A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Melhor da Semana Zero a 300

O inédito BMW X7, a nova geração do Onix, o museu de Donington e o melhor da semana no FlatOut!

Passou a semana verificando se os links que sua tia te mandou no Whatsapp eram fake news? Entrou em uma discussão sobre política no facebook e por isso nem lembrou de acessar seu site favorito? Bem… não tem problema, porque aqui estamos nós com nosso tradicional resumo da semana! Assim você não fica com cara de paisagem quando seus amigos disserem que a Chrysler usa motor de Tucson.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

Nova geração do Onix/Prisma revelada na China

Clisma

 

O novo Prisma já deu as caras na China, onde foi desenvolvido em parceria com a fabricante local SAIC, por meio de imagens vazadas de seu material de divulgação. As fotos foram publicadas pelo site chinês AutoHome, e mostram um design evolutivo que poderia muito bem se passar por um facelift, não fosse o fato de ser baseado na nova plataforma GEM, inaugurada pelo Buick Excelle.

Clismarear

De acordo com o material de divulgação, o novo Prisma — que é chamado de Onix na China — terá 4,47 metros de comprimento, 1,73 metro de largura, 1,47 metro de altura e 2,60 metros de entre-eixos. As medidas representam um aumento significativo em relação ao atual modelo, que tem 4,27 metros de comprimento e 2,52 metros de entre-eixos. No mercado chinês ele terá um motor 1.3 aspirado de 103 cv e um 1.0 turbo de três cilindros e 116 cv. Os dois devem estrear no Brasil com esta nova geração do Onix/Prisma, porém deverão tem um pouco mais de potência devido à recalibragem para rodar com etanol e/ou gasolina E27.

 

Camaro atualizado estará no Salão do Automóvel

2019-chevrolet-camaro-official-5

A Chevrolet agora irá trazer o Camaro atualizado para o Brasil, e ele fará sua estreia no Salão do Automóvel em novembro. O modelo ainda está em sua sexta geração, lançada em 2016, porém foi significativamente reestilizado — especialmente na versão SS, que certamente seguirá como a opção da Chevrolet para o Brasil.

2019-chevrolet-camaro-official-6

O modelo usa o mesmo V8 de 6,2 litros e 461 cv do modelo oferecido atualmente no Brasil, porém nesta segunda fase da geração ele teve seu câmbio automático de oito marchas substituído pela caixa de dez marchas lançada no ano passado, desenvolvida em parceria com a Ford — e, por isso, compartilhada com o Mustang.

 

Mini Cooper Cabrio já está a venda no Brasil

2019-mini-convertible

A versão 2019 do Mini Cooper Cabrio já está a venda no Brasil. O modelo será lançado somente no Salão do Automóvel de São Paulo, no início de novembro, mas já está em pré-venda por preços que partem de R$ 147.000.

2019-mini-cooper-convertible-1

O modelo é oferecido em três versões: Cooper, Cooper S e John Cooper Works (JCW). A primeira, de R$ 147.000, é equipada com o motor 1.5 turbo de três cilindros, 136 cv entre 4.400 e 6.000 rpm e 22,4 kgfm entre 1.250 e 4.300 rpm, enquanto os outros dois usam duas variações do 2.0 turbo de quatro cilindros. O Cooper S usa a variação de 192 cv entre 5.000 e 6.000 rpm e 28 kgfm entre 1.350 e 4.600 rpm; e o JCW a variação mais potente, de 231 cv entre 5.200 e 6.200 rpm e 32,6 kgfm entre 1.250 rpm e 4.800 rpm.

 

Rodovias brasileiras têm mais pontos críticos que no ano passado

FlatOut 2018-10-18 às 12.58.28

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou nesta semana sua já tradicional pesquisa anual sobre a qualidade das rodovias brasileiras. Segundo a pesquisa, 35,2%  da malha rodoviária nacional foi classificada como regular e 21,8% como ruim ou péssima. Ou seja, mais da metade das rodovias brasileiras têm algum problema e um quinto delas estão em más condições e, para piorar, o número de trechos críticos aumentou de 363 para 454 no último ano — o que confronta o discurso do Governo Federal de que as condições das rodovias têm um papel menor na segurança viária. Tais pontos são identificados desta forma por apresentarem quedas de barreira, pontes caídas e buracos de grandes dimensões.

Mesmo com o aumento dos pontos críticos, o estado geral das rodovias melhorou sutilmente de 2017 para 2018, uma vez que a pesquisa do ano passado apontou 61,8% das rodovias como regulares, ruins ou péssimas.

 

Jeep Renegade ganha facelift e atualizações na linha 2019

trailhawk_081

A Jeep lançou nesta semana a linha 2019 do Renegade, que ganhou um facelift, reformulação das versões e novos itens de série e equipamentos — mas tudo de forma muito discreta.

trailhawk_073

Diferentemente do modelo vendido nos EUA e Europa, o Renegade brasileiro ganhou apenas uma nova grade e novos faróis, sem o retoque nas lanternas e para-choques. Em vez disso, para completar o ar “renovado” do SUV, a Jeep adotou os para-choques dos modelos diesel em todas as versões, diferenciando-os apenas pelas rodas e pelos detalhes em vermelho da versão Trailhawk.

trailhawk_033

Os motores continuam os mesmos. A versão Sport, Longitude e Limited seguem equipadas com o 1.8 flex de 139 cv, enquanto as versões Longitude e Trailhawk mantiveram o motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm. Outro ponto negativo é que o modelo Limited perdeu a opção diesel, elevando o preço de entrada das versões diesel para R$ 125.500. O motor 1.8 pode ser combinado ao câmbio manual de cinco marchas na versão Sport ou automático de seis marchas nas demais versões. Os modelos diesel são sempre equipados com o câmbio automático de nove marchas.

Com as atualizações, os preços passam a ser os seguintes: Sport 1.8 manual R$ 78.500, Sport 1.8 automático R$ 84.000, Longitude 1.8 R$ 97.000, Limited 1.8 R$ 103.500, Longitude 2.0 R$ 125.500 e Trailhawk 2.0 R$ 137.000. O modelo começa a ser vendido ainda neste mês e terá as três primeiras revisões gratuitas para compras feitas até 31 de dezembro.

 

BMW revela o inédito SUV X7 com um V8 de 460 cv

bmw_x7_xdrive40i_71_01c201c20c310815-620x411

A BMW revelou nesta semana seu mais novo SUV, o X7. O modelo passa a ocupar o topo da linha de SUVs da marca e, como seu nome sugere, pretende ser a versão SUV da Série 7. Por enquanto ele é equipado apenas com um V8 biturbo de 4,4 litros e 460 cv, mas deverá ganhar outras opções nos próximos meses. Seus principais concorrentes serão os modelos de luxo (mas não muito) como os Audi Q7 e Q8, o Mercedes GLS e o Range Rover Vogue. Para ver mais detalhes do lançamento, leia nosso post completo com todas as informações e galeria do novo modelo.

 

Especiais do FlatOut

Contamos a história de Remy Julienne, o campeão de motocross que virou piloto-dublê:

remy-620x348

Leia aqui.

Conhecemos um Dodge Demon com carroceria de fibra de carbono e motor V8 biturbo de 1.400 cv:

demon1-620x349

Leia aqui.

Relembramos o Honda Civic Type R sedã, que só foi vendido no Japão:

autowp.ru_honda_civic_type-r_sedan_17-1-620x349

Leia aqui.

Também relembramos o protótipo Nissan GTP ZX-Turbo, que tinha 1.000 cv e ajudou a Nissan a triunfar nos EUA nos anos 1980:

400-1-620x349

Leia aqui.

E conhecemos o Lamborghini Murciélago feito no Irã usando um motor V6 Hyundai:

FlatOut 2018-10-21 às 18.43.30

Leia aqui.

 

Exclusivo para assinantes

Nesta semana, no conteúdo exclusivo para assinantes tivemos um passeio fotográfico pelo Museu de Donington, que fechará suas portas na primeira semana de novembro:

800px-Mclaren_MP4_8-620x349

Leia aqui.

Iniciamos a “segunda temporada” da nossa série Lendas do WRC, agora contando as biografias dos pilotos. No primeiro capítulo falamos sobre a trajetória de Colin McRae…

mcrae-1

Leia aqui.

… e no segundo contamos a história de Tommi Mäkinen:

mknn-620x348

Leia aqui.

Também contamos a história de W.O. Bentley, autor da famosa frase “there’s no replacement for displacement” e fundador da fabricante que leva seu nome.

BENTL-620x348

Leia aqui.

Falamos sobre as relações íntimas entre diferentes famílias de motores de diferentes marcas — e da não-relação entre motores de uma mesma família:

Motor

Leia aqui.

Contamos a história e os detalhes do General Lee, o outro Dodge mais famoso do cinema:

GALLEE-620x349

Leia aqui.

Conhecemos um pouco mais dos carros Art Dèco, que foram o momento em que os carros mais se aproximaram de obras de arte em sua história:

1925-Rolls-Royce-Phantom-1-Jonckheere-Coupe-1-620x349

Leia aqui.

E também contamos a história das casas sobre rodas, os trailers e motorhomes:

dinosauro-620x348

Leia aqui.

Matérias relacionadas

Sport Technologies: uma breve história dos modelos ST da Ford

Dalmo Hernandes

Opala picape, hatch, águia, Caravan 4P, etc: veja os Opala que a GM fez, mas nunca produziu em série

Juliano Barata

Um Opala cupê Las Vegas, um distinto sedã britânico, um Clio 1.6 16v e o que anda rolando no GT40

Dalmo Hernandes