A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

O novo Mercedes-AMG GLB35, o Porsche elétrico da Fórmula E, Macan Turbo chega aos 440 cv e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Mercedes-AMG revela o novo GLB35

A Mercedes revelou nas últimas horas desta quarta-feira (28) seu novo AMG GLB35. O modelo é o primeiro AMG derivado da Classe B, e vem equipado com o mesmo motor 2.0 turbo de 306 cv dos modelos 35 da Classe A — que, curiosamente, também levou 15 anos para receber seu primeiro modelo AMG. O novo GLB35 AMG também é o primeiro AMG a oferecer espaço para sete passageiros desde 2007, quando a Mercedes encerrou a produção do polêmico R63 AMG.

Com o motor 2.0 turbo combinado ao sistema de tração nas quatro rodas 4Matic e ao câmbio automatizado de embreagem dupla e oito marchas o GLB35 leva seus sete ocupantes do zero aos 100 km/h em 5,2 segundos e chega até os 250 km/h, quando o limitador eletrônico entra em ação.

Evidentemente as mudanças não se limitam ao motor, e também se estendem à suspensão mais firme, com novas mangas de eixo dianteiras e braços de controle redesenhados para conter a rolagem da carroceria. Como opcional há o sistema AMG Ride Control, que controla os amortecedores individualmente. Os freios usam pinças de quatro pistões na dianteira e a assistência elétrica da direção recebeu uma nova programação própria do AMG GLB35.

Falando em programas, o GLB35 dispensa os modos Eco e Sport dos modelos comportados e passa a contar com o modo Slippery (“escorregadio”, para condições de baixa aderência), Comfort, Sport (com programação diferente do Sport dos demais modelos), Sport+ e Individual.

Por fora as mudanças incluem a grade Panamericana, até então inédita em um modelo 35, rodas de 10 polegadas, pinças de freio prateadas e para-choques exclusivos. Por dentro, a arquitetura evidentemente é a mesma do GLB, com o sistema MBUX destacado sobre o painel, porém os bancos e o volante são exclusivos do AMG, assim como os pedais de alumínio. (LC)

 

Porsche Macan Turbo chega a 2020 com facelift e 440 cv

Depois de mostrar o Macan 2020 em julho deste ano, nas versões básica e S, agora a Porsche apresenta o novo Macan Turbo. O carro acompanha o facelift das outras variantes, para-choques redesenhados e uma régua iluminada entre as lanternas traseiras. A maior novidade, porém, está debaixo do capô.

O motor é um V6 biturbo de 2,9 litros emprestado do Porsche Panamera, capaz de entregar 440 cv e 56 kgfm de torque – um aumento de 40 cv em relação à geração anterior, que usava um V6 de 3,6 litros. O torque permanece nos 56 kgfm a partir das 1.800 rpm, e o câmbio continua sendo o PDK de dupla embreagem e sete marchas, com tração nas quatro rodas. O resultado é um crossover capaz de ir de zero a 100 km/h em 4,3 segundos, ou seja, três décimos a menos que o Macan Turbo antigo.

Os detalhes estéticos que diferenciam o Macan Turbo das demais versões são o para-choque dianteiro, com um splitter mais pronunciado, o para-choque traseiro com difusor exclusivo e ponteiras de escape duplas, e o spoiler no topo do vigia traseiro. E o crossover esportivo também traz alguns itens interessantes, como os freios revestidos com carboneto de tungstênio, que de acordo com a Porsche reduz em 90% a emissão de resíduos nas frenagens, além de reduzir o fading.

O interior vem com bancos elétricos com 18 ajustes, revestimento de Alcantara no teto, volante aquecido (emprestado do Porsche 911) e central multimídia com touchscreen de 19 polegadas. O sistema de som é da Bose, com 14 alto-falantes e 665W RMS. O console central possui um carregador wireless por indução.

O Macan Turbo 2020 já pode ser encomendado nos EUA e na Europa. Sua chegada ao Brasil não deve demorar mais do que uns poucos meses, como já é padrão para a Porsche. (DH)

 

Volkswagen apresenta o “primeiro teaser” do novo Golf

A Volkswagen divulgou nesta quarta-feira (28) o “primeiro teaser” da nova geração do Golf. Primeiro, assim, entre aspas, porque ela própria já desfilou com o carro praticamente sem disfarces mundo afora, como se as câmeras de telefone, a internet e as redes sociais não existissem — e não fossem usadas por ela própria como ferramentas de divulgação.

Mas ok, vamos considerar este o primeiro teaser formal do Volkswagen Golf. O que ele mostra? Nada que já não tenhamos visto. O que ele esconde? Tudo o que já foi visto. O que a Volkswagen revelou com ele? Nada. Não há informações sobre motorização, não há data de lançamento confirmada, não há absolutamente nenhuma informação nova além da camuflagem que simula o fluxo aerodinâmico no carro. É preciso fazer um exercício de semiótica para sugerir que eles podem estar tentando dizer que o carro foi refinado aerodinamicamente em relação ao modelo anterior. Mas isso é o que se espera de um carro de 2020.

O que sabemos sobre o Golf: ele terá um design interno mais limpo, com menos botões e mais telas e superfícies sensíveis ao toque. Ele também irá usar os motores 1.0 TSI e 1.5 TSI com potência entre 90 e 150 cv, mas atualizados com um sistema elétrico de 48 volts para formar um conjunto híbrido leve, o que permitirá uma evolução do start-stop que desliga o motor sempre que o pedal do acelerador é completamente aliviado. Quanto ao GTI, ele também deverá manter o 2.0 TSI da geração atual, porém com a mesma potência do atual Clubsport, variando entre 250 e 275 cv, enquanto o Golf R deverá chegar perto dos 400 cv com a ajuda do sistema elétrico de 48 volts.

O lançamento, diferentemente do que se considerava lógico, não deverá acontecer no Salão de Frankfurt, mas em outubro. (LC)

 

Porsche apresenta o 99X Electric, seu monoposto da Formula E

Apesar de existir certa resistência dos entusiastas quanto aos carros elétricos, a Fórmula E vem sendo tratada pela indústria como a mais promissora categoria de monopostos da atualidade. E um nome de peso acaba de ser revelado para a temporada de 2019/2020: o Porsche 99X Electric.

A Porsche havia anunciado em 2017 que entraria na Fórmula E – ou seja, o 99X Electric está em desenvolvimento há pelo menos dois anos.  O carro segue o regulamento da temporada, o que significa que ele tem um motor elétrico e um conjunto de baterias de 800V, suficiente para entregar entre 320 cv e 340 cv, dependendo do modo de pilotagem. Em termos de dimensões, o Porsche 99X Electric tem 5.160 mm de comprimento, 1.770 mm de largura e 1.090 mm de altura. O peso mínimo (incluindo o piloto) é de 900 kg, sendo que só as baterias pesam 385 kg.

A carroceria de fibra de carbono recebeu o esquema de cores oficial da Porsche nos últimos anos, com preto, branco, e vermelho. Dois carros serão conduzidos pelos pilotos Neel Jani e André Lotterer, como já havia sido anunciado pela Porsche.

A Porsche está dando bastante importância a seu ingresso na Fórmula E, destacando o fato de ser seu retorno às categorias após três décadas – ou seja, o Porsche 99X Electric é o sucessor da experiência fracassada que a companhia teve com a Fórmula 1 na década de 1980. Talvez o interesse do público aumente com a estreia dos alemães, mas só o tempo dirá. (DH)

 

Novo Hyundai Creta é flagrado sem disfarces na China e revela painel

A versão de produção da nova geração do Hyundai Creta foi flagrada sem disfarces na China pelo site local Autohome.

O flagra confirma o estilo, que segue as linhas do conceito ix25, mas a maior novidade fica no interior: o novo Creta usará uma grande tela vertical para controlar o sistema multimídia, ar condicionado e outras funções que seriam controladas no painel central. A tela tem desenho flutuante e a moldura é integrada no console.

O modelo chinês terá um motor 1.5 aspirado de 115 cv, enquanto na Índia deve seguir as motorizações do irmão Kia Seltos, que usa o mesmo 1.5 ou um 1.0 turbo de 120 cv. Não se sabe ainda se o Creta brasileiro seguirá o estilo do modelo chinês, é esperado que o modelo nacional use motores mais potentes para agradar ao gosto local. O 1.0 turbo do modelo indiano é cotado junto de um 1.4 turbo de 140 cv usado no i30 europeu. (ER)

 

Toyota e Suzuki anunciam aliança

A Toyota e a Suzuki anunciaram oficialmente sua aliança e revelam o proposito desse acordo. Os fabricantes pretendem compartilhar conhecimentos e fazerem projetos em conjunto focando em suas áreas mais fortes, carros compactos no caso da Suzuki e powertrain hibrido na Toyota.

Os fabricantes vão trabalhar em conjunto no desenvolvimento de tecnologias de direção autônoma. A Toyota já vem fazendo testes com alguns Lexus LS e prometeu uma frota de carros autônomos para trabalhar nas olimpíadas de Tóquio em 2020.

Essa aliança vai render dois carros híbridos novos da Suzuki para a Europa, baseados no Toyota Rav4 e na perua do Corolla. A Toyota vai usar também os novos motores de carros compactos da Suzuki, que serão feitos em uma fábrica da Toyota na Polônia. Dois novos híbridos baseados em carros da Suzuki serão feitos para o mercado indiano, um baseado no sedã Ciaz e outro na minivan Ertiga. A Toyota também será responsável por fabricar o crossover compacto Vitara Breeza para o mercado indiano.

A aliança vem sendo discutida desde 2016, em março de 2019 os detalhes finais começaram a ser decididos. Para oficializar a aliança, Toyota e Suzuki comprarão 4,94% das ações de seus novos parceiros. (ER)

 

Novo Subaru Impreza é apresentado no Japão

A quinta geração do Subaru Impreza foi lançada em 2016 e, para o ano-modelo de 2020, recebe sua primeira atualização. O carro ganhou uma dianteira redesenhada, com novos para-choques e grade, além dos faróis e lanternas com os elementos internos redesenhados. As rodas também são novas, com diâmetro entre 16 e 18 polegadas. Não houve mudanças no interior.

Os motores são todos boxer, com deslocamento de 1,6 ou dois litros, sendo que o motor 2.0 pode ter tecnologia híbrida. A tração é dianteira ou integral, dependendo da versão.

O carro foi apresentado no Japão, mas logo no início de 2020 começarão as encomendas nos países nos quais o Impreza é oferecido (o que não inclui o Brasil, onde o mais próximo do Impreza é o Subaru XV).

O que realmente nos deixa com a pulga atrás da orelha é o fato de o Impreza ter já ter mudado de geração e sido atualizado nos últimos três anos, enquanto o WRX permanece praticamente o mesmo desde o lançamento em 2014. Espera-se que o novo WRX, que continuará como um modelo separado, seja apresentado até meados de 2020. (DH)

 

Fórmula 1 divulga o calendário da temporada de 2020, que será o maior da história

A Fórmula 1 divulgou o calendário da temporada de 2020, que possui a maior quantidade de corridas da história da categoria: 22 grandes prêmios. As novidades do calendário são a entrada do Vietnam e o retorno da Holanda. Alemanha, México e Espanha estavam correndo risco de sair da F1 e passavam por negociações, dos três apenas a Alemanha não permaneceu.

O GP de Monza, na Itália, está incluído no calendário, mas falta a assinatura final para confirmar. A temporada continua abrindo com o grande prêmio da Austrália, no dia 15 de março, e fechando em Abu Dhabi, em 29 de novembro. O estreante GP de Hanoi, capital do Vietnam, será a terceira corrida da temporada, no dia 5 de abril.

O circuito de Zandvoort, que estava fora da F1 desde 1985, sediará o GP da Holanda em 3 de maio, abrindo a temporada europeia. O GP do Brasil, em Interlagos, será a penúltima corrida do ano, no dia 15 de novembro. Confira o calendário abaixo. (ER)

  • 15 março Austrália (Melbourne)
  • 22 março Bahrain (Sakhir)
  • 5 abril Vietnam (Hanói)
  • 19 abril China (Xangai)
  • 3 maio Holanda (Zandvoort)
  • 10 maio Espanha (Barcelona)
  • 24 maio Mônaco (Mônaco)
  • 7 junho Azerbaijão (Baku)
  • 14 junho Canadá (Montreal)
  • 28 junho França (Paul Ricard)
  • 5 julho Austria (Red Bull Ring)
  • 19 julho Grã-Bretanh  (Silverstone)
  • 2 agosto Hungria (Budapeste)
  • 30 agosto Bélgica (Spa)
  • 6 setembro Itália (Monza)
  • 20 setembro Cingapura (Cingapura)
  • 27 setembro Rússia (Sochi)
  • 11 outubro Japão (Suzuka)
  • 25 outubro EUA (Austin)
  • 1 novembro México (Cidade do México)
  • 15 novembro Brasil (São Paulo)
  • 29 novembro Abu Dhabi (Abu Dhabi)

Matérias relacionadas

Esporte-fino: um Mercedes-Benz 280C Coupe com motor seis-em-linha e 80.000 km rodados à venda

Dalmo Hernandes

O Shelby de Carroll Shelby a venda, Hyundai lança airbag de teto solar, alguém está vendendo 18 Porsche 911 GT3 e mais!

Leonardo Contesini

Ford confirma Territory no Brasil, Audi Q8 chega por R$ 476.000, Chevrolet Cruze de cara nova e mais!