O fim das aulas de habilitação noturnas, Lamborghini revela primeira imagem do Aventador SVJ, Bugatti confirma detalhes do Divo e mais!

Leonardo Contesini 8 agosto, 2018 0
O fim das aulas de habilitação noturnas, Lamborghini revela primeira imagem do Aventador SVJ, Bugatti confirma detalhes do Divo e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Aulas noturnas de habilitação deixam de ser obrigatórias devido ao risco de assaltos

noticia_53169

Desde 2010 o processo de habilitação dos motoristas precisa obrigatoriamente ter 20% de aulas práticas no período noturno. A medida visa submeter os aprendizes às condições adversas de visibilidade noturna, tornando-os mais preparados para as situações reais de condução. Só que isso está prestes a mudar, e não será para melhor. As aulas deixarão de ser obrigatórias e passarão a ser optativas e o motivo é tão bizarro quanto revoltante: a falta de segurança no período.

A decisão partiu do Detran do Rio de Janeiro e foi motivada por um movimento de instrutores de trânsito da cidade do Rio de Janeiro contrários às aulas noturnas — que devem acontecer entre 18h e 22h — devido à vulnerabilidade a assaltos. Segundo o portal Uol, no Rio de Janeiro há até mesmo casos em que os carros são sequestrados e devolvidos somente após pagamento de resgate. Como a criminalidade local motivou o aumento dos preços dos seguros — que já são caros para as auto escolas devido ao risco de acidentes —, a maioria dos centros de formação não tem seus carros assegurados.

Anda de acordo com o Uol, o diretor do Denatran, Maurício Alves, afirmou que em breve será expedida uma deliberação para que as aulas noturnas se tornem facultativas no Brasil. Enquanto isso, o Projeto de Lei 2056/11 será votado para revogar definitivamente a  obrigatoriedade das aulas noturnas de direção em todo o país. Resumidamente, o governo está retirando a obrigatoriedade das aulas de direção noturnas porque ele próprio não consegue prover a segurança pública.

 

A primeira imagem oficial do Aventador SVJ

33845f40-lamborghini-aventador-svj--768x432

A Lamborghini já revelou muitas coisas sobre o Aventador SVJ, mas até agora só vimos o carro coberto por sua camuflagem multicolorida que mascara as nuances de sua carroceria geométrica. Agora a Lamborghini começou a fase de teasers, revelando partes do carro aos poucos. A primeira imagem mostra que sua cor de lançamento e os dutos de escoamento aerodinâmico da dianteira do carro, que certamente ajudaram na geração de downforce na dianteira.

Os vincos e ângulos parecem mais elaborados que no protótipo camuflado, mas também pode ser apenas um jogo de luz e sombra propositalmente editado para confundir. Ainda não há detalhes sobre o conjunto mecânico do SVJ; tudo o que se sabe até agora veio  de um documento supostamente vazado, publicado pela revista alemã Auto Motor und Sport. Segundo o documento, o Aventador SVJ terá 770 cv produzidos pelo V12 de 6,5 litros. A Lamborghini divulgou uma relação peso/potência de 1,98 kg/cv, mas ela aparentemente trata do cálculo feito com o peso seco do carro (isto é, sem fluidos).

O carro será apresentado ao público oficialmente no próximo dia 23, durante a Monterey Car Week, nos EUA.

 

Bugatti confirma detalhes do Divo

e2e57dad-bugatti-chiron-divo-1

Vejam só… exatamente como na semana passada Bugatti e Lamborghini divulgam seus teasers simultaneamente. Desta vez, a marca franco-teutônica divulgou quatro vídeos com membros do alto escalão da empresa falando sobre o carro. Não há nada muito novo nos vídeos, mas eles ao menos confirmam algumas de nossas expectativas.

No primeiro vídeo o CEO Stephan Winkelmann diz que o carro será leve e terá muita dowforce para ser ágil e capaz, e confirma que serão feitos apenas 40 a um preço de US$ 5 milhões cada. O segundo vídeo traz o diretor de design Achim Anscheidt comentando a origem do nome e os dois maiores feitos de Albert Divo, piloto da Bugatti que venceu duas vezes da Targa Florio. Nada de novo por aqui.

O terceiro vídeo responde uma dúvida que praticamente o mundo inteiro tinha em mente: o Divo será muito diferente do Chiron? Bem, considerando o que o chefe de design exterior, Frank Heyl disse em seus 15 segundos, sim. Heyl menciona a necessidade de manter o DNA da Bugatti, mas que, além disso, foi possível “exercitar a liberdade para criar uma linguagem de design completamente nova”. Parece que veremos um carro bem diferente do Chiron, não?

No quarto vídeo, o líder do projeto Pierre Rommelfanger, volta a ressaltar que o carro terá menos peso, mais downforce e “tempos de volta mais baixos”, o que significa que a Bugatti está, pela primeira vez desde seu retorno em 2004, falando em usar seu hipercarro em um circuito.

Por último, a Bugatti revelou um quinto vídeo há pouco mais de uma hora, que deixa bem claro que ele terá uma carroceria diferente do Chiron. Intitulado “Coachbuilding”, o vídeo diz que o Divo está “revivendo sua tradição na construção de carrocerias, iniciada por Jean Bugatti”.

Apesar de terem confirmado, o carro ainda é um mistério, mas já soa promissor. O lançamento está marcado para o dia seguinte à apresentação do Lamborghini SVJ, o próximo dia 24 de agosto, também em Monterey.

 

Citroën C4 Cactus poderá custar entre R$ 69.000 e R$ 99.000

SUV_C4_Cactus_01-1160x869

A Citroën já apresentou o Cactus à imprensa durante uma visita de jornalistas à fábrica da PSA em Porto Real/RJ, mas até agora o modelo não foi oficialmente lançado e tampouco teve seus preços revelados. O que sabemos é que a Citroën aposta alto no carro, depois de tratá-lo como o lançamento mais importante da história da marca no Brasil. Pudera: é o primeiro SUV de verdade que a Citroën está oferecendo por aqui para, finalmente, competir com os já estabelecidos EcoSport, Duster, Renegade e HR-V.

E eles deverão apostar forte em uma estratégia de preços atraentes, se os valores apurados pelo pessoal da revista AutoEsporte se confirmarem. De acordo com a publicação, o Citroën C4 Cactus deverá custar entre R$ 69.000 e R$ 99.000, o que o colocaria na porta de entrada do segmento, posicionado até mesmo abaixo do Peugeot 2008, que atualmente parte de R$ 72.000.

SUV_C4_Cactus_02

É possível, contudo, que os R$ 69.000 sejam um valor promocional para pré-venda ou para venda direta e que nas concessionárias o carro seja encontrado por um valor mais próximo do Peugeot 2008. O modelo de entrada usará o motor 1.6 16v de 122 cv e câmbio manual de cinco marchas, enquanto a versão de topo, que pode chegar perto dos R$ 100.000, terá o eficiente 1.6 THP de 173 cv combinado ao câmbio automático de seis marchas.

O lançamento do C4 Cactus deve acontecer ainda neste mês.