FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo BMW Série 1 flagrado em testes, Chery terá marca de luxo no Brasil, SP e RJ disputam o GP do Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

Nova geração do Série 1 aparece em testes

ef8f82bd-2019-bmw-1series-prototype-less-camo-14

A BMW começou os testes de estrada com os protótipos da nova geração do Série 1 e, como esperado, as primeiras imagens do modelo já chegaram à internet, revelando um pouco do visual do hatchback de entrada da marca.

Batizado com o código F40, o novo BMW Série 1 agora irá compartilhar a plataforma com o Série 2 Active Tourer e os Mini, o que significa que ele terá tração dianteira como seus rivais Mercedes-Benz Classe A e Audi A3 — o que finalmente permitirá que ele seja mais competitivo com mais espaço na traseira e no porta-malas.

Apesar de vestir sua camuflagem adesivada, podemos notar que ele parece simplificado em relação ao antecessor, especialmente com a linha de cintura ascendente, que remete às duas últimas gerações do Ford Focus — o que não é um elogio para um BMW. A dianteira deverá adotar a grade duplo rim mais larga como nos lançamentos mais recentes da marca, e faróis “incisivos”, com um ângulo pronunciado como no Active Tourer e no Z4.

154597b8-2019-bmw-1series-prototype-less-camo-9

Sob o capô o novo “Baby” Bimmer deverá usar os mesmos motores 1.5 turbo de três cilindros nas versões 118i e 120i, bem como o 2.0 turbo de quatro cilindros e até 245 cv na versão M130i xDrive (esta com tração nas quatro rodas) e o onipresente 3.0 turbo seis-em-linha na versão M140i xDrive.

Considerando que o carro já não veste disfarces pesados, mas ainda esconde muitos detalhes sob o adesivo camuflado, ele não deve demorar a ser lançado. Nosso palpite é que ele será a estrela da BMW no Salão de Genebra, em março de 2019.

 

Caoa venderá marca de luxo da Chery no Brasil

45 angle front Chery Exeed TX Hybrid 2018

Depois de transformar a Chery em uma marca “brasileira”, a Caoa agora anunciou seus novos planos para o mercado nacional. Em entrevista ao canal Carro Arretado, o proprietário da CAOA Carlos Alberto de Oliveira Andrade confirmou que irá vender no Brasil os modelos da futura divisão de luxo da Chery, a Exeed.

cheryexeedinterior

O primeiro modelo da marca, o SUV híbrido TX, será lançado em 2019 na China, e tem sua mira apontada para os modelos premium europeus — razão pela qual o modelo foi apresentado no Salão de Frankfurt. Além do TX, a Exeed também mostrou um conceito batizado LX, que dará origem a um SUV-cupê posicionado abaixo do TX.

Chery-EXEED (13)

Na Europa o modelo será lançado somente após 2020, mas no Brasil ele poderá chegar antes disso, logo após seu lançamento chinês. Como observaram nossos camaradas do Motor1 Brasil, a Exeed foi uma das principais motivadoras da compra da operação brasileira da Chery pela Caoa.

 

Rio e SP disputam GP do Brasil a partir de 2021

autodromo-interlagos-gp-brasil-formula1

O atual contrato do GP do Brasil com a Formula One Group encerra em 2020, mas as negociações sobre a renovação já estão em andamento. Desta vez, além da prefeitura de São Paulo, o Rio de Janeiro entrou na briga — mesmo sem ter um autódromo.

Há duas semanas o governador eleito do Rio de Janeiro Wilson Witzel recebeu o chefe da FOM, Chase Carey, há duas semanas e assinou o compromisso de levar o GP do Brasil de volta à capital do estado. Enquanto isso, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou que tentará manter a prova na capital paulista — apesar das discussões sobre o uso de dinheiro público em Interlagos, do qual grande parte se deve à infra-estrutura necessária para a prova da F1.

O problema das duas candidaturas é que os chefes de equipe estão pressionando a Liberty Media, atual proprietária da F1, a excluir as corridas que pagam menos taxas para organizar os Grandes Prêmios. Parte do orçamento das equipes vem destas taxas pagas pelos organizadores das corridas, mas locais tradicionais pagam taxas menores devido a um acordo com Bernie Ecclestone. Com a queda na receita dos direitos de transmissão, as equipes estão pressionando a Liberty Media a eliminar ou cobrar taxas maiores destes países.

Além disso, Chase Carey disse que a F1 deseja continuar no Brasil, mas ainda está longe de decidir se a categoria permanecerá por aqui e qual cidade irá receber a prova, uma vez que nenhuma das duas cidades pode dar garantias à Liberty Media. O Rio de Janeiro não tem um autódromo e dificilmente irá construir um novo em dois anos e meio, enquanto São Paulo ainda não definiu se irá privatizar ou não Interlagos.

 

Toro Rosso anuncia Alexander Albon como titular para 2019

Alex Albon - Portrait

A Toro Rosso anunciou nesta segunda-feira (27) que seu segundo piloto será o tailandês Alexander Albon, de 22 anos. Ao lado de Danil Kvyat ele irá substituir Brendon Hartley e é o primeiro tailandês na F1 em 60 anos, sucedendo Prince Bira, que disputou 11 provas entre 1950 e 1955.

Com o anúncio de Albon, a Fórmula 1 encerra sua “dança das cadeiras” para 2019, restando apenas o anúncio da Force India, que irá mudar de nome após a compra da equipe por Lawrence Stroll, pai de Lance Stroll. Obviamente o jovem canadense será piloto titular da equipe ao lado do mexicano Sergio Perez.

As demais equipes e pilotos serão: Hamilton e Bottas na Mercedes-AMG, Vettel e Leclerc na Ferrari, Ricciardo e Hulkenberg na Renault, Sainz Jr. e Lando Norris na McLaren, Kubica e George Russell na Williams, Grosjean e Magnussen na Haas, Kimi e Antonio Giovinazzi na Alfa Romeo Sauber, e Pierre Gasly e Verstappen na Red Bull.

 

Mercedes apresenta GT R Pro em vídeo

Matérias relacionadas

Brooklands aeroscreen: a história do para-brisa aerodinâmico que veio dos aviões da Primeira Guerra

Leonardo Contesini

Volkswagen Jetta: nova geração ganha novo visual e plataforma MQB

Dalmo Hernandes

Os carros com os faróis mais legais da indústria automotiva – parte 3

Dalmo Hernandes