A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Carros Antigos

Os 50 anos do esportivo mais incrível que a Mercedes nunca fez

Nos anos 1930, durante era de ouro dos Grand Prix, a Auto Union desenvolveu um carro de corridas com uma configuração inédita até então. Em vez do layout tradicional com motor e câmbio dianteiro, cockpit no meio e tanque na traseira, a fabricante decidiu colocar o motor e o câmbio na traseira e posicionou o posto do piloto mais para a frente, entre o radiador e o tanque de combustível. O layout em tese deixaria o carro mais equilibrado devido à concentração de massas entre os eixos e ao maior peso sobre o eixo de tração. Contudo, a tecnologia de chassis da época ainda não era adequada à configuração: os chassis tipo escada não tinham rigidez suficiente e se flexionavam, causando sobre-esterço. Mesmo assim o poderio da engenharia dos motores V16 foi suficiente para tornar os outros carros obsoletos e encarar em igualdade os Mercedes-Benz, que mantinham sua configuração tradicional de motor e câmbio dianteiro e ganharam poucos GP a mais que a Auto Union. Apesar dos inconveniente

Matérias relacionadas

Quer começar um Project Car? Veja como não acabar numa roubada

Leonardo Contesini

O Citroën Xantia Turbo 4×4 de 700 cv que virou lenda no rallycross dos anos 90

Dalmo Hernandes

Nismo Heritage Parts volta a fabricar o motor RB26DETT (e mais 24 componentes) do Skyline GT-R

Dalmo Hernandes