1.0 turbo.

 

Novo Audi A7 Sportback será apresentado no Salão do Automóvel

a7-rear-1508436918

Depois de quase um ano desde sua apresentação na Europa, a nova geração do Audi A7 finalmente dará as caras no Brasil. Ele será apresentado no início de novembro durante o Salão do Automóvel em São Paulo.

A fabricante não confirmou quais versões serão trazidas para o Brasil, mas adiantou que ele terá rodas de 20 polegadas, bancos esportivos com couro Valcona, câmera de 360 graus, sistema de áudio Bang & Olufsen, kit esportivo S line, sistema multimídia MMI Navigation e hotspot wi-fi.

a7-side-1508436918

Todas as versões do A7 Sportback, por enquanto, são equipadas com o motor 3.0 TFSI de 340 cv e 51 kgfm combinado ao câmbio de embreagem dupla e sete marchas, que distribui a força às quatro rodas. Com esse conjunto o carro acelera de zero a 100 km/h em 5,3 segundos e vai aos 250 km/h.

Interior

Apesar de ser apresentado em novembro, o modelo só chegará às concessionárias no primeiro semestre de 2019.

 

Hennessey extrai 1.200 cv do Jeep Trackhawk

hpe1200-jeep-trackhawk-world-record-qt-mile-2-1539622555

Com a SUVização do mundo, era apenas uma questão de tempo para que eles começassem a se tornar esportivos e disputar tempos de aceleração e velocidade máxima. E, como você deve saber, quando se trata de recordes de velocidade a Hennessey sempre aparece com um desafiante. Desta vez, o desafiante é o HPE 1200 Trackhawk, a versão da Hennessey para o Jeep Grand Cherokee Trackhawk.

Como de praxe nos projetos da Hennessey, o número após o HPE indica a potência do carro, nesse caso 1.200 cv. Sim, a Hennessey fez um Grand Cherokee com 1.200 cv. Para extrair tudo isso do utilitário, a preparadora deu ao V8 Hellcat um novo supercharger de 4,5 litros, novos pistões, bielas, comandos de válvula, cabeçotes e coletores de escape. O resultado foi um aumento de 483 cv e 62,8 kgfm — praticamente um Challenger R/T inteiro a mais. Mas isso somente se você abastecer com gasolina de corrida.

hennessey-jeep-trackhawk-113-1539636273

Com esse novo conjunto ele vai de zero a 100 km/h em 2,3 segundos e completa os 402 metros em 9,7 segundos a 233 km/h. Mas para isso você precisa do combustível de corrida e também do jogo de pneus de arrancada. A parte mais legal do HPE 1200, contudo, é que a Hennessey não faz nenhuma modificação estética, o que significa que ele é um “sleeper”, de certa forma.

O que não é tão interessante é o preço: US$ 179.000 — ou R$ 670.000 em conversão direta —, mais que o dobro do modelo original, que sai por US$ 87.700 ou R$ 328.000 em conversão direta.

 

Rolls-Royce Cullinan poderá ganhar versão híbrida

cullinan-mr-1

A Rolls-Royce nunca escondeu que poderia adotar powertrains híbridos ou elétricos em seus carros, argumentando que a principal característica dos modelos não é o desempenho, mas a qualidade de rodagem — daí a tradicional opção da marca por motores seis-em-linha e V12, naturalmente balanceados pelo intervalo angular entre os tempos de combustão dos cilindros. Com os motores elétricos, os Rolls poderiam ser ainda mais silenciosos e ter uma rodagem ainda menos abalada pelo funcionamento do powertrain.

cullinan-tg-2

Embora a marca tenha mencionado os powertrains elétricos somente em conceitos futuristas até agora, um Rolls-Royce eletrificado pode estar mais perto do que se imagina. E ele pode vir da forma mais inusitada possível: no SUV Cullinan. É o que diz o pessoal do Top Gear.

A revista britânica apurou que o SUV deverá ser o primeiro Rolls-Royce com um powertrain híbrido, e será posicionado no topo da linha Cullinan. Isso significa que ele terá mais potência que o atual V12 biturbo de 6,75 litros e 571 cv. Ainda não há detalhes sobre a composição do powertrain, mas é certo que ele continuará baseado no atual V12 biturbo.

 

Harley-Davidson lança FXDR no Brasil

harleydavidsonfxdr

A Harley-Davidson apresentou nesta semana a nova FXDR no Brasil. O modelo foi lançado em agosto nos EUA e chegará às lojas em dezembro por R$ 80.200, e será a primeira de uma série de lançamentos que marcam a nova fase da Harley-Davidson. O modelo é baseado na linha softail e equipado com o motor Milwaukee-Eight 114, um V-twin de 1,868 cm³ e 16,8 kgfm de torque — a Harley não revela a potência do motor.

Matérias relacionadas

Um Audi A3 1.8T conservadíssimo (com câmbio manual!), um Maverick quatro-portas muito novo, um Kadett 1.8 inteiraço e mais no GT40

Dalmo Hernandes

Calibra V6 4×4: a história do último heroi do DTM e seu motor de 15.000 rpm

Dalmo Hernandes

Os carros mais vendidos em maio, o trailer de “Ford vs. Ferrari”, o novo velho Porsche Bergspyder e mais!