A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo BMW M5 em testes, Mazda patenteia novo motor Wankel, Mercedes GT-R quer derrubar Porsche 911 GT3 RS e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Novo BMW M5 já está em testes

Em 2014 vimos aqui mesmo no Zero a 300 que o Mercedes-AMG E63 passaria a ser equipado com um sistema avançado de tração integral, mas ele não será o único a seguir os caminhos da rival Audi. O próximo BMW M5 também deverá receber tração nas quatro rodas — o sistema xDrive, em “BMWês” — com divisão de torque de até 50% para as rodas dianteiras por demanda.

O modelo já está sendo testado, como mostra este vídeo em Nürburgring. A certa altura é possível ver o carro deslizar a traseira, o que pode indicar que ele terá um modo “Race” ou algo similar que mantém a distribuição de torque maior na traseira, ou ainda que este não é o M5 xDrive. Ainda não há muitos detalhes sobre o novo M5, mas ele deverá usar uma versão atualizada do V8 de 4,4 litros biturbo com mais de 600 cv.

 

Mazda patenteia novo motor rotativo

Screen+Shot+2016-04-04+at+9.43.14+AM.png

A Mazda solicitou recentemente o registro de patente de um novo motor rotativo/Wankel. Ao que parece, este pode ser o motor Skyactiv-R, mostrado no conceito RX-Vision no Salão de Tóquio de 2015. Se até agora o retorno do motor rotativo na linha da Mazda era incerto, estas patentes dão alguma certeza de que a fabricante está realmente disposta a isso.

O último Mazda com motor rotativo, o RX8, saiu de linha em 2011 por seu consumo elevado de combustível e níveis elevados de emissões. Contudo, os princípios básicos dos motores Wankel — dimensões compactas e baixo peso — podem ser um caminho a ser seguido em um futuro próximo. Por isso a Mazda está trabalhando em uma forma de fazer os motores rotativos mais econômicos e menos poluentes. Neste novo motor, as válvulas de admissão ficam na parte inferior e as de escape no topo, uma configuração invertida em relação aos motores anteriores. Isso permite que eles sejam instalados em posição mais baixa, reduzindo o centro de gravidade.

mazda_rx-vision_concept_5

Além disso, com os coletores de escape em posição elevada, o caminho até os turbos (sim, ele terá turbos) será mais curto, o que reduz o lag de funcionamento. Por último, o calisador também ficará mais perto do motor, melhorando os níveis de emissões.

Contudo, trata-se ainda de apenas um registro de patente. Se durante o desenvolvimento a Mazda descobrir que o motor não conseguirá se manter dentro dos padrões de consumo e emissões necessários, o projeto dificilmente chegará às ruas.

 

Mercedes AMG GT-R será mais rápido que SLS Black Series e quer competir com 911 GT3

Captura de Tela 2016-04-04 às 12.53.38

 

Sim, vamos falar mais uma vez do Mercedes-AMG GT-R, mas culpem a Mercedes por não falar tudo de uma vez só. Mais exatamente de Tobias Moers, que parece não hesitar em responder o que os jornalistas perguntam (Mr. Moers, we want you here at FlatOut!).

Desta vez, ele disse aos australianos do site Drive que o GT-R será melhor que o SLS AMG Black Series em todos os aspectos e está mirando no Porsche 911 GT3 RS. Para isso, a Mercedes-AMG já confirmou que ele terá esterçamento das rodas traseiras, aerodinâmica ativa e perderá mais de 100 kg em relação ao AMG GT comum. A potência, como já dissemos antes, chegará perto dos 600 cv e ele deverá ser lançado em junho, durante o Goodwood Festival of Speed, em junho.

 

Ford Mustang ganha preparação de 830 cv

ford-mustang-gt-geiger-cars-tuning-1

Se mesmo com o Shelby GT350R você ainda acha que o Mustang é “Fusion demais”, talvez a preparação da GeigerCar faça você mudar de ideia: os caras simplesmente deram ao muscle car 400 cv extras. Sim, eles praticamente dobraram a potência do Mustang, além de dar a ele um visual bem mais agressivo do que o original.

ford-mustang-gt-geiger-cars-tuning-12

A potência agora chega aos 831 cv e o torque a 77,2 mkgf. A empresa não divulgou números de desempenho, mas revelou como extraiu a potência extra: os caras instalaram um compressor de 2,9 litros, pistões forjados, bielas de aço, virabrequim balanceado, escape de aço inoxidável e coletor de ar frio (CAI). Para manter o carro comportado nas curvas, a suspensão ganhou um novo acerto e o pacote GT Performance, que inclui um diferencial Torsen de deslizamento limitado com relação 3,73:1 e pinças de freio Brembo B6. As rodas de 20 polegadas são forjadas e calçam pneus Michelin 255/35 na dianteira e 295/30 na traseira.

Quanto ao visual, o Mustang GT ganhou uma cara mais ameaçadora com a remoção da grade frontal, splitter, saias laterais, spoiler traseiro e difusor de ar feitos de fibra de carbono. A brincadeira custa US$ 125.000 além do preço do carro, mas a GeigerCar vende alguns componentes separados.

 

Matérias relacionadas

É assim que anda um Fiat com motor de dez litros feito 110 anos atrás

Dalmo Hernandes

Três em um: um Honda Accord perua com tração traseira, motor de Skyline e suspensão de 240SX

Dalmo Hernandes

Golf GTI terá versão de 290 cv, os carros usados mais vendidos no Brasil em abril, um recordista de Nürburgring a venda e mais!

Leonardo Contesini