FlatOut!
Image default
Automobilismo Zero a 300

O horror de bater em um carro da Nascar em uma nuvem de fumaça no retão de Indianápolis

Neste último domingo (24) a Nascar desembarcou no Indianapolis Motor Speedway para sua Brickyard 400, a 20ª de 36 etapas da temporada da Cup Series. Como toda prova em ovais, a corrida foi marcada por acidentes e bandeiras amarelas, porém em um número um pouco acima da média da categoria — a ponto de ser chamada de “Wreckyard 400” nas redes sociais americanas.

Foram nada menos que 19 abandonos em 14 acidentes, que começaram na nona volta, ainda na primeira etapa e continuaram até a penúltima curva da corrida. A maioria aconteceu nas relargadas ou em escapadas nas saídas de curva, envolvendo um ou dois carros. Mas houve dois “big ones“, sendo o mais impressionante deles este aí embaixo, uma pancada monumental que mostra a terrível sensação de se estar em um carro da Nascar em uma colisão em T.

O caos começou quando Clint Bowyer saiu da Curva 4 rente ao muro e, aparentemente, pegou um pedaço sujo da pista, o que o fez perder a traseira, virando o bico do carro para o meio da pista. Ao retomar a tração durante a atravessada, Bowyer tocou a traseira de seu carro no bico do Camry #77 de Erik Jones, causando uma “manobra PIT” em si mesmo que o levou de cara para o muro interno. Com a pancada, Jones e Bowyer rodaram, levantando fumaça e bloqueando a passagem e a visibilidade dos outros pilotos — como Kurt Busch, que nem teve tempo de reagir e acabou acertando a lateral de Bowyer. A porrada foi gravada pela câmera do capacete de Busch, que certamente vai te deixar aflito:

Felizmente todos os pilotos saíram ilesos — a colisão em T foi mais uma colisão em L, dado que Busch acertou a traseira do Fusion #14. Mas poderia ter sido diferente se Busch estivesse um pouco mais rápido e acertasse o meio do carro de Bowyer. A batida, aliás, lembra muito o acidente de “Dias de Trovão”, quando Cole Trickle avança em velocidade através da nuvem de fumaça e acerta a lateral do Chevy #51 de Rowdy Burns, que acaba submetido a uma cirurgia neurológica e fica afastado das pistas no restante da temporada.

Mais adiante, a Brickyard 400 ainda teria outro “big one”, envolvendo oito carros e tirando sete deles da prova. Mas ele aconteceu durante uma relargada a quatro voltas do final e em velocidades bem mais baixas.

Matérias relacionadas

Ferrari FXX K terá versão Evo, Denatran regulamenta multas para pedestres e ciclistas, o primeiro teste do carro supersônico de 1.600 km/h e mais!

Leonardo Contesini

Mercedes planeja rival para Audi TT, Ford Fiesta RS é flagrado em testes, Renault pode comprar a Toro Rosso para voltar à F1 e mais!

Leonardo Contesini

Ford lança EcoSport sem estepe na traseira, Toyota Yaris ganha versão X-Way, Fiat Argo flagrado em versão “adventure” e mais!

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes