A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

O primeiro 911 Cabriolet a venda, Ford começa a produção do novo GT, Oettinger lança novos kits para Golf GTI e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

O primeiro Porsche 911 conversível da história está a venda

1964-porsche-911-cabriolet-prototype-auction

 

Apesar de ter levado 18 anos para lançar um 911 conversível, a Porsche já planejava uma versão sem teto do modelo desde 1964, seu primeiro ano de mercado. O 911 vermelho destas fotos é a prova concreta disto: trata-se do primeiro 911 conversível da história, fabricado em 1964. E ele está a venda.

1964-porsche-911-cabriolet-prototype-auction-2

 

Durante o desenvolvimento do modelo, o fabricante alemão produziu 13 protótipos do 911 conversível. Destes 13  somente dois deles ainda existem até hoje, e este vermelho é um deles. Fabricado em 1964 e marcado com o número de chassi 13360, ele foi o primeiro Porsche construído do zero para ser um conversível, embora não tenha uma capota como os 911 conversíveis que conhecemos.

1964-porsche-911-cabriolet-prototype-auction-1

Tendo sido construído do zero sem um teto, ele foi fundamental para o desenvolvimento do Porsche 911 Targa, que foi lançado em 1966, e, claro, do 911 Cabriolet de 1982. Também por isso, a casa de leilões RM Sotheby’s, que será responsável pela promoção da venda do carro, o anunciou como “um dos Porsche mais importantes já oferecidos ao público”. Isso também significa que ele não será nem um pouco acessível como os 911 sempre foram lá fora: o preço estimado de venda pela casa de leilões é algo entre 850.000 e um milhão de euros.

 

Ford finaliza o primeiro exemplar do novo GT

the_first_road-going_ford_gt_has_rolled_off_the_line

Ele já está entre nós desde o Salão de Detroit do ano passado, mas até agora só havia sido mostrado em forma conceitual, mock ups ou em suas versões de corrida, que venceram a categoria GTE Pro em Le Mans neste ano. Dissemos “até agora” porque a Ford finalmente iniciou a produção do novo GT, e seu primeiro exemplar já está pronto.

ford_gt_was_unveiled_at_naias_in_january_2015

O exemplar saiu da linha de produção dirigido pelo vice-presidente executivo da Ford Raj Nair, que cumpriu seus dois objetivos para 2016: voltar a fabricar o GT e vencer as 24 Horas de Le Mans. O modelo é equipado com o V6 3.5 biturbo de “mais de 600 cv”, combinado a um câmbio automatizado de sete marchas, painel de instrumentos configurável e banco fixo, com ajuste da pedaleira como na LaFerrari.

ford_gt_deliveries_begin

Nos próximos 12 meses a Ford irá produzir somente outros 249 GTs. Outros 250 exemplares serão produzidos nos próximos anos, totalizando 500 carros ao final da produção. Contudo, como a demanda pelo esportivo foi muito maior do que o esperado, é possível que sua produção ganhe outras 500 unidades, totalizando 1.000 exemplares.

 

Mini Clubman ganha versão John Cooper Works

2017-MiniClubmanJCW-45

Depois do Mini hatch e do Mini cabriolet, é a vez da perua Mini Clubman ganhar o tratamento esportivo dos herdeiros do lendário John Cooper. Sim, estou falando do Mini Clubman John Cooper Works, que foi apresentado nesta sexta-feira na Europa.

2017-MiniClubmanJCW-41

Isso significa que a perua Mini agora é equipada com o motor 2.0 turbo calibrado para produzir 231 cv e, diferentemente do hatch e do conversível, ele também ganhou o sistema de tração integral ALL4. O câmbio manual é o mesmo de seis marchas do Mini JCW, porém se você optar pelo automático, ele terá oito marchas em vez de seis. Independentemente do câmbio escolhido, o Clubman JCW vai do zero aos 100 km/h em 6,3 segundos e chega à máxima de 238 km/h.

O conjunto mecânico ainda inclui novos freios com discos maiores da Brembo, suspensão recalibrada com amortecedores adaptativos e escape menos restritivo. O pacote também inclui mudanças visuais: rodas de 18 polegadas exclusivas da versão, para-choques com tomadas de ar e respiros maiores, saias laterais JCW, spoiler traseiro, grade dianteira tipo colmeia e a exclusiva cor Rebel Green, que é combinada com teto e retrovisores vermelhos.

 

Oettinger lança novo kit para versões esportivas do Golf

VW-Oettinger-Golf-02

A Oettinger, uma das preparadoras mais tradicionais de modelos Volkswagen, está lançando um novo kit para os modelos esportivos do Volkswagen Golf — o GTI, GTD e R.

VW-Oettinger-Golf-04

O conjunto inclui um novo difusor traseiro funcional e mais agressivo, spoiler de teto, splitter frontal e saias laterais para otimizar o fluxo aerodinâmico do hatchback — tudo projetado em túnel de vento, segundo a Oettinger.

VW-Oettinger-Golf-05

Além dos aprimoramentos aerodinâmicos, a Oettinger também inclui um novo sistema de escape com quatro saídas para os três modelos. O sistema do Golf R vai um pouco além e inclui ainda uma válvula bypass, que redireciona o fluxo para emitir um ronco mais encorpado e agressivo.

VW-Oettinger-Golf-01

O kit custa US$ 5.070 para o GTI e GTD, e US$ 6.630 para o Golf R — todos incluem a pintura e instalação.

Matérias relacionadas

Project Cars #261: meu Citroën AX GTi está pronto e acelerando nas pistas!

Leonardo Contesini

Um Alfa Romeo 145 Quadrifoglio, um Volvo S70 T5 todo original, um Golf Variant TSi muito novo e mais no GT40

Dalmo Hernandes

Por que você deveria assistir ao novo “Carangas vs. Carrões”

Leonardo Contesini