A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Projetos Gringos

O Toyota 2000GT com motor de Supra da Rocky Auto é provavelmente a réplica mais fodástica do mundo

Por mais que réplicas jamais sejam a mesma coisa que o real deal, é impossível não admirar o trabalho de quem dedica seu tempo a recriar um clássico — seja por pura paixão ao modelo recriado, seja para dar a outras pessoas a oportunidade de ter um carro cujos exemplares originais são raros ou caros demais. Como aquele cara que fez uma Ferrari 250 GTO sozinho, lembra?

É claro que nem toda réplica sai bem feita, mas às vezes o pessoal se supera. É o caso da Rocky Auto, oficina japonesa que é especializada em clássicos da Nissan mas, em seu mais novo projeto, decidiu inspirar-se em uma de suas maiores rivais: a Toyota. Foi assim que nasceu o Rocky Auto R3000GT.

rar3gt (21)

A Rocky Auto foi fundada em 1985 por Yoshiya Watanabe, e começou como uma revenda de carros usados que também consertava e restaurava automóveis, mas não demorou para que os serviços de restauração se tornassem a principal atividade da companhia. No início da década de 1990, Watanabe participou de alguns encontros de clássicos por todo o Japão, e sua fama começou a se espalhar. Leia esta história toda aqui!

A oficina é mais famosa por seus restomods usando como base modelos antigos da Nissan (que tal um Skyline GT-R “Hakosuka” da década de 1960 com motor RB26 biturbo?), e é a primeira vez que fazem uma réplica do zero. Por sorte, eles têm muita experiência em fabricação sob medida com fibra de vidro — algo necessário, visto que estamos falando da recriação de um dos mais belos carros já feitos pelos japoneses.

rar3gt (17)

Caso você não lembre, o 2000GT é considerado “o primeiro supercarro da história do Japão”, mesmo que ele não tenha um V8, V10 ou V12 girador atrás dos bancos.  O seis-em-linha alimentado por três carburadores Solex tinha comando duplo no cabeçote deslocava dois litros (daí o nome do carro, de 2000 cm3³) para entregar 150 cv. Não parece muito, mas era o bastante para arranhar os 220 km/h — definitivamente uma boa marca para um carro que, no ano que vem, completa 50 anos de lançamento.

Além disso, há outras duas coisas que tornam o 2000GT um carro absurdamente desejável: ele é simplesmente estonteante, com inspiração nos grand tourers europeus, porém com personalidade própria; e o fato de só terem feito cerca de 350 exemplares dele entre 1967 e 1970. Quando um exemplar é colocado à venda, raramente o preço fica abaixo de US$ 1 milhão. Dá para entender por que os caras da Rocky Auto o escolheram para fazer réplicas, não é mesmo?

rar3gt (14)

Quase tudo o que se encontra a respeito do projeto está escrito em japonês, e a gente ainda não está fluente no idioma nipônico. Porém, conseguimos entender que os caras da Rocky Auto já estão trabalhando no projeto há anos, e o concluíram bem a tempo para o cinquentenário do 2000GT.

rar3gt (13)

As réplicas são feitas sobre um chassi tubular usando uma carroceria de fibra de vidro em peça única — um trabalho admirável, diga-se. Primeiro, porque a gente fica se perguntando onde diabos os caras descolaram um carro original para servir como molde. Segundo, pela fidelidade das formas: a não ser que você seja um verdadeiro especialista no 2000GT, fica difícil ver a diferença entre um exemplar autêntico e uma réplica concluída. Todos os detalhes estão ali: os faróis auxiliares com lente de acrílico, os faróis escamoteáveis, para-choques minimalistas, tudo é extremamente convincente. Olhe as fotos e diga se estamos exagerando:

Por dentro, as coisas não são tão diferentes: o console central e os revestimentos de porta têm acabamento mais simples, isso dá para ver, mas o painel de instrumentos têm visual idêntico — ainda que conte com saídas de ar-condicionado e um sistema de som moderno. Se ficamos com vontade de guiar um desses? Pode apostar.

rar3gt (15)

Ainda mais sabendo que os caras escolheram muito bem o motor. Para dar mais potência e ficar conceitualmente correto, a Rocy Auto colocou na réplica o motor 2JZ-GE do Toyota Supra — versão naturalmente aspirada, capaz de entregar até 230 cv e 30,4 mkgf de torque — acoplada a uma caixa automática de quatro marchas. Mais old school, impossível. No entanto, para quem quiser mais potência, os caras oferecem um upgrade opcional com turbo e câmbio manual de cinco marchas.

Sim, por que o plano é vender os carros prontos. Aliás, ainda haverá a versão RHV (Rocky Hybrid Vehicle) que, em vez do motor seis-em-linha do Supra, terá o conjunto híbrido do Toyota Prius. Se for a geração passada, a mais comum de todas, estamos falando de um quatro-cilindros de 1,8 litro e 98 cv, mais um motor elétrico que eleva a potência total para 134 cv. Sendo bem honestos, também é uma ideia interessante — especialmente para quem quer um carro clássico só para curtir aos fins de semana, sem exageros ou gastos exagerados com combustível.

rar3gt (5)

Ambas as versões usam suspensão independente nas quatro rodas, com braços triangulares sobrepostos e amortecedores ajustáveis do tipo coilover. As rodas com visual de época escondem freios a disco. É como um restomod levado ao extremo, mas na verdade é uma réplica feita do zero.

A Rocky Auto ainda não divulgou o preço das réplicas mas, considerando os sete dígitos do preço de um 2000GT original, o R3000GT certamente vai ser um belo negócio, independentemente do quanto custe. A gente já está doido para acelerar um!

3000gt

 

Matérias relacionadas

V12 in da haus: a história do BMW Série 8

Leonardo Contesini

Este Escort Mk1 é a prova de que qualquer carro fica melhor com um V8 “Hayabusa”

Dalmo Hernandes

Brooklands: um dia com máquinas incríveis no primeiro autódromo da história

Leonardo Contesini