A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

O motor 2.0 de 420 cv da Audi (e também da Volkswagen) está morto

Os fãs mais ardorosos do grupo VW certamente lembrarão do TT Quattro Sport, um conceito revelado pela Audi no Salão de Genebra de 2014, que era equipado com um motor 2.0 turbo de nada menos que 420 cv. Esse motor era uma variação mais potente do EA888 de 400 cv que foi apresentado em outro conceito do grupo na época, o Golf R400.

Ambos eram apenas conceitos mas, considerando a evolução insana dos motores turbo de injeção direta nos últimos anos, a divisão Quattro estava certa de que eles iriam entrar em produção em pouco tempo, ao lado do 2.5 TFSI. Na época do lançamento do conceito, a imprensa europeia chegou a especular que esta versão do quatro-cilindros EA888 poderia até substituir o 2.5 TFSI, mas então veio o escândalo das fraudes nas emissões (o dieselgate) e a Volkswagen acabou cancelando o desenvolvimento do motor.

Audi-TT-Quattro-Sport-2

A notícia foi dada pelo chefe de engenharia da Audi Quattro GmbH, Stephan Reil, ao site Autoblog. Em uma entrevista realizada durante o lançamento do novo TT RS, Reil confirmou que “o motor EA888 de 400 cv está morto”.

O motor estava sendo desenvolvido por Friedrich Eichler, o engenheiro responsável pelo motor 2.0 turbo de 380 cv da Mercedes-AMG. Ele foi contratado pelo grupo Volkswagen para liderar o desenvolvimento de motores a gasolina e estava confiante de que o EA888 de 400 cv seria logo viabilizado para produção em série.

140419839-2

Como o motor EA888 é estreitamente ligado à arquitetura modular MQB, uma versão de alta potência do motor seria uma forma rápida e barata de criar uma versão de alto desempenho de qualquer modelo baseado nesta plataforma. Além disso, o motor poderia também equipar versões esportivas da Audi, Seat e Skoda. Contudo a Volkswagen acabou decidindo que seria melhor desenvolver o motor de cinco cilindros, que tem mais personalidade e também o vínculo histórico com a Audi. “As pessoas adoram o ronco do cinco-cilindros”, disse Reil ao Autoblog.

lk-GolfR400-1-1024-620x414

 

Com o estouro do Dieselgate, o Golf R400 já havia sido cancelado no início deste ano, eliminando uma das aplicações do projeto. Com o motor 2.5 TFSI chegando aos 400 cv no novo Audi TT RS após receber um upgrade completo que incluiu até mesmo um novo bloco de alumínio, o desenvolvimento de um motor como o EA888 de 400 cv também deixou de fazer sentido, uma vez que o cinco-cilindros renovado ainda tem potencial para evoluir e desenvolver ainda mais potência.

Matérias relacionadas

Novo BMW Série 8 já está na fase inicial de testes

Leonardo Contesini

Downsizing, mas não muito: fabricantes voltarão a aumentar cilindrada para reduzir emissões

Leonardo Contesini

Sim, “The Grand Tour” será exibido no Brasil – mas não quando você esperava

Leonardo Contesini