O ronco do novo motor Honda para a F1, o primeiro BMW brasileiro está pronto, seca revela cemitério de carros em SP e mais!

Leonardo Contesini 10 outubro, 2014 263
O ronco do novo motor Honda para a F1, o primeiro BMW brasileiro está pronto, seca revela cemitério de carros em SP e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Ouça o ronco do novo motor da Honda para a Fórmula 1

Como todos já sabemos desde 2013, a Honda e a McLaren voltarão a trabalhar juntas na Fórmula 1. A volta da parceria é uma jogada bem menos arriscada do que uma equipe de fábrica, como a Honda tentou fazer na segunda metade da década passada.

Até agora a fabricante japonesa havia divulgado somente uma imagem do novo motor V6 turbo de 1,6 litro, mas agora eles divulgaram um vídeo relembrando seu histórico na Fórmula 1 e apresentando a nova “unidade de força” roncando em uma volta simulada no dinamômetro. Agora só nos resta uma única pergunta: quem serão os pilotos do retorno à Honda na F1? Alonso e Magnussen? Button e Alonso? Ou fica tudo como está?

 

BMW inaugura sua nova fábrica com o primeiro Série 3 brasileiro

BMW-Brazil-plant-8

A BMW apresentou ontem durante a inauguração de sua nova fábrica em Araquari (SC), o primeiro BMW produzido no Brasil: um 328i ActiveFlex. Além do Série 3, a BMW ainda irá produzir o Série 1, X1 e X3, que devem chegar ao mercado em 2015. Futuramente, o Mini Countryman também está nos planos da marca.

A fábrica ainda não está com os setores de pintura e soldagem prontos, e por isso os carros estão sendo montados com componentes importados da Alemanha. Eles terão um índice maior de nacionalização a partir de setembro de 2015, quando estes dois novos setores forem concluídos. Talvez por isso a marca não irá mexer nos preços do Série 3 brasileiro, que parte de R$ 116.950 como seu antecessor importado.

 

Seca no sistema Cantareira revela cemitério de carros no interior de SP

Se você está de olho nas notícias (ou mora em SP) certamente sabe que São Paulo enfrenta uma das piores secas da história e, por isso, o sistema Cantareira de abastecimento de água encontra-se em um nível crítico. Contudo, graças à estiagem na represa do Atibainha, em Nazaré Paulista — parte do sistema — revelou um cemitério de carros que estava ocultado pela água.

Segundo a Polícia Civil, a redução do nível da represa revelou ao menos 20 veículos desde agosto. As carcaças são de carros que foram roubados, ou atirados na água para golpes em seguradoras. Segundo a declaração do delegado da região, Luiz Carlos Ziliotti, ao portal G1, a cada semana aparecem mais carros.

 

Brabus lança Mercedes G63 com 620 cv no Brasil

brabus1

A Brabus está lançando seu segundo modelo no Brasil, o SUV G63 Brabus, baseado no G63 AMG. Com motor V8 biturbo de 6,2 litros, ele produz 620 cv e 97,9 mkgf de torque. Ele será oferecido por US$ 360.000, que na cotação atual equivalem a R$ 855.000.

Com essa configuração o panzer é capaz de chegar aos 100 km/h em 5,1 segundos e à máxima de 210 km/h limitada eletronicamente. Contudo, o comprador pode escolher outras configurações que podem chegar a 700 cv. Como todo modelo da Brabus, o carro pode ser totalmente personalizado — dos pinos das portas ao revestimento dos bancos e teto.

 

Marussia decide manter o carro de Bianchi nos boxes no GP da Rússia

2014109125303_APTOPIX Russia F1 Gp _Segu_II

A Marussia anunciou que vai correr com apenas um carro no GP da Rússia, neste domingo (12), em Sochi. Embora o nome de Alexander Rossi estivesse relacionado entre os inscritos, a equipe decidiu que andar somente com um carro, o de Max Chilton, era a melhor decisão para “as circunstâncias difíceis do fim de semana”.

O carro número 17, de Bianchi, foi reconstruído e montado, e irá permanecer nos boxes com o nome e o número do piloto, assim como a placa dos boxes.