Novo Tiguan já está a venda por R$ 125.000, Ford apresenta o novo Focus, Chevrolet Camaro ganha novo visual e mais!

Leonardo Contesini 10 abril, 2018 0
Novo Tiguan já está a venda por R$ 125.000, Ford apresenta o novo Focus, Chevrolet Camaro ganha novo visual e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Volkswagen Tiguan chega por R$ 125.000

tiguan8

A Volkswagen lançou nesta última segunda-feira (9) a nova geração do Tiguan no Brasil. Como havíamos visto anteriormente, o modelo chega na versão longa, batizada Allspace, que por aqui será oferecida com cinco ou sete lugares.

csm_Volkswagen-Tiguan-1_e2c6e2f830

O modelo é oferecido em duas versões: 250 TSI, equipada com o motor 1.4 TSI de 150 cv e 25,4 kgfm (250 Nm de torque, daí o nome) e câmbio de embreagem dupla e seis marchas; e 350 TSI, equipada com o 2.0 TSI de 220 cv e 35,6 kgfm (350 Nm) combinado ao câmbio de embreagem dupla e sete marchas banhada a óleo. O 1.4 tem tração dianteira, enquanto o 2.0 usa tração nas quatro rodas. A nova geração do Tiguan também ficou maior, com 4,71 metros de comprimento e 2,79 metros de entre-eixos — a geração anterior tinha 4,43 metros de comprimento e 2,61 metros de entre-eixos.

tiguan3

Os preços partem de R$ 124.900 na versão 1.4 250 TSI básica, que vem com sensores de estacionamento, seis airbags, ar-condicionado com três zonas, direção com assistência elétrica, cruise control, lanternas de LED, rodas de 17 polegadas, sensor de chuva, sistema start-stop e sistema multimídia com tela de oito polegadas.

tiguan1

Logo acima está a versão 1.4 250 TSI Comfortline, que custa R$ 150.000 e acrescenta ao pacote do modelo de entrada revestimento de couro nos bancos, ajuste elétrico do banco do motorista, faróis de LED, retrovisor interno eletrocrômico, terceira fileira de bancos, rodas de 18 polegadas e câmera de ré.

tiguan4

Por último, no topo da linha, está a versão 2.0 350 TSI R-Line, de R$ 180.000, que ganha rodas de 19 polegadas, tração nas quatro rodas, seletor de modos de condução (Normal, Sport, Eco, Comfort e Individual), sistema “keyless”, farol alto automático, quadro de instrumentos digital, abertura elétrica do porta-malas, sistema automático de estacionamento, cruise control adaptativo e sistema de detecção de pedestres.

 

Ford revela nova geração do Focus

screen-shot-2018-04-10-at-9-31-59-am-1523367135

Com 20 anos recém-completados, o Ford Focus acaba de ganhar sua quarta e mais nova geração… na Europa. O modelo foi revelado nesta terça-feira (10) e será oferecido nas versões sedã, perua e hatchback como as três gerações anteriores e terá até mesmo uma versão “aventureira” Active.

screen-shot-2018-04-10-at-9-34-05-am-1523367264

As mudanças no visual foram evolutivas, com os para-lamas mais salientes, a grade maior e faróis mais elaborados. Visto de lado ele até se passaria por um BMW Série 1 ou um Mazda 3, dependendo do ângulo. As lanternas traseiras agora estão mais estreitas e se estendem em direção ao centro da tampa do porta-malas.

ford-2018-focus-active-14-1523367231

Baseado em uma evolução da plataforma da terceira geração, o Focus ganhou uma suspensão totalmente recalibrada, uma nova direção elétrica e três modos de condução —normal, Sport e Eco — o que permite ajustar as respostas do motor, câmbio e direção. Ele também oferece cruise control adaptativo, assistente de estacionamento, faróis automáticos e adaptativos, leitor de placas de trânsito, sistema de centralização na faixa de rodagem, detecção de pedestres, câmera de ré, frenagem automática pré e pós colisão, e monitoramento de pontos cegos.

screen-shot-2018-04-10-at-9-30-46-am-1523367176

O novo modelo também aproveita as novas tecnologias de conectividade: além da base de recarga por indução para smartphones, ele envia informações do carro para um aplicativo, como nível do lubrificante do motor e do combustível, travamento e destravamento das portas, partida remota e localizador.

Por dentro, além da base de recarga, ele também tem um novo sistema multimídia com tela de oito polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay. As versões mais caras têm a opção de um sistema de áudio da Bang & Olufsen com 10 alto-falantes e 675 watts.

Sob o capô o modelo terá dois motores a gasolina com cinco níveis de potência: 1.0 EcoBoost, com 85, 100 e 125 cv; e 1.5 EcoBoost, com 150 e 180 cv. O câmbio pode ser manual de seis marchas ou um novo automático de oito marchas.

 

Camaro ganha novo visual e e câmbio de 10 marchas

2019-chevrolet-camaro-official-3

Depois do Cruze, o mais novo Chevrolet com uma dianteira dominada pela grade frontal é o Camaro SS. A marca americana revelou a linha 2019 de seu muscle car, que ganhou um novo visual e agora passa a ser equipado com o câmbio de 10 marchas em todas as versões — além de oferecer o pacote 1LE para o modelo Turbo.

2019-chevrolet-camaro-official-7

Nesta nova linha 2019 as versões se diferenciam também no visual: os modelos LS/LT e RS têm uma dianteira mais conservadora, com o para-choques dividindo a grade dianteira em duas partes e criando uma “face” mais convencional. Já o SS, como disse mais acima, tem a porção central do para-choques pintada de preto, o que une as duas partes da grade e deixa o carro com uma boca enorme, que domina todo o visual da dianteira. Não precisava ser assim GM — não é mesmo, Ford?

2019-chevrolet-camaro-official-5

Os faróis também foram reestilizados, com uma “assinatura” de LED na parte inferior, o que reforça o olhar sinistro do carro. A dianteira ainda tem luzes diurnas de LED e aletas aerodinâmicas na grade da versão SS, que ajudam o carro a não engolir todo o ar frontal com aquele tanto de área gradeada.

2019-chevrolet-camaro-official-1

 

Entre as novidades que não se vê nas fotos estão o novo câmbio de 10 marchas, controle de largada e line lock para o Camaro SS, e o novo sistema multimídia Chevrolet Infotainment 3, além de alerta de risco de colisão frontal.

2019-chevrolet-camaro-official-2 2019-chevrolet-camaro-official-6

Já a versão Turbo, equipada com o 2.0 de 275 cv e 40,7 kgfm, agora está disponível com o pacote 1LE, que inclui o câmbio manual de seis marchas, suspensão “FE3” com barras estabilizadoras mais espessas, amortecedores recalibrados e buchas mais rígidas no subchassi traseiro, freios Brembo, sistema Drive Mode Selector, com os modos Sport, Track e Competition, volante com base achatada revestido de Alcantara e bancos Recaro.

 

Audi e-Tron Vision Gran Turismo será o “táxi” dos E-Prix

2018-audi-e-tron-vision-gran-turismo-10

O Audi e-Tron Vision Gran Turismo irá sair dos games diretamente para as pistas do mundo real. Criado originalmente para comemorar os 15 anos dos games Gran Turismo, o conceito irá atuar como “táxi” nas corridas da Fórmula E, levando convidados e fãs da categoria para voltas rápidas no circuito.

2018-audi-e-tron-vision-gran-turismo-11

Sim: é um protótipo capaz de dar voltas rápidas: são três motores elétricos — um para as rodas dianteiras e dois para o eixo traseiro — que, juntos produzem 600kW/815 cv. Apesar das baterias ele tem apenas 1.450 kg, o que dá a ele um desempenho digno dos melhores supercarros. Que tal 2,5 segundos para chegar aos 100 km/h. Além disso, ele tem distribuição de peso ideal, com 50% sobre cada eixo. Quem acompanha o FlatOut já sacou de onde veio a inspiração para a pintura do carro: o Audi 90 Quattro IMSA-GTO.

2018-audi-e-tron-vision-gran-turismo-8

O carro será usado em somente algumas das provas da Fórmula E, e será pilotado pelo ex-piloto da DTM Rahel Frey e pela lenda de Le Mans Dindo Capello, que irá estrear o carro neste próximo sábado no e-Prix de Roma.

 

Mercedes-AMG deixará de usar motores V12

2013_mercedes-benz_g65_amg_8_1024x768-e1448003408580

Se você se perguntou em algum momento porque a Aston Martin só adotou os motores V8 da AMG e desenvolveu um novo V12 próprio em vez de usar o V12 dos alemães como Horacio Pagani, a resposta está aqui: a Mercedes-AMG não irá desenvolver novos motores V12.

Quem disse isso foi o próprio chefe da Mercedes-AMG, Tobias Moers, em entrevista ao site Automotive News durante o Salão de Nova York. Após o fim do ciclo dos atuais modelos S65 e SL65, os motores V12 ficarão reservados aos modelos Maybach.

“Ainda há demanda por motores V12, mas se você quiser um V12 para o futuro, o investimento será alto demais. Você precisa aumentar a potência, e precisa evoluir a tecnologia naquele motor. É melhor investir nosso dinheiro em veículos V8 eletrificados”, disse.

A Mercedes-AMG já começou a matar a linha 65 nesta nova geração do Classe G, que terá apenas o modelo 63 com o V8 biturbo de quatro litros. Os próximos sedão o SL65 e o S65. Moers também falou que não pretende relançar a linha 65 com powertrain híbrido com motores V8. Ela simplesmente deixará de existir.