A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

O fim do seguro DPVAT, Toyota na Stock Car e com academia de pilotos, a picape Peugeot e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Governo acaba com o seguro DPVAT

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta semana uma medida provisória (MP) que acaba com o seguro DPVAT. A medida passa a valer a partir de janeiro de 2020.

De acordo com o texto da MP, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro deste ano ainda seguem cobertos pelo DPVAT, e a Seguradora Líder — consórcio de seguradoras que opera o DPVAT — seguirá responsável pelos procedimentos de cobertura de acidentes e indenizações até 31 de dezembro de 2025, e será sucedida pela União a partir desta data.

Atualmente a arrecadação com o DPVAT é dividida em 50% para a União, que repassa 45% ao SUS e 5% ao Denatran para investimento em programas de educação e prevenção de acidentes. Os outros 50% são destinados às indenizações. De acordo com o governo, os pedestres, que não pagam o DPVAT, serão amparados pelo SUS e pelo INSS no caso dos segurados pelo instituto. (LC)

 

Porsche mostra protótipos do 911 Turbo no Instagram

A Porsche usou sua conta no Instagram para revelar fotos dos protótipos do futuro 911 Turbo – ou seja, esta é a primeira vez que estamos vendo o esportivo de forma oficial.

São três carros no total, dois cupês e um cabriolet, todos com camuflagem leve e pintura preta. As imagens mostram os carros em uma estrada em Nice, na França, com o piloto de testes Jörg Bergmeister ao lado do conversível – que está com o spoiler traseiro móvel em posição levantada.

Acredita-se que o 911 Turbo será revelado em algum momento no primeiro semestre de 2020, e que ele será equipado com um flat-six biturbo de 3,8 litros.

Estima-se que ele terá pelo menos 650 cv e 81,7 kgfm de torque, suficientes para acelerar de zero a 100 km/h em cerca de 2,5 segundos e alcançar a velocidade máxima de 330 km/h. Entretanto, nenhuma destas informações foi confirmada pela Porsche. (DH)

 

Picape média da Peugeot é flagrada sem camuflagem no Chile

Já não é segredo que a Peugeot colocará uma picape média no mercado sul-americano, aproveitando a altíssima popularidade deste tipo de veículo por aqui – o que inclui o Brasil, onde a caminhonete deve ser lançada em algum momento de 2021.

Agora, porém, sabemos como ela será: os hermanos do Argentina Autoblog conseguiram fotos da picape rodando a céu aberto, quase totalmente descoberta, pelas ruas do Chile. Ou melhor, parada em um estacionamento. Pela foto, percebe-se que apenas os emblemas foram tampados, mas a identidade visual da dianteira entrega que a picape é da Peugeot. A fabricante francesa está trabalhando em seu desenvolvimento em parceria com a chinesa Changan, usando como base o modelo Kaicene F70.

Ainda não há detalhes como o nome da picape ou seu conjunto mecânico – apenas suspeitas de que ela terá um motor a diesel de 2,2 litros com 170 cv e 37 kgfm de torque, e versões com tração traseira ou 4×4, além de câmbio manual ou automático de seis marchas. Suas rivais serão a Chevrolet S10, a Ford Ranger, a Mitsubishi L200, a VW Amarok e a Toyota Hilux. (DH)

 

Toyota confirma Hilux GR Sport com motor V6 a gasolina de 234 cv

A Toyota enfim confirmou na última segunda-feira (11) que sim, a Hilux GR Sport com motor V6 a gasolina será lançada no Brasil. A picape de apelo esportivo virá para enfrentar a Amarok V6 e, para isso, contará com 234 cv e 38,3 kgfm de torque, câmbio automático de seis marchas e tração 4×4.

A Hilux GR Sport V6 terá visual semelhante à versão à diesel apresentada há alguns meses, incluindo a grade com letreiro “TOYOTA” e as rodas de 17 polegadas, porém com adesivos menores nas laterais. Por dentro, ela terá detalhes vermelhos no painel e nos bancos (que serão revestidos em couro perfurado).

A suspensão terá a geometria recalibrada, bem como o sistema de direção, que ficará mais direto. Os equipamentos de série incluem central multimídia com tela de oito polegadas e navegador por GPS, cruise control, controles eletrônicos de estabilidade e tração, diferencial traseiro com autoblocante e sete airbags. Também estará inclusa uma câmera de vídeo montada na base do para-brisa, capaz de gravar vídeos em full HD.

Não se fala em datas e nem preços, mas especula-se que sua chegada acontecerá em fevereiro, quando começará a ser importada da Argentina. O preço deve ser revelado na ocasião do lançamento, ou pouco antes. (DH)

 

Toyota anuncia ingresso na Stock Car e academia de pilotos no Brasil

A Stock Car enfim anunciou o novo fabricante que vai entrar na categoria e as mudanças para a próxima temporada. A Toyota será a novata na principal categoria de turismo do Brasil, marcando a estreia da Toyota Gazoo Racing no Brasil. A Chevrolet continua atuando na Stock Car.

A partir de 2020 os carros da Stock Car vão usar o monobloco de produção dos modelos, abandonando o esquema atual de chassi tubular com uma bolha que faz alusão a um modelo de produção. Não foi confirmado sobre o motor, mas tudo indica que serão usados motores dos próprios fabricantes e não mais um motor unificado para a categorias.

Além da entrada na categoria principal a Toyota vai iniciar a “Academia de Jovens Pilotos Toyota Gazoo Racing – Brasil”. A divisão esportiva da Toyota selecionou seis pilotos de kart brasileiros de 15 a 17 anos para uma seletiva durante as duas últimas etapas da Stock Car. Os participantes da Academia passarão por treinamentos específicos de pilotagem, condicionamento físico e relacionamento com a imprensa.

A Academia de Jovens Pilotos servirá para facilitar a ida de jovens pilotos de kart para a categoria de entrada da Stock Car, a Stock Light. Para fazer o treinamento serão usados o Toyota Yaris, não foi informado sobre o tipo de preparação recebida pelos carros da Academia. (ER)

 

Honda confirma data de lançamento mundial do novo City

Agora com a nova geração do Honda Fit apresentada, a Honda prepara para o lançamento da nova geração do sedã City. O modelo será apresentado na Tailândia no dia 25 de novembro e contará com o novo motor 1.0 turbo apresentado no hatch. A Honda tailandesa adianta que o sedã ficará mais espaçoso e luxuoso.

O Honda City deverá ser apresentado no Brasil durante o Salão do Automóvel de São Paulo em 2020, com as vendas iniciando em 2021. A produção deverá migrar para a nova fábrica da Honda em Itirapina (SP). (ER)

 

Maserati encerra produção do GranTurismo e GranCabrio

Lembra do Maserati GranTurismo? Pois ele chegou aos 12 anos de estrada, passando apenas por um modesto facelift em 2017, quando completou seu décimo aniversário. Mas agora a Maserati anunciou que esta longa e discreta carreira chegou ao fim. O GT e seus versão conversível, GranCabrio, deixaram de ser produzidos.

Para marcar o fim do modelo, a Maserati criou um exemplar especial batizado GranTurismo Zéda que, segundo a fabricante, representa o momento de transição da marca, simbolizando o passado, o presente e o futuro. Ele tem a dianteira pintada com o tradicional azul Maserati que segue em um degradê para a traseira, fazendo uma transição para um acabamento branco fosco.

O GranTurismo e o GranCabrio serão substituídos por um novo esportivo a ser lançado em 2021 (conversível em 2022), possivelmente por um modelo derivado do conceito Alfieri e com opção de powertrain elétrico.

Ao longo de 12 anos, o GranTurismo teve 28.805 unidades produzidas, enquanto o GranCabrio teve 11.715, totalizando 40.520 exemplares. (LC)

 

Versão de produção do hipercarro elétrico Aspark Owl é revelada com 2.040 cv

A empresa japonesa de engenharia Aspark revelou a versão de produção de seu hipercarro elétrico Owl, que é atualmente o carro de produção mais potente do mundo. O Owl produz nada menos que 2.040 cv e 204 kgfm de torque instantâneo. Esses números batem o de outros hipercarros elétricos apresentados recentemente como o Lotus Evija de 2.000 cv e o Rimac C_Two de 1.914 cv.

Essa potência e torque superlativos fazem o hipercarro japonês ir de zero a 100 km/h em apenas 1,9 segundos e de zero a 300 km/h em 10,6 segundos, a velocidade máxima é limitada em 400 km/h. Os motores responsáveis por esse desempenho são quatro, dois em cada eixo. A autonomia do Aspark Owl é de 480 km.

O chassi do Owl é um monocoque de fibra de carbono, o material se repete nos painéis de carroceria, o que totaliza um peso de 1.900 kg. A suspensão é hidráulica e promete fazer o carro se destacar em pistas de corrida junto da vetorização de torque promovida pelos motores elétricos. O interior será luxuoso, contrastando com a aparência de protótipo da carroceria.

A Aspark promete que outros carros estarão a caminho, um maior e um menor que o Owl. O fabricante já adianta que o maior não será um SUV, a Aspark fará apenas hipercarros. A produção do Owl será feita na Itália pela MAT, estão previstas 50 unidades, 15 delas já foram vendidas. (ER)

 

Matérias relacionadas

Genesis G70: a arma da Hyundai em sua declaração de guerra aos sedãs alemães

Dalmo Hernandes

Sim, este é um Chevelle movido a vapor – feito pela própria Chevrolet em 1969!

Dalmo Hernandes

O novo Sandero RS, o novo Defender sem disfarces, uma vitória brasileira em Pikes Peak e mais!