A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo programa de Clarkson terá comparativo com LaFerrari, P1 e 918 Spyder, Uber será regulamentado em SP, Mitsubishi lança L200 em parceria com KTM e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Gear Knobs deve começar com supercomparativo de LaFerrari, P1 e 918 Spyder

Clarkson-Hammond-May-Amazon

Uma foto twittada por Jeremy Clarkson mostra que a turma do Gear Knobs não está de brincadeira. Gear Knobs deve ser o nome do programa dele com James May e Richard Hammond, que também aparecem na frente da Ferrari LaFerrari, do McLaren P1 e do Porsche 918 Spyder, os superhíbridos.

Além das duas trincas de peso, a foto de Clarkson também mostra o que ele chama de “equipe esqueleto”, com uma quantidade enorme de gente, dois caminhões e um caminhão-grua, para as filmagens.

Não sabemos se Andy Wilman, o produtor e quarto elemento do programa, também aparece no meio da “equipe esqueleto”, mas ele não deve ser esquecido. É ele o cérebro da brincadeira toda, ao lado de Clarkson. As maluquices do novo programa, que deve ser bem parecido com o antigo Top Gear, deverão sair de sua cachola.

Antes de querer assistir ao programa por aqui, temos de querer que o serviço, o Amazon Prime, seja vendido também no Brasil. Por enquanto, necas.

 

Prefeitura de São Paulo irá regulamentar Uber… transformando-o em táxi

uber-taxi

Depois de meses de polêmicas e até de uma “perseguição oficial” aos motoristas do Uber, a Prefeitura de São Paulo finalmente irá regulamentar o serviço. Segundo o telejornal Bom Dia São Paulo, da TV Globo, o Uber — e todo serviço análogo — será regulamentado por uma emenda na lei municipal, que criará uma nova categoria chamada “táxi por aplicativo”. A nova regra exige que o carro seja preto, tenha quatro portas e até cinco anos de uso, as tarifas terão um valor máximo e os carros não precisarão de taxímetro.

Em relação aos táxis, os carros do Uber (ou de qualquer futuro serviço análogo) serão proibidos de trafegar pelos corredores de ônibus (como já acontece atualmente) e haverá uma licença especial para esses carros. Os motoristas também precisarão pagar um valor mensal à prefeitura — que será inferior ao pago pelos taxistas. O jornal Estado de São Paulo fala em 5.000 licenças de R$ 60.000 cada.

Apesar da emenda, o prefeito Fernando Haddad ainda precisa vetar a lei aprovada em 9 de setembro pela Câmara Municipal que proibiu o aplicativo Uber em SP. A regulamentação do Uber é importante para que não haja dúvida sobre a legalidade do serviço, porém, ela esbarra na lei federal, que reserva aos táxis a atividade de transporte público individual de passageiros, além de intervir diretamente na cobrança, impondo um teto a ela. No fim, o que a prefeitura de SP está fazendo é transformá-los em um táxi “diferente”. Nada além disso.  Leia mais sobre o caso Uber vs. Taxistas neste post, publicado há alguns meses.

 

Mitsubishi apresenta L200 criada em parceria com a KTM

FlatOut 2015-10-08 às 11.52.03

A Mitsubihi não produz motos, mas deu as caras no Salão Duas Rodas com uma versão especial limitada da picape L200. O modelo, batizado L200 Triton KTM Series, foi desenvolvia em parceria com a fabricante austríaca de motos (e do X-Bow) KTM. Ela será limitada a 200 unidades e começa a ser vendida em novembro, por R$ 123.990.

A versão especial é pintada na cor laranja característica da KTM, e equipada com rack de teto, para-choque de impulsão, arcos dos para-lamas, molduras dos faróis de neblina, maçanetas retrovisores e para-choques pintados de cinza grafite, assoalho revestido com borracha vulcanizada, novos revestimentos dos bancos, engate de reboque, protetor e extensor de caçamba com proteção de neoprene para não danificar a pintura com a tampa abaixada.

FlatOut 2015-10-08 às 11.52.15

O motor é o 3.2 turbodiesel de 180 cv e 38 mkgf, e trabalha com o câmbio manual de cinco marchas e tração 4×4 com reduzida e diferencial traseiro de deslizamento limitado. As rodas são de 16 polegadas e usam pneus mistos Pirelli ATR 265/70.

 

Fiat Aegea deverá ser feito no Brasil, diz site português

Fiat_Aegea_01-620x428

Citando fontes na Fiat, o site português AutoMonitor disse que o Aegea, novo modelo médio da Fiat, não ficará restrito à Turquia. Segundo a tal fonte, logicamente anônima, o modelo será fabricado também Índia e no Brasil. Mais especificamente em Goiana, Pernambuco, na mesma fábrica em que hoje é produzido o Renegade.

Além da versão sedã, o Aegea terá também a hatch, substituta do Bravo, e a perua. Torcemos para que, se a informação for correta, todas as três sejam fabricadas por aqui e para que a Fiat não seja gananciosa com sua perua média. O sedã tem 4,50 m de comprimento, 1,78 m de largura, 1,48 m de altura e entre-eixos de 2,64 m, o sedã tem porta-malas de 510 litros.

FlatOut 2015-10-08 às 11.49.25

Na Turquia, o modelo substituirá o Linea, campeão de vendas do país há anos. E deverá adotar os motores 1.4 Fire, 1.6 E.torQ e duas opções de turbodiesel, os MultiJet 1.3 e 1.6, conforme mostra a imagem acima, compartilhada pela página Ferd, no Facebook.

 

Toyota mostra seus conceitos para o Salão de Tóquio

FlatOut 2015-10-08 às 12.01.28

A Toyota não quer deixar nenhum concorrente se sair melhor do que ela no Salão de Tóquio. Para tanto, vai ao evento com quatro conceitos, mutos deles próximos da realidade.

O mais interessante é o S-FR, conceito que antecipa o mini GT86 de que falamos em maio deste ano. Com motor 1.5, o conceito, também conhecido por seu nome de desenvolvimento, 69DZ, tem tração traseira. O motor2 NR-FKE de quatro cilindros, com injeção direta, rende 128 cv. Não há dados sobre o peso do conceito, mas a versão de produção ficará abaixo de 1 tonelada. A previsão de lançamento do carro é até 2018, mas, considerando o quanto do “conceito” já parece pronto para a produção em série, nós arriscaríamos um prazo mais curto.

Outro conceito da marca vai na linha ambientalmente correta. O FCV Plus tira um pouco o brilho do FCV, da Honda, por oferecer a mesma solução de gerador de energia não só portátil, mas móvel, gerando eletricidade por meio de suas pilhas de combustível e entregando-a à rede por meio de smart grids. Mas também poderá servir de estufa, com seu enorme teto de vidro.

FlatOut 2015-10-08 às 12.16.26

O mais radical deles é o Kikai, um conceito que pretendia ser a pornografia automotiva em pessoa, com suspensões e motor expostos sem o menor pudor, mas só conseguiu mostrar o quanto um carro seria esquisito sem belas folhas de metal dobrado em torno de sua estrutura. Com três lugares, sendo o do motorista central, o Kikai faz uma bela homenagem ao McLaren F1 em seu interior.

FlatOut 2015-10-08 às 12.16.37

Por fim, o último conceito é o que mais rapidamente deve chegar às ruas. Chamado de Kirobo Mini, ele não tem rodas nem transporta ninguém a lugar nenhum. É um robozinho de companhia, que conversa com seus donos, como fez o Kirobo original com um astronauta japonês que foi para a ISS, Estação Internacional Espacial, em 2013.

KIROBO_MINI_000

Deve ser posto à venda em breve no Japão. No Brasil, se for vendido algum, será chamado de Kiroubo por casa do dólar.

 

Mitsubishi leva ao Salão de Tóquio o eX, que antecipa o futuro ASX

FlatOut 2015-10-08 às 12.25.18

A Mitsubishi pretende mostrar no Salão de Tóquio um crossover completamente elétrico, o eX. É até possível que o modelo seja produzido em série, inclusive porque a marca já vende um modelo elétrico, o i-MiEV, mas a revista britânica Autocar diz que o que ele traz de mais importante é antecipar o estilo do futuro ASX.

Ainda de acordo com a revista, a Mitsubishi pretende ampliar sua oferta de crossovers. Dos atuais dois, o ASX e o Outlander, ela deve chegar a cinco até 2020. O eX, portanto, poderia ser o modelo que substituirá o ASX, que tende a se tornar maior.

Matérias relacionadas

Genesis G70: a arma da Hyundai em sua declaração de guerra aos sedãs alemães

Dalmo Hernandes

Bullitt “para inglês ver”: Ford Mustang e Dodge Charger do filme se reencontram em Goodwood 50 anos depois

Dalmo Hernandes

Os novos carros de GTA V, uma garota a 320 km/h em Bonneville, o BMW M5 de Paul Walker e mais!

Leonardo Contesini