FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #81

O Subaru Impreza SW de Okada – upgrades e dúvidas

Começo este novo post (leia a primeira parte deste Project Car clicando aqui) agradecendo ao Juliano Barata e toda a equipe do FlatOut pela escolha do meu carro para que eu possa documentar a evolução deste projeto num site de grande relevância na área automobilística neste país.

Para mim – e acredito que também para os demais proprietários e leitores assíduos –, o Project Cars ajuda e dá ânimo na realização da árdua tarefa de deixar único e exclusivo um carro que gostamos muito. Investimos tempo, suor, algumas lágrimas e muitas alegrias e risadas (como é bom ter algo que gostamos… estou rindo sozinho lembrando do processo de compra do carro) e é ótimo poder deixar tudo registrado aqui, servindo de inspiração para outras pessoas e outros projetos.

pc81-post02-foto02
Eu e meu grande amigo Alvaro de Oliveira Neto, no intervalo do almoço do Track Day, descansando e olhando tanto a Impreza quanto o Evo… 

Vou descrever abaixo tudo que tenho em mente, o que já fiz (marcados com “OK”) e os próximos passos do projeto do Subaru Impreza SW. E deixarei a parte do turbo em aberto para um novo post, maior e mais detalhado.

Upgrades e modificações

pc81-post02-foto03

Rodas 15” com pneus Pirelli Phanton 195/50 R15 – OK
Rebaixar carro – OK
Acerto de Geometria – OK
Turbo – OK
Freios
Suspensão
Retifica do Motor (com peças forjadas)
Facelift (dúvida: deixar ou não com a frente moderna?)
Lanternas traseiras da versão WRX STi
Aerofólio traseiro
Volante esportivo
Bancos (forração de couro ou esportivos tipo concha?)

Acho que é isso. Se algum leitor lembrar de algo ou tiver alguma sugestão, por favor comente para que eu possa incluir na lista de upgrades que já está salva no meu computador – minha memória anda meio fraca e talvez eu tenha deixado passar algo simples e importante!

Agora, detalhando o que já foi feito na SW (Sport Wagon – adoro este nome!):

Em 22 de novembro de 2013, quatro dias após a compra (não aguentei esperar muito tempo – ela estava muito com cara de tiozão!), vieram as rodas Momo Corse 15”, o rebaixamento da suspensão e as saias e spoilers. As rodas foram compradas na Truck Plaza (loja de rodas daqui de Curitiba) e as molas foram cortadas na B52, pelo Luciano, que também pintou os spoilers e saias de preto fosco e me ajudou a fixá-los no carro. Tudo isso aconteceu no mesmo dia. Dá para ver no cantinho da foto acima as rodas que estavam na SW – pense numa mudança radical com poucos detalhes!

pc81-post02-foto05

Em 9 de dezembro de 2013 foi realizado o acerto de geometria no carro, na Sete Centro Automotivo, com o Sidney (gente finíssima). Convergência alinhada, cambagem com algo em torno de um grau e meio negativo.

pc81-post02-foto01b

22 de dezembro de 2013 foi o dia do primeiro teste prático, para vermos se dava para turbinar o motor sem precisar mexer na retífica logo de cara. Vale lembrar: o hodômetro marcava 305 mil km! Acelerei no Track Day no AIC, Autódromo Internacional de Curitiba. Apenas lá foram 250 km rodados, e o motor estava intacto. Para ver se não foi sorte de principiante, repeti a dose no dia 19 de janeiro deste ano – meti mais de 200 km e tudo ocorreu perfeitamente.

pc81-post02-foto04

Confesso que, daqui em frente, tenho dúvidas sobre o que faço primeiro. Gostaria de ouvir opiniões, pois acredito que este ano o projeto deva caminhar mais lentamente, visto que o investimento no turbo e na própria aquisição do veículo pesaram no bolso. Enquanto amortizo estes gastos, aproveito para traçar o planejamento dos próximos passos. Me ajudam nessa?

O carro já está turbinado, mas deixo para detalhar isto no próximo post, no qual irei falar de forma mais detalhada sobre a sua mecânica.

 

Por Jefferson Okada, Project Cars #81

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Como decidi salvar um Volkswagen Golf GTI mk3 1994

Leonardo Contesini

Project Cars #386: como é usar um Chevrolet Corvette no dia-a-dia?

Leonardo Contesini

Project Cars #86: afinando o ronco do Itamar

Leonardo Contesini