FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo Supra aparece em vídeo oficial e em versão de corrida, Subaru volta a usar pintura azul nas pistas, os novos Civic Type R da Mugen e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Novo Supra aparece sem disfarces em tweet da Toyota Mexico

Quando achávamos que não aconteceriam mais vazamentos do novo Toyota Supra, fomos surpreendidos novamente: nas primeiras horas de hoje a divisão mexicana da Toyota tuitou um vídeo com o novo Supra em movimento – naquela que é provavelmente visão que tivemos do aguardado esportivo até agora. O tweet faz referência à chegada do Supra ao Japão, e o vídeo também mostra o presidente da Toyota, Akio Toyota, dizendo que já era hora de o emblemático cupê ganhar uma nova geração.

O tweet foi publicado nesta manhã de 11 de janeiro, mas foi apagado em seguida — porém não antes que fossem feitas cópias do conteúdo, que você vê neste post.

Paralelamente, a Toyota divulgou um teaser com a traseira do carro, acompanhado da data de lançamento no Salão de Detroit: segunda-feira, 14 de janeiro de 2019. A apresentação do carro será transmitida ao vivo neste link, e está marcada para as 9:40 da manhã no horário local – 12:40 no horário de Brasília. (DH)

 

Toyota GR apresenta Supra Super GT

Enquanto o Supra 2020 não chega, a Toyota apresentou nesta sexta-feira (11) um último conceito do Supra: o GR Supra Super GT, uma versão de corrida do novo esportivo, que irá disputar a série Super GT no Japão em 2020, substituindo o atual Lexus LC.

A Toyota Gazoo Racing não deu muitos detalhes sobre o conceito, mas as mudanças em relação ao modelo original são evidentes. A dianteira ganhou um splitter e canards, respiros nos para-lamas, retrovisores aerodinâmicos, saias laterais imensas, para-lamas traseiros alargados e uma imensa asa traseira. Infelizmente não há detalhes sobre o conjunto mecânico, mas considerando que ele irá disputar a série GT500 do Super GT, ele deverá ter cerca de 1.000 kg e cerca de 500 cv, provavelmente produzidos pelo seis-em-linha, mas não seria surpresa se a Toyota GR mantivesse o quatro-cilindros do Lexus. (LC)

 

Subaru traz de volta sua pintura de corrida clássica

Falando em ícones da década de 1990, a Subaru também trará um dos seus de volta em 2019. Não um carro, mas uma pintura de corrida – o clássico azul-e-amarelo vestido pelo Impreza no WRC há duas décadas, com o qual a fabricante conquistou seus três títulos no campeonato de construtores no WRC, em 1995, 2001 e 2003.

Agora, o mesmo esquema de pintura será utilizado pelo Subaru WRX em 2019, e fará sua estreia no 100 Acre Wood Rally, nos EUA, no mês de março. A pintura ficou fiel à original, com o logo da fabricante estilizado tomando conta das laterais, e o fundo na cor WR Pearl Blue (que faz parte do catálogo de cores do WRX de rua).

As cores azul e amarelo foram usadas pela Subaru pela primeira vez por causa de um contrato com a marca de cigarros 555. Mesmo quando as as propagandas de tabaco foram banidas do automobilismo, a Subaru manteve o esquema de cores, porém com sua própria marca. O azul-e-amarelo foi usado pela última vez por volta de 2008. (DH)

 

ABT apresenta seu pacote para o novo Audi A8

Com o início das vendas da nova geração do A8, a ABT finalmente pôde apresentar seu pacote de maldades para o sedã de topo da Audi. Condizente com um sedã executivo de luxo, o pacote é discreto e comedido tanto no visual, quanto na mecânica.

O pacote é composto por saias dianteiras e traseiras, um spoiler tipo lip sobre a tampa do porta-malas e rodas de 22 polegadas com pintura de dois tons. Por dentro, o pacote inclui luzes de cortesia nas portas, uma nova manopla de câmbio e um botão de ignição de fibra de carbono.

O motor 3.0 turbodiesel, que originalmente produz 286 cv, teve sua ECU remapeada para aumentar a potência em 44 cv e o torque em 5,1 kgfm, chegando aos 330 cv e 66,1 kgfm. (LC)

 

Bentley Bentayga pode ganhar versão Speed de 650 cv

Desde que o Lamborghini Urus foi apresentado, em dezembro de 2017, o Bentley Bentayga perdeu o título de SUV mais rápido do mundo. Enquanto o Bentayga, com seu W12 biturbo de seis litros e 608 cv, é capaz de ir de zero a 100 km/h em 4,1 segundos e alcançar a velocidade máxima de 301 km/h; o Urus tem um V8 biturbo de quatro litros e 640 cv, o qual é dividido com o Porsche Cayenne Turbo.

Ambas as marcas pertencem à Volkswagen, e a plataforma dos dois SUVs é a mesma MLBEvo usada pelo Cayenne, pelo Volkswagen Touareg e pelos Audi Q7 e Q8. Mas isto não quer dizer que não haja concorrência entre a duas marcas – tanto que a Bentley pretende colocar no mercado ainda em 2019 uma versão mais potente do Bentayga, com o motor W12 retrabalhado para entregar 650 cv – a mesma potência do Urus.

De acordo com a britânica Autocar, a nova versão do Bentley Bentayga se chamará Speed e, além de um motor mais potente, trará revisões no câmbio automático de oito marchas – que deverão baixar seu tempo de zero a 100 km/h para menos de quatro segundos e levar sua velocidade máxima para os 306 km/h.

Para efeito de comparação, o Urus vai de zero a 100 km/h em 3,7 segundos, e tem máxima de 305 km/h. A Bentley ainda prepara modificações no sistema de suspensão, focadas em melhorar o comportamento dinâmico do Bentayga sem sacrificar seu nível de conforto. O peso se manterá o mesmo: cerca de 2.440 kg. O Bentley Bentayga Speed deverá ser lançado no primeiro semestre de 2019. (DH)

 

Mugen apresenta dois protótipos do Type R em Tóquio

Se você achou o novo Type R ousado visualmente, talvez mude de ideia ao conhecer estes dois conceitos apresentados pela Mugen no Tokyo Auto Salon deste ano, que antecipam os futuros pacotes da preparadora japonesa para o esportivo da Honda.

O primeiro deles é o RC20GT, que foi apresentado no ano passado, mas agora recebeu aprimoramentos e refinamentos aerodinâmicos, ainda que ele pareça o mesmo carro do ano passado, com para-choques de fibra de carbono, um imenso difusor e interior com bancos concha fixos.

Além disso, o modelo agora é uma versão pré-produção, e não mais um show car como na edição passada do Salão. A Mugen diz que o RC20GT foi projetado para otimizar o desempenho aerodinâmico em pista, e também menciona ganho de potência e melhorias no arrefecimento, mas não entrou em detalhes.

O outro modelo é o Mugen Civic Type R Prototype. Ele ainda é apenas um conceito, como seu nome sugere, mas antecipa um modelo de produção. Com uma abordagem menos agressiva, ele mantém as linhas originais do carro, mas terá uma série de componentes derivados do RC20GT, como os espelhos retrovisores, as rodas de liga leve e a asa traseira. Infelizmente a Mugen também não falou sobre ganhos de potência nem detalhou os ganhos aerodinâmicos. (LC)

 

Nova Opel Zafira é uma van francesa rebatizada

A primeira geração da Opel Zafira, vendida no Brasil como Chevrolet, era uma bonita minivan de até sete lugares que dividia sua plataforma com o Astra. As formas e proporções harmônicas e o conjunto mecânico robusto e competente lhe deram boa fama até mesmo entre os entusiastas, e a Zafira foi vendida entre 2001 e 2012, com mais de 100.000 unidades fabricantes.

No Brasil a Zafira foi substituída pela Chevrolet Spin, que também assumiu o posto da Meriva – um carro que não tem o mesmo charme (para dizer o mínimo), mas possui outras qualidades que a tornaram um sucesso. Na Europa, porém, a Zafira teve outras duas gerações – ambas compartilhando plataforma com as gerações contemporâneas do Astra, e mantendo sempre o perfil elegante e a identidade visual próxima do hatchback.

A terceira geração chegou ao fim de sua produção em 2018, em uma morte pouco alardeada pela mídia – como outra vítima da ascensão dos SUVs e crossovers. A Opel acaba de anunciar, contudo, a chegada da quarta geração, embora tecnicamente a nova Zafira traga pouca conexão com as três anteriores.

Com a aquisição da Opel pela PSA Peugeot Citroën, a Opel Zafira de quarta geração acabou se tornando apenas uma versão rebatizada da Citroën Jumpy, van de entrada que, gêmea da Peugeot Expert – um dos modelos que assumiram o nicho deixado pela VW Kombi em 2013. A nova Zafira será a versão de passageiros do furgão Opel Vivaro (que também será substituído pelo Jumpy), e terá três opções de comprimento – todas com capacidade para nove pessoas. (DH)

 

Jeep reajusta preços do Renegade

A virada do ano ainda não trouxe os motores turbo para o Jeep Renegade, mas a marca americana anunciou o reajuste de preços de todas as versões de seu SUV compacto. Os aumentos variam de R$ 1.500 a R$ 3.000, e elevam o preço de entrada para R$ 79.990.

O Renegade Sport manual foi a versão que teve o menor aumento, de R$ 1.500, passando de R$ 78.500 para R$ 80.000. A versão automática ficou R$ 2.000 mais cara, passando de R$ 84.000 para R$ 86.000.

A Longitude flex foi a que teve o maior aumento, junto da versão de topo Trailhawk: ambas ficaram R$ 3.000 mais caras – a Longitude passando de R$ 97.000 para R$ 100.000, e a Trailhawk de R$ 137.000 para R$ 140.000. A versão diesel da Longitude, ficou R$ 2.500 mais cara, passando de R$ 125.500 para R$ 128.000,  bem como a Limited, que passou de R$ 103.500 para R$ 106.000. (LC)

 

Nissan oferece March, Versa, Sentra e Frontier com descontos

A Nissan anunciou neste início de janeiro a promoção “Outlet Nissan”, que irá oferecer versões do March, Versa, Sentra e Frontier abaixo do preço da tabela e com condições especiais de financiamento. Os modelos são todos fabricados em 2018, com ano-modelo 2018 e 2019, e variam de acordo com a cidade e estado em que o carro está. A promoção irá até o próximo dia 15 de janeiro. Para ver as ofertas, basta acessar o site do Outlet Nissan. (LC)

 

Mercedes-Benz anuncia recall do GLC no Brasil

A Mercedes anunciou o recall de 757 unidades do GLC no Brasil. Os modelos envolvidos são das versões GLC 250 Sport Coupé, 43 AMG, 43 AMG Coupé e 63 S Coupé, todas fabricadas entre 2017 e 2018.

Segundo a Mercedes, um defeito de software pode afetar a detecção de presença do passageiro do banco da frente, mantendo um alerta luminoso no painel e desativando o airbag do passageiro. A correção envolve apenas a atualização do software, que leva 1 hora e deve ser agendado em uma autorizada da marca. (LC)

Matérias relacionadas

Corvette destruído em museu é restaurado, as mudanças em Interlagos, o Volvo V60 “off-roader” e mais!

Leonardo Contesini

Uma legítima Chevrolet Blazer K1500 americana, com motor V8 e à venda no Brasil

Dalmo Hernandes

Honda Prelude do Barata: os detalhes da preparação e do que será feito futuramente

Juliano Barata