Novo Mercedes G63 AMG chega ao Brasil por mais de 1 milhão, Jetta é flagrado sem disfarces no Brasil, Volkswagen anuncia o fim do Fusca e mais!

Leonardo Contesini 14 setembro, 2018 0
Novo Mercedes G63 AMG chega ao Brasil por mais de 1 milhão, Jetta é flagrado sem disfarces no Brasil, Volkswagen anuncia o fim do Fusca e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Novo Mercedes-AMG G63 chega ao Brasil por R$ 1.000.000

18c0346-006

A Mercedes-AMG está lançando no Brasil a nova geração do G63, agora equipado com o motor V8 biturbo de quatro litros já usado nos demais esportivos da divisão.

Ele será oferecido em duas versões: a básica e a especial de lançamento Edition 1. Ambas usam uma variação de 585 cv e 86,7 kgfm do V8 — é a mesma potência do AMG GT R, porém no utilitário o motor usa cárter úmido em vez de seco. O câmbio é o 9G-Tronic de nove marchas. Apesar de ter 2,5 toneladas, o utilitário ainda acelera de zero a 100 km/h em 4,5 segundos, porém sua velocidade máxima é limitada eletronicamente a 220 km/h.

20180913-59571b2d8ce44497ab8d2ecec126343b-18c0089-131

Como um bom Classe G, ele mantém suas capacidades off-roaders com três modos de bloqueio de diferencial, três modos de terreno (areia, trilha e pedra) e cinco modos de condução (Slippery, Comfort, Sport, Sport+ e Individual — este último configurável pelo motorista).

Os preços do AMG G63 partem de R$ 1.049.900 para a versão básica e R$ 1.179.900 para a versão especial Edition 1, que acrescenta apenas uma faixa decorativa nas laterais, rodas pintadas de preto com bordas em vermelho, bancos com costuras matelassê, elementos de fibra de carbono no acabamento interno e volante com base plana.

 

Nova geração do Jetta já circula emplacada e sem disfarces

JettaGrip1

Fotos: AutoPapo/Alexandre Carneiro

Ainda falta uma semana para a apresentação do novo Jetta, mas o modelo já está circulando pelas ruas brasileiras sem disfarces e emplacado. Os exemplares foram flagrados pelo site AutoPapo, no centro de treinamento da Volkswagen em Belo Horizonte. A julgar pelas rodas, aparentemente de 16 polegadas, tratam-se de exemplares da versão de entrada Comfortline.

Se equipado como o Comfortline mexicano (o modelo é fabricado no México, porém pode ter pacotes diferentes para o Brasil), ele virá equipado com faróis e lanternas de LED e sistema multimídia com tela de 6,5 polegadas, bem como as rodas de 16 polegadas de liga leve.

Estão previstos ainda os modelos R-line e Highline, ambos equipados com rodas de 17 polegadas, bancos de couro e sistema multimídia com tela de 8 polegadas. Todos são equipados com o motor 1.4 TSI de 150 cv combinados ao câmbio Tiptronic de seis marchas.

jetta-2019_traseira_black-1103x827

Fotos: AutoPapo/Alexandre Carneiro

Os preços ainda não foram divulgados, mas eles devem ficar entre R$ 105.000 e R$ 110.000, o que posiciona o Jetta entre o Golf Variant Comfortline e o Golf hatch 1.4 TSI Comfortline. O lançamento oficial para a imprensa será realizado no próximo dia 20 de setembro. Veja mais fotos dos modelos no AutoPapo.

 

Volkswagen anuncia o fim do Fusca

2019-beetle-convertible-final-edition-large-8695

A Volkswagen anunciou nesta última quinta-feira o fim do Fusca. O modelo deixará de ser produzido em 2019 e entrará para a história pela segunda vez — a primeira foi em 2003, quando a primeira geração foi encerrada no México, o país onde foi produzido por mais tempo.

Para marcar o encerramento da produção, a Volkswagen lançou a série especial Final Edition, que será oferecida somente nos EUA como cupê e conversível, nas versões SE e SEL, e com cinco opções de cores — branco, preto e cinza, além das exclusivas azul e bege, que remetem ao modelo clássico.

2019-beetle-final-edition-large-8693

As duas versões serão equipadas com sistema de chave presencial para abertura das portas e partida do motor, ar-condicionado automático, sistema de alerta de pontos cegos e iluminação interna com três opções de cores selecionáveis. A versão SE é equipada com rodas de 17 polegadas, enquanto a SEL as troca por modelos de 18 polegadas e ainda ganha sistema multimídia com navegação, sensores de estacionamento e sistema de áudio Fender. O motor é o mesmo 2.0 TSI do modelo que foi oferecido no Brasil, porém com 175 cv em vez dos 211 cv.

Ainda não há planos para substituir o Fusca de imediato, mas a Volkswagen cogita um modelo elétrico para a próxima década, com motor traseiro como o original. Antes disso, a marca deve lançar o I.D. Buzz, uma releitura futurista da Velha Senhora, a Kombi.

Pirelli divulga preview do GP de Singapura

22641_15-SG-Preview-750-EN

Neste fim-de-semana a Fórmula 1 vai a Singapura, e a Pirelli, como de praxe, divulgou a seleção de pneus e o preview técnico desta prova noturna do calendário. A escolha de compostos traz pela terceira vez no ano os pneus hipermacios (as outras duas foram em Mônaco e no Canadá) e a quarta vez em que há um salto entre a dureza dos pneus. Além dos hipermacios, os pilotos e equipes poderão optar pelos ultramacios e macios, “pulando” o supermacio. Também é a primeira vez que esta combinação peculiar é usada na F1.

FlatOut 2018-09-14 às 10.25.12

A motivação da escolha é justamente devida ao fato de a prova ser realizada durante a noite. Com temperatura ambiente mais branda, a evolução de temperatura da pista não é a mesma das provas diurnas — a superfície começa muito fria e tem uma evolução mais radical ao longo da corrida. Também é o circuito com o maior número de curvas no calendário, com 23 mudanças de direção no total, o que significa que os pneus trabalham mais lateralmente do que em qualquer outro circuito. O pneu traseiro esquerdo é o mais exigido.

FlatOut 2018-09-14 às 10.25.23 FlatOut 2018-09-14 às 10.26.13

Além disso, por ser um circuito de rua, o asfalto está muito “verde” na primeira sessão de treinos e historicamente a prova teve intervenção do safety car em todas as suas edições, o que afeta a estratégia de paradas.

“Escolhemos os hipermacios para Singapura, o que deve abrir um leque de diferentes possibilidades para a estratégia dependendo dos pneus escolhidos por cada piloto. Ao optarmos por um “salto” nas denominações de compostos, também esperamos obter um salto de performance entre os diferentes compostos. Há inúmeras permutas táticas possíveis, que também podem ser influenciadas pelos safety cars e todos os elementos imprevisíveis inerentes a um circuito de rua. De nosso ponto de vista, embora a volta seja lenta, os pneus precisam lidar com a alta temperatura, a alta umidade, o grande número de curvas e os perigos de um circuito de rua, como a ausência de áreas de escape e o grip variável. O fato de ser realizada a noite também inclui uma variável extra.” – Mario Isola, gerente de motorsport internacional da Pirelli.

 

Chevrolet anuncia recall do Equinox

chevrolet-equinox-2018-side

Além de BMW e Toyota, que anunciaram seus recalls nesta semana, a Chevrolet também está convocando um de seus modelos para reparos. Os proprietários dos SUV/crossover Equinox produzidos entre março e junho deste ano devem levá-los às concessionárias para revisão do sistema de freios.

Em alguns casos, uma falha no processo de revestimento dos pistões das pinças traseiras podem causar um vazamento de hidrogênio, que forma bolhas no sistema e pode reduzir a eficiência da frenagem. O reparo consiste na sangria do sistema de freio e nivelamento do fluido. Leva 45 minutos, em média, e pode ser realizado em qualquer concessionária mediante agendamento. As unidades envolvidas têm o número de chassi compreendido entre JS623611 e JS646613. A marca disponibiliza o telefone 0800-702-4200 e o site www.chevrolet.com.br para mais informações.

 

Hennessey mostra seu Demon de 1.200 cv em ação

Já falamos em outra ocasião que a Hennessey não pretendia realmente “matar” o Demon com seu Camaro Exorcist. Eles queriam apenas aproveitar a ocasião para fazer propaganda de seu novo pacote de preparação para o muscle car da Chevrolet — em uma demonstração muito espera de senso de oportunismo. Publicidade grátis como poucos sabem fazer. Prova disso é que a Hennessey não demorou para lançar seu pacote de preparação para o próprio Demon. Ou você achava que eles iam ficar fora dessa?

Originalmente o carro sai de fábrica com 852 cv (se abastecido com gasolina de corrida e com a ECU de arrancada), mas a Hennessey, claro, deu um jeito de aumentar esse número expressivamente, como sempre faz com os carros que passam em sua oficina. Com um novo supercharger, novos componentes internos e uma reprogramação da ECU do motor, o V8 agora produz insanos 1.200 cv e certamente consegue completar o quarto-de-milha em um tempo bem inferior aos 9,83 segundos declarados pela fabricante para o modelo original. Quanto exatamente é algo que ainda não sabemos, uma vez que o vídeo acima foi registrado durante testes de validação do protótipo, mas os primeiros kits não devem demorar para chegar às ruas, e os tempos logo começarão a aparecer.

 


17710935037933873302