O que estes três Porsche 956 estavam fazendo no meio do trânsito?

Leonardo Contesini 12 janeiro, 2018 0
O que estes três Porsche 956 estavam fazendo no meio do trânsito?

Você provavelmente já viu uma das fotos acima. É impossível deixar a foto de Porsche 956B, com a lendária pintura da Rothmans e em meio ao trânsito, passar batida em uma página de revista ou de internet. Eu mesmo já conhecia essa da esquerda, com os três carros vistos do alto, há um bom tempo e nunca soube a história por trás dela. Afinal… o que esses três Porsche estavam fazendo na rua? Por que cazzo eles não estão em caminhões de transporte de carros de corrida? Você tem cinco minutinhos aí?

A história dessa foto começou nos últimos dias de novembro de 1984, quando as equipes do World Sportscar Championship (WSC), o avô do atual WEC, desembarcaram em solo australiano para os 1000 Km de Sandown Park. O WSC havia acabado de firmar uma parceria de três anos com os australianos e aquela seria a primeira prova do campeonato mundial da FIA em solo australiano. Para comemorar o acontecimento inédito, Jack Brabham e Alan Jones, até hoje os pilotos mais bem-sucedidos da Austrália, foram convidados para participar da prova — eles dividiram dois dos três Porsche 956 da equipe de fábrica, pintados com as cores da Rothmans.

sandown-aerial-current

Essa estreia do WSC na Austrália também levou à primeira hipótese levantada e divulgada sobre esta foto: trata-se de uma ação promocional para divulgar a corrida na cidade. Segundo esta versão, os carros foram rodando do aeroporto de Melbourne até o Sandown Raceway, A foto aérea até ajuda a reforçar esta hipótese, mas ela soa improvável quando você descobre que o aeroporto fica a mais de 50 km do autódromo. Não é exatamente simples pegar três protótipos do Grupo C e colocá-los para rodar 50 km em vias públicas, com semáforos, paradas prolongadas e possíveis congestionamentos em pleno verão australiano. Além disso note que não há batedores auxiliando o desfile dos corredores, tampouco uma multidão aguardando a passagem dos carros. E também não foi uma ação surpresa como temos hoje. Isso não existia na época, afinal, não havia redes sociais e smartphones nos bolsos para compartilharmos instantaneamente o que acontecia.

0ce8fc5cdc6cd39f3c96d7a0dcba98e1--everything-is-awesome-victoria-australia

Descartada esta hipótese, comecei a pesquisar e encontrei o nome da rua: Princes Highway. O Google Maps mostrou que esta é uma das avenidas margeadas pelo circuito. As únicas fotos que encontrei foram estas quatro que ilustram o post. Todas elas foram feitas no mesmo lugar. Isso indica que os carros não rodaram tanto quanto a história do aeroporto conta. Não havia redes sociais e câmeras digitais no bolso, mas mesmo em 1984 parece improvável que alguém consiga atravessar uma capital com três Porsche 956 sem ser fotografado. Eles estavam bem mais perto do Sandown Raceway.

DQCY9-aVAAAMiLR

Mais precisamente a cerca de 4 ou 5 km. Em um bairro vizinho chamado Noble Park. O caso foi contado resumidamente em uma entrevista do site Speecafe com Alan Hamilton, um piloto australiano de turismo que se envolveu nos bastidores da prova. Veja só o trecho da entrevista:

“1984 será lembrado como o ano em que o Mundial de Endurance veio à Austrália para correr em Sandown Park. Qual foi seu envolvimento com este evento?

— Nos envolvemos muito. Abrimos nossa estrutura em Noble Park (ao lado de Sandown) para muitas das equipes que operaram a partir de lá. Os italianos invadiram nossa cozinha e a primeira coisa que eles fizeram foi desembalar suas massas e equipamentos de cozinha. Os alemães chegaram com as equipes de fábrica e uniformes alinhados e eram extremamente profissionais, enquanto os italianos amontoaram tudo no canto, com óleo da última corrida vazando.

Todos eles, contudo, estavam na cozinha preparando espaguete para todo mundo. Foi um evento espetacular e nos envolvemos muito com o circuito, tínhamos tendas repletas de convidados da Porsche de toda a Austrália, e foi espetacular.

Para levar os carros ao circuito, eles simplesmente foram dirigindo pela Princes Highway até o circuito. A polícia só chegou meia hora depois, se perguntando o que havia acontecido. Os caras simplesmente deram a partida e saíram andando das oficinas até a pista. Foi espetacular!”

sportwagen_porsche_hdk_6578

Então aí está a resposta: os carros rodaram uns poucos quilômetros por umas poucas ruas até o autódromo. Não há registros sobre o dia em que isso aconteceu, se foi na quinta-feira, na sexta-feira, nos treinos de sábado ou na manhã que antecedeu a prova. Considerando que a corrida começou às 11:30 do domingo, 2 de dezembro de 1984, nosso palpite é que esse passeio dos carros aconteceu durante a semana, considerando o movimento nas ruas, um caminhão de entregas no trânsito e o horário no relógio em uma das fotos (16:15).

DQCY9-hUIAArxjr

Quanto à corrida, a Porsche levou: Stefan Bellof e Derek Bell no carro número 2 venceram com três voltas de vantagem. O segundo lugar ficou o Porsche 956 número 1 de Jacky Ickx e Jochen Mass, e em terceiro o Porsche 956 de Jonathan Palmer e Jan Lammers.

Outra evidência de que esta não foi uma ação promocional foi o fracasso de público: somente 13.860 espectadores foram ao Sandown Raceway assistir à prova final do campeonato. Os organizadores da prova, o Light Car Club of Australia (LCCA) não conseguiram um patrocinador principal, e não conseguiram firmar um acordo de transmissão pela TV. Os canais australianos estavam todos comprometidos com outros eventos, como o Aberto de Tênis da Austrália, um jogo de críquete, e as eleições federais locais. Com um prejuízo de 400.000 dólares australianos, as edições de 1985 e 1986 acabaram canceladas.

Sugestão do Felipe Mota