Novo Série 3, Z4 e i8 Roadster: os destaques da BMW no Salão do Automóvel

Dalmo Hernandes 7 novembro, 2018 0
Novo Série 3, Z4 e i8 Roadster: os destaques da BMW no Salão do Automóvel

Dando sequência à cobertura especial do FlatOut no Salão do Automóvel, chegou a hora de falar de mais um membro do trio de ferro alemão: a BMW. A marca bávara não poupou novidades para o evento no São Paulo Expo. Além do novo Série 3, que recebeu posição de destaque, a companhia trouxe três lançamentos a céu aberto – o híbrido i8 em sua versão Roadster; o Z4, primo alemão do Toyota Supra, e o i8 Roadster. E também aproveitou pra divulgar seus modelos mais recentes e quase toda a sua família Motorsport, do M2 ao M5.

Com a apresentação feita há cerca de um mês, a presença do BMW Série 3 G20 no Salão do Automóvel era uma incógnita, mas acabou se concretizando. O carro apresentado no estande era um 330i, com um quatro-cilindros turbo de dois litros e 258 cv entre 5.000 rpm, além de 40,8 mkgf de torque entre 1.550 e 4.400 rpm. Sendo uma versão atualizada do motor B48 utilizado na geração anterior, o propulsor tem força suficiente para levar o sedã de zero a 100 km/h em 5,8 segundos com máxima limitada em 250 km/h.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-38

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

ASSINE

Os assinantes possuem acesso livre para todo o conteúdo do FlatOut. incluindo matérias especiais, de R$ 14,90 por apenas R$ 9,90 por mês.

CROWDFUNDER

Membro especial, com descontos em nossa loja e em parceiros. Participe do nosso grupo secreto no Facebook e fique próximo à equipe do FlatOut

Ainda que a BMW tenha optado por uma abordagem evolutiva na hora de desenhar o novo Série 3, observando o G20 de perto é mais fácil identificar as diferenças em relação à geração anterior – os faróis ficaram visivelmente mais baixos e largos, assumindo um contorno mais limpo e afilado.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-41 flatout-salao-automovel-2018-bmw-40

Também é notável o aumento nas dimensões – com 4.709 mm de comprimento, 1.827 de largura e 1.442 mm de altura, o carro ficou 85 mm mais longo, 16 mm mais largo e 1 mm mais alto do que antigo. O entre-eixos também cresceu – com 2.851 mm, são 41 mm a mais de espaço para os ocupantes, especialmente os que viajam no banco de trás.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-43 flatout-salao-automovel-2018-bmw-44

Pessoalmente também é possível constatar que a mudança do lado de dentro foi maior do que na carroceria. O interior do F30, que foi lançado em 2011, já estava começando a ficar datado – especialmente no tamanho e nas formas do painel. O atual Série 3 ganhou em refinamento e desenho, com formas mais esbeltas e atuais. Repare como a tela da central multimídia ganhou destaque, ligando-se à região do cluster de instrumentos – que agora é digital; e também como os comandos com botões físicos passaram a ocupar uma área menor.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-45 flatout-salao-automovel-2018-bmw-47 flatout-salao-automovel-2018-bmw-46

Também há mudanças que não se vê logo de cara, como os novos amortecedores progressivos que, pela primeira vez, são de série em todas as versões do Série 3; e a adoção de elementos de alumínio na estrutura que ajudaram a reduzir o peso do sedã em até 55 kg, dependendo da versão considerada, em relação à geração passada. A BMW frisa que o centro de gravidade ficou mais baixo, e que a distribuição de peso entre os eixos é de 50:50.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-43

A fabricante ainda não confirmou quais serão as versões chegarão ao nosso mercado, mas não é exatamente impossível deduzir – até agora existem duas versões a gasolina: o já citado 330i de 258 cv, e o 320i, que é movido por uma versão mais mansa do motor quatro-cilindros turbo, com 184 cv entre 5.000 e 6.500 rpm e 30,6 mkgf de torque entre 1.350 e 4.000 rpm.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-39

Certamente as duas serão as primeiras a ser vendidas no Brasil – importadas da Alemanha, já no início do ano que vem. Confirmada está a fabricação em Araquari, Santa Catarina, a partir do segundo semestre de 2019.

 

BMW Z4 – o Supra alemão

flatout-salao-automovel-2018-bmw-14

Para agradar aos fãs de conversíveis, a BMW trouxe de volta neste ano o Z4 – a metade alemã do Toyota Supra A90, com quem divide a plataforma, certos elementos do interior (para a tristeza dos fãs do JDM) e o motor seis-cilindros com turbo twin-scroll de três litros, que no Z4 é utilizado pelo M40i.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-15 flatout-salao-automovel-2018-bmw-18

Na atual geração, de código G29, são 340 cv entre 5.000 e 6.500 rpm, com 51 mkgf de torque entre 1.600 e 4.500 rpm – suficientes para que o carro vá de zero a 100 km/h em 4,6 segundos.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-11

Foi esta a versão trazida para o Salão do Automóvel, embora também esteja disponível em outros mercados um quatro-cilindros turbo igual ao utilizado pelo novo Série 3, com dois níveis de potência – 191 cv e 258 cv nos modelos SDrive20i e SDrive30i, respectivamente.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-12 flatout-salao-automovel-2018-bmw-19

O M40i presente no Salão também conta com suspensão adaptativa, freios e diferencial traseiro com blocante eletrônico, todos parte da linha M Sport. As rodas são de 19 polegadas, modelo M, com pneus de medidas 255/40 na dianteira e 275/40 na traseira.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-20

 

i8 Roadster: híbrido a céu aberto

flatout-salao-automovel-2018-bmw-1

 

Ainda falando em conversíveis, também está no estande da BMW no Salão o i8 Roadster. A versão conceitual do carro foi apresentada em 2012 no Salão de Pequim, na China, e na época a fabricante confirmou que a versão de produção seria apresentada em 2018. Dito e feito.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-4

A versão aberta difere da versão fechada não apenas pela capota automática, mas pelo fato de ter apenas dois lugares. O teto dobrável ocupa o espaço que, no i8 cupê, abriga o banco traseiro de dois lugares – que não é dos mais espaçosos, como em todo 2+2.

flatout-salao-automovel-2018-bmw-10flatout-salao-automovel-2018-bmw-6flatout-salao-automovel-2018-bmw-8

O conjunto mecânico é exatamente o mesmo: montado em posição central-traseira há um três-cilindros de 1,5 litro com turbo e 231 cv, ligado a uma caixa automática de seis marchas. Na dianteira fica um motor elétrico de 131 cv. A potência combinada de 362 cv é suficiente para que o i8 vá de zero a 100 km/h em 4,4 segundos, com máxima limitada em 250 km/h. Também é possível utilizar apenas o motor elétrico – no caso a autonomia é de 37 km.

Confira, a seguir, a galeria com fotos extras do estande da BMW no Salão do Automóvel de SP:

flatout-salao-automovel-2018-bmw-22 flatout-salao-automovel-2018-bmw-21 flatout-salao-automovel-2018-bmw-26 flatout-salao-automovel-2018-bmw-30 flatout-salao-automovel-2018-bmw-29 flatout-salao-automovel-2018-bmw-24 flatout-salao-automovel-2018-bmw-25 flatout-salao-automovel-2018-bmw-28 flatout-salao-automovel-2018-bmw-27 flatout-salao-automovel-2018-bmw-31 flatout-salao-automovel-2018-bmw-32 flatout-salao-automovel-2018-bmw-33 flatout-salao-automovel-2018-bmw-23 flatout-salao-automovel-2018-bmw-34 flatout-salao-automovel-2018-bmw-35 flatout-salao-automovel-2018-bmw-36 flatout-salao-automovel-2018-bmw-5