A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo Honda Civic em testes no Brasil, Volkswagen lança Golf de pista com 335 cv, Chevrolet mostra edição de 50 anos do Camaro e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Novo Honda Civic já está em testes no Brasil

1916303_950620054993638_2626476036127565838_n-1

O novo Honda Civic ainda não tem data marcada para chegar às lojas brasileiras, mas já está entre nós. O modelo está sendo testado pelas ruas brasileiras sem muita preocupação em esconder os detalhes do carro, como mostra o flagra publicado em um dos grupos de leitores do FlatOut nas redes sociais.

A nova geração do Honda Civic irá estrear no Brasil o novo motor 1.5 turbo, que deverá se tornar flex e produzir pouco mais que os 176 cv da versão americana, somente a gasolina. Nas versões de entrada, o motor 1.8 será substituído pelo atual 2.0 flex de 155 cv — possivelmente com algum upgrade para chegar próximo dos 160 cv. A nova plataforma tornou o Civic 3 cm mais longo entre os eixos para ampliar o espaço na cabine, algo que a largura 5 cm maior também ajuda. Como dissemos mais acima, ainda não há data de lançamento, mas espera-se que ele seja lançado na metade do segundo semestre.

 

Golf ganha versão radical para as pistas com 335 cv

landscape-1457393940-tcr-front

O Golf GTI, do jeito que sai da fábrica e entra na sua garagem, já é um belo esportivo capaz de alternar o uso diário no trânsito e uma escapada para o track day no fim de semana. Imagine então o que o esportivo seria capaz se você pudesse abrir mão dos bancos traseiros e tudo que só serve para aumentar o peso do carro na pista? Não precisa imaginar, pois a Volkswagen decidiu fazer isso.

gallery-1457394859-tcr-side

 

Este é o Golf TCR, uma versão exclusiva para as pistas desenvolvida pela Volkswagen usando como base o Golf GTI de série. Ele tem até as duas portas traseiras. Para transformá-lo em um bólido de pista, a Volkswagen trabalhou no motor para extrair 115 cv a mais do 2.0 turbo, chegando a 335 cv. O banco de trás foi removido e em seu lugar agora está uma parte da gaiola de proteção que equipa o carro. O câmbio DSG foi substituído por uma caixa sequencial de seis marchas, o tanque deu lugar a uma célula de combustível aprovada pela FIA, assim como o banco fixo esportivo.

gallery-1457394579-tcr-rear-3

O Golf TCR também tem bitolas 40 cm (sim: centímetros) mais largas – o que exigiu para-lamas mais largos — e uma asa traseira fixa de corrida. O único problema é que ele só terá 20 unidades — e todas elas já foram vendidas.

Mitsubishi lança nova versão do ASX no Brasil

277281_582635_0983_asx2016_murilomattos_2016_edit

O Mitsubishi ASX ganhou nesta semana uma nova versão no Brasil. Batizado ASX-S, o modelo traz uma lista de equipamentos mais recheada, com itens exclusivos da versão. Por fora, o ASX-S tem o teto pintado de cinza, faróis com máscara negra, rodas de 18 polegadas na cor grafite fosco e luzes diurnas integradas ao para-choque. Para-choques, saia e frisos são pintados na cor do carro, enquanto a grade segue o padrão cinza e preto fosco das rodas.

Por dentro o ASX-S tem bancos de couro com tecido preto e aquecimento, além de regulagem elétrica no banco do motorista. A lista de equipamentos inclui sistema multimídia, volante multifuncional, nove airbags, tração 4×4 e controles de tração e estabilidade. Serão feitas apenas 200 unidades do modelo, que serão identificadas por uma plaqueta numerada de 1 a 200 afixada no lado direito do painel. O ASX-S é oferecido em preto, branco ou prata, e custa R$ 120.990.

 

Chevrolet lança edição especial de 50 anos do Camaro

50th-Camaro-13

Acredite: o Camaro já está chegando ao seu 50º aniversário. Para comemorar essa data, a Chevrolet irá produzir uma versão igualmente especial do muscle car. Batizada 50th Anniversary Edition, ela será oferecida nas versões cupê e conversível com motores V6 ou V8 e, claro, uma lista de equipamentos exclusivos.

O Camaro 50th Anniversary Edition será pintado somente na cor Nightfall Gray Metallic, usará rodas de 20 polegadas “50th anniversary” e terá um conjunto de faixas e emblemas com o mesmo motivo comemorativo. A grade dianteira também é exclusiva, com detalhes em cromo acetinado. A dianteira ainda tem splitter na cor do carro e as pinças de freio são laranja.  Por dentro o Camaro aniversariante tem detalhes em camurça e costuras laranja.

 

Ford Ka “brasileiro” será vendido na Europa

Ford-Ka-2016-Side

A atual geração do Ford Ka, que foi desenvolvida pelo braço brasileiro da marca, será vendido na Europa ainda neste ano como Ka+. O modelo irá substituir a segunda geração do Ka europeu, baseada no Fiat 500 e oferecido apenas com duas portas.

Além da estratégia de modelos globais adotada pela Ford nos últimos anos (e responsável pela ida do Mustang e EcoSport à Europa), a intenção é tornar o Ka mais competitivo no Velho Mundo. Ainda não há detalhes sobre motorização e versões, mas sabe-se que ele terá uma variação do motor 1.0 EcoBoost de três cilindros, e sistema multimídia com tela de 4,2 polegadas, volante de couro e ar-condicionado (geralmente um opcional na Europa).

O modelo custará cerca de £ 8.000 (algo em torno de R$ 42.000) no Reino Unido, podendo chegar a £ 10.000 (R$ 60.000 nas versões mais caras).

 

Sergio Marchionne diz que Ferrari elétrica “é algo quase obsceno”

laferrari-vs-p1

Uma Ferrari híbrida pode soar chocante para os mais puristas, mas é algo aceitável por ser uma tecnologia originada nas pistas da Fórmula 1, como tudo o que a Ferrari coloca nas ruas. E embora muitas marcas tradicionais estejam produzindo conceitos e até modelos elétricos, não espere que a Ferrari faça algo do tipo. Aí já seria demais, não?

Pois é o que pensa o chefão da Ferrari, Sergio Marchionne. Além de não ser um grande fã dos carros elétricos, durante uma entrevista coletiva no Salão de Genebra, ele foi claro sobre o que pensa a respeito de uma Ferrari elétrica: “É um conceito quase obsceno!”. E quando o papo enveredou para os carros autônomos, ele foi ainda mais dramático sobre uma Ferrari que dirige sozinha: “Você terá que me dar um tiro antes” — exatamente a mesma resposta que Marchionne usou quando questionado sobre uma Ferrari SUV.

Matérias relacionadas

Um Gol TSi turbinado, um Opala Diplomata preparado, um BMW 540i E39 modificado e mais no GT40

Dalmo Hernandes

Tokyo Auto Salon 2018: todas as culturas no maior evento de carros modificados do Japão

Dalmo Hernandes

CEO da Honda quer o Civic Type R, leilão de capacetes para caridade, flagra da Fiat Toro, Toyota GT86 especial e mais!

Gustavo Henrique Ruffo