A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Novo Camaro ZL1 em Nürburgring: mais rápido que o Porsche Carrera GT, Audi R8 V10 e Ferrari 458 Italia

A Chevrolet já vinha derrubando alguns paradigmas sobre os muscle cars desde 2012, quando o Camaro ZL1 da geração passada deu uma canseira nos esportivos europeus e cravou uma volta em Nürburgring perto dos 7:40. Depois, em 2014, foi a vez do Z/28, com seu peso reduzido, motor imenso e comportamento dinâmico digno dos melhores esportivos europeus. Agora, os ‘mericans levaram o novo Camaro ZL1 para o Green Hell. O resultado? É melhor parar de dizer que muscle cars não fazem curvas e toda aquela conversa dos anos 1990.

O modelo completou a volta em Nürburgring Nordschleife em impressionantes 7:29,6. São 11,67 segundos a menos que seu antecessor de 2012. E querem saber a maior? Ele estava equipado com o câmbio automático de dez marchas. Automático, com conversor de torque, nada de embreagem dupla aqui. É claro que a Chevrolet divulgou um vídeo desse feito impressionante:

Sim, ele está longe demais dos atuais recordistas de Nürburgring — que estão na casa dos sete minutos —, mas o tempo do ZL 2017 o coloca em uma vizinhança que jamais imaginaria ver um muscle car naquela região. Estamos falando de carros como a Ferrari 458 Italia, Porsche Carrera GT, Porsche 991 GT3, Lamborghini Huracán LP610-4, Lexus LF-A e Ferrari 458 Speciale.

A volta foi conduzida por Drew Cattel, engenheiro de rodagem e dinâmica do Camaro. Curiosamente, ele deixou o carro no modo automático durante toda a volta, completando o percurso sem fazer uma única redução ou subida de marcha por conta própria. Lembra que a Chevrolet disse que seu câmbio seria mais rápido que o PDK da Porsche? Ele pode não ser, mas o fato de deixá-lo no modo automático é uma forma de a Chevrolet mostrar a eficiência da caixa. Quem achar que uma volta em Nürburgring em 7:29 com câmbio automático não divertida o bastante poderá comprar o carro com o câmbio manual de seis marchas.

2017-Chevrolet-Camaro-ZL1

Observando o comportamento do carro no vídeo, o que nos chamou a atenção foi a precisão da dianteira, que aponta exatamente para onde Cattel pede ao volante. A GM não disse se o carro está com pneus slick ou se há alguma modificação — é possível apenas ver que o banco é Sparco e os cintos são de competição. Contudo, considerando que a marca passou os últimos meses testando e desenvolvendo o carro no circuito e que o tempo de volta foi divulgado oficialmente, é quase certo que estas são as únicas modificações.

2017-Chevrolet-Camaro-ZL1-Engine-01

Nesta nova geração do ZL1, o esportivo está menor e mais leve, e agora é equipado com o motor V8 LT4 usado no Corvette Z06, que também desloca 6,2 litros e também traz um supercharger em cima. São 649 cv e 88,5 mkgf —  61 cv e 11,6 mkgf de torque a mais que o ZL1 anterior.

Matérias relacionadas

Dodge Challenger agora pode ser comprado com tração nas quatro rodas

Leonardo Contesini

Este é o Mazda Miata Speedster que o mundo precisa urgentemente

Leonardo Contesini

Hora de dizer adeus: Chevrolet deixa de vender o Classic depois de quase 21 anos

Leonardo Contesini