A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novos itens de segurança em carros brasileiros, Mustang GT500 terá um novo V8 supercharged, nova geração do Toyota Camry chega ao Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Novos itens obrigatórios para carros Brasileiros

crash-test-chevrolet-onix

Diante da defasagem tecnológica dos carros brasileiros e da indefinição do governo sobre o sucessor do Inovar-Auto, o Contran publicou no final de novembro uma lista de itens e normas que serão regulamentados nos próximos quatro anos e os prazos para as resoluções que os tornam obrigatórios.

Entre os itens, destacam-se o alerta de frenagem emergencial, alerta de afivelamento do cinto de segurança, alerta de mudança involuntária de faixa de rodagem e o sistema de frenagem automática de emergência. Estes sistemas juntam-se ao Isofix, que será obrigatório a partir de 2020 e ao controle de estabilidade, obrigatório a partir de 2022.

Além dos equipamentos obrigatórios, o Contran também irá revisar as normas técnicas dos padrões de proteção de pedestres, proteção de impactos laterais, proteção dos ocupantes em impactos frontais e traseiros, e dimensionamento/acionamento dos espelhos retrovisores.  (Via Uol Carros)

 

Ford está fazendo um Mustang GT500 5.2 V8 supercharged…

2019-mustang-gt500-3

Já faz quase quatro anos que a Ford lançou a sexta geração do Mustang, mas até agora nada do GT500 dar as caras. Isso está prestes a mudar. Um documento sobre especificação de lubrificantes obtido pelo pessoal do site Mustang6G mostra especificações para um GT500 5.2 Supercharged.

 

Segundo as especulações da imprensa americana, este 5.2 não será uma variação bored/stroked do 5.0 Coyote usado no GT, e sim do 5.2 Voodoo de virabrequim plano usado no GT350. Estima-se que o motor, que será batizado “Predator”, terá, ao menos 650 cv. O carro já está em testes e deve estrear no Salão de Detroit em janeiro.

 

… e o novo Bullitt, volta a dar as caras

Ford-Mustang-Bullitt-1

Na semana passada vimos a primeira imagem do novo Mustang Bullit, mas era um pouco borrada e com baixa qualidade. Agora, o pessoal do Mustang6G conseguiu mais algumas imagens daquela gravação com uma resolução um pouco melhor. Parece até que alguém está enviando as fotos aos poucos para conquistar espaço na mídia…

As fotos deixam ainda mais claro que trata-se de um Mustang Bullit — ou ao menos de um modelo fortemente inspirado no clássico de Steve McQueen. Afinal, que outro Mustang usa uma pintura verde “highland” e rodas pretas de cinco raios com um pseudo-bocal de combustível no painel traseiro, entre as lanternas?

 

Toyota lança nova geração do Camry no Brasil

171117_banner_carpage_camry

Depois de 11 meses desde sua estreia no Salão de Detroit deste ano, a nova geração do Toyota Camry finalmente começa a ser vendida no Brasil. O modelo será oferecido em versão única por R$ 190.000.

tyt_gallery_image_9_41251_8-2_w1440h448px tyt_gallery_image_7_41251_6-2_w1440h448px

Sim, é um preço elevado considerando que ele concorre com o Ford Fusion, o Honda Accord e o Hyundai Azera, mas o Toyota aposta no motor V6 3.5 com injeção direta, que produz 310 cv e 37,7 kgfm, colocando-o um patamar acima de seus rivais em termos de potência — o Fusion chega aos 248 cv na versão 2.0 EcoBoost e o Hyundai aos 250 cv com o motor 3.0 V6.

tyt_gallery_image_3_41671_9-5_w1440h448px

O conjunto de equipamentos de série é semelhante ao dos rivais, com ar-condicionado de três zonas, rodas de 18 polegadas, sistema multimídia, bancos com ajuste elétrico, airbags laterais e de cortina.

 

Mercedes CLS não terá versão 63 AMG

Mercedes-CLS-8

Quando a Mercedes-AMG apresentou o conceito GT 4, ficou imediatamente claro que o CLS 63 não teria mais espaço na linha da divisão esportiva. Desde então reforçamos algumas vezes por aqui que esta nova geração do “cupê de quatro portas” deixaria de lado a versão 63 para se encaixar em uma posição intermediária, entre os modelos 63 e 43. Isso ficou evidente quando a Mercedes anunciou que ele teria uma inédita versão 53 AMG, equipado com o novo seis-em-linha da marca.

Agora, o próprio Tobias Moers, chefe da AMG, confirmou a morte do CLS 63 durante uma entrevista ao site Automotive News, dizendo que o CLS 63 deixou de ser feito para abrir espaço para o GT 4. Ele também confirmou que os modelos E Coupé e E Cabriolet também não terão a versão 63, apenas a 53 — algo que já havíamos mencionado anteriormente no Zero a 300.

 

 

Matérias relacionadas

Primeiro Challenger Hellcat é vendido por R$ 2 milhões, como parar caminhões-bomba, uma Kawasaki supercharged de 300 cv e mais!

Leonardo Contesini

Os ventos e esportes que dão seus nomes a carros da Volkswagen

Leonardo Contesini

765 cv e 340 km/h: este é o novo Chevrolet Corvette ZR1 C7 2019

Dalmo Hernandes