A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

O Lexus LS400 é um sedã de luxo alemão feito pelos japoneses – e este exemplar impecável está à venda

Em 1983 o então presidente da Toyota, Eiji Toyoda – sobrinho do fundador da companhia, Sakichi Toyoda – lançou a seus funcionários, de forma extra-oficial, um desafio: construir o melhor sedã de luxo do planeta. Um carro capaz de encarar de igual para igual os mais tradicionais representantes alemães do segmento – BMW Série 7 e Mercedes-Benz Classe S. O resultado chegou ao mercado seis anos depois: em 1989 a Toyota lançou o Lexus LS400, que logo de cara mostrou que o desafio havia sido cumprido com sucesso. E, se você sonha em um dia ter um exemplar impecável na sua garagem, ao menos sabe que não é preciso importá-lo: um Lexus LS400, anunciado no GT40, é nosso Achado meio Perdido de hoje.

Recentemente a Lexus renovou sua infra-estrutura no Brasil em busca de mais destaque no nosso mercado, onde atua oficialmente desde o início da década – e também para preparar terreno para a quarta e atual geração, que começou a ser fabricada em dezembro de 2017. Por outro lado, a primeira geração (assim como as duas seguintes) só desembarcou em nosso País por meio de importadores independentes. Assim, são carros relativamente raros de ver nas ruas – tanto por sua própria natureza de veículos de luxo, quanto pelo fato de a Lexus não ter a mesma presença (ou, colocando de outra forma, o mesmo status) que as ofertas germânicas. Dito isto, estamos falando de um carro que, na visão de seus admiradores, é insuperável – uma reputação que faz por merecer.

LS400-achado (5)

Como contamos neste post, o Lexus LS400 foi desenvolvido sem quaisquer restrições orçamentárias. O objetivo de Eiji Toyoda era lançar sua divisão de luxo no mercado internacional em alto nível. Se fosse necessário desenvolver uma nova plataforma e um novo motor do zero, assim seria.

A foi o que aconteceu: 60 projetistas e 1.400 engenheiros divididos em 24 equipes, com mais 2.500 funcionários, se dedicaram ao desenvolvimento de uma nova plataforma e um novo motor para “projeto F1”, como o Lexus LS400 ficou conhecido internamente. Foram construídos 450 protótipos do carro e 900 protótipos do motor, que foram testados ao longo de 2,7 milhões de quilômetros em locações espalhadas pelo mundo – estradas europeias no inverno; desertos no Arizona, na Austrália e na Arábia Saudita; rodovias interestaduais norte-americanas e áreas rurais sem pavimento. Tudo para garantir o carro mais silencioso, mais confortável e mais robusto que alguém poderia comprar.

O resultado foi um sedã de 4.996 mm de comprimento, 1.821 mm de largura e mais de 1.700 kg, movido por um V8 totalmente inédito, o 1UZ-FE. Com construção toda em alumínio, quatro litros de deslocamento, comando duplo nos cabeçotes, quatro válvulas por cilindro (32 no total) e injeção eletrônica multiponto, o motor entrega 250 cv e 36 mkgf de torque, moderados por uma caixa automática de quatro marchas. É o bastante para ir de zero a 100 km/h em 8,5 segundos, com máxima de 250 km/h.

LS400-achado (7)

Não foi à toa que o desenvolvimento do Lexus LS400 levou seis anos, e que logo em seu ano de estreia ele ganhou o prêmio de Carro do Ano no Japão. E também fica fácil entender como lá fora existem exemplares rodando perfeitamente com mais de 500.000 km marcados no hodômetro.

LS400-achado (4)

O carro anunciado no GT40 é um exemplar fabricado em 1991 e está longe disso: tem cerca de 76.000 milhas marcadas no hodômetro – pouco mais de 122.000 km, em conversão direta. E, apesar dos 27 anos de idade, trata-se de um carro muito bem preservado e com manutenção rigorosamente em dia, com uma restauração completa e sem restrição de orçamento feita recentemente. De acordo com o proprietário, Marcelo, de São Paulo/SP, só em componentes, todos importados e originais Lexus ou de fornecedores OEM, como a Depo, foram gastos cerca de R$ 70.000. Com mão de obra, o valor chega facilmente a R$ 100.000. O dono afirma que tem as notas e registros de todos os serviços realizados.

Pintura, faróis, lanternas, rodas e pneus são novos. Uma revisão completa foi feita, incluindo motor, câmbio, freios e todos os componentes elétricos. O proprietário garante que o carro está absolutamente perfeito, sem qualquer serviço pendente, e que tem aspecto e rodar de zero-quilômetro.

LS400-achado (3) LS400-achado (6) LS400-achado (10)

As rodas de 15 polegadas de fábrica deram lugar às rodas de 16 polegadas do modelo 1993, mas as originais podem acompanhar o carro caso desejado

O trabalho foi todo feito na Frison, uma das mais conceituadas oficinas independentes do País, que fica em São Paulo/SP – a exceção fica por conta dos revestimentos, que ficaram a cargo da renomada Osny & Osny Tapeçaria Automotiva, que também fica na capital paulista e é conhecida por seus serviços em carros de luxo, superesportivos e clássicos de coleção.

LS400-achado (8) LS400-achado (9) LS400-achado (13)

Sendo assim, é certo que este exemplar está em perfeitas condições, seja para uso diário ou para integrar uma coleção. Naturalmente, tudo o que mencionamos acima faz a diferença no valor pedido – mais do que o dobro do que custa um exemplar em condição regular. O que ainda assim não é mais do que um sedã médio zero-quilômetro. E há que se considerar, também, que estamos falando de um carro para um público bem específico – para quem é fã do Lexus LS400, faz questão de um carro impecável e tem condições de mantê-lo como se deve.

Se é o seu caso, clique aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Tony Kanaan nas 24 Horas de Le Mans, Subaru WRX terá versão STI RA, Porsche quer acabar com especuladores e mais!

Leonardo Contesini

McLaren P1 GTR em homenagem a Senna, Jeep Renegade com motor turbo a gasolina, novo Pajero Sport já está a venda e mais!

Leonardo Contesini

Bugatti Chiron pode passar dos 500 km/h, a nova placa Mercosul, os próximos Porsche elétricos e mais!