Os avanços do Automobilismo Virtual em 2017, os problemas do GT Sport, Laguna Seca no Assetto Corsa e Project CARS 2 e muito mais

Andrei Fonseca 28 dezembro, 2017 0
Os avanços do Automobilismo Virtual em 2017, os problemas do GT Sport, Laguna Seca no Assetto Corsa e Project CARS 2 e muito mais

Caros pilotos virtuais! Bem vindos ao SimRacer House, a seção semanal do FlatOut integralmente dedicada ao mundo do automobilismo virtual em todo o seu espectro – do Gran Turismo ao iRacing, do Forza ao Assetto Corsa! Notícias, lançamentos de mods, softwares e hardwares (de volantes a placas de vídeo), atualizações, campeonatos, recordes, você irá encontrar tudo aqui. Acelere conosco!

banner_3wide_flatout

youtube_3wide

facebook_3wide

3wide

 

Os avanços do Automobilismo Virtual em 2017

0

Depois de um ano e meio juntos aqui no FlatOut falando sobre simuladores, acho que chegou a hora de darmos uma olhada para trás e ver tudo que vimos acontecer este ano. Parece que não, mas nunca tivemos um ano tão produtivo nas corridas virtuais como 2017.

 

1. Automobilismo Virtual está ficando algo sério

1

Ainda que para a maioria ainda seja um hobby, correr virtualmente tem se tornado algo sério à medida que ganha contornos de e-sport mais estruturado. Vimos a McLaren lançar o World’s Fastest Gamer para contratar um piloto virtual para trabalhar em Woking e as primeiras competições oficiais da FIA com a Formula 1 e Formula E.

Para 2018 a Formula 1 já confirmou a segunda temporada do campeonato virtual. Esperamos ver cada vez mais campeonatos assim no próximo ano.

 

2. A lenta morte da Ajuda de Traçado

2

Ao longo do tempo, uma das maiores muletas dos jogos de corrida, a Ajuda de Traçado, foi evoluindo, tornando-se cada vez mais interativa, com alteração de cores para indicar a velocidade correta nas curvas, aumentando nas curvas cegas e se adaptando tendo como referências as voltas mais rápidas.

Tudo bem que alguns simuladores nativos como o Automobilista incluíram recentemente essa ajuda como forma de melhor fazer a transição daqueles que chegam ao simulador pela primeira vez. Porém, este ano, o GT Sport apresentou uma alternativa que faz referência a como se aprende traçado no mundo real nos cursos de pilotagem: com cones. Na verdade, no GT Sport existem marcações flutuantes que são posicionados na entrada, tangência e saída das curvas, tais como seria feito com os cones.

Dessa forma, o piloto virtual é obrigado a aprender a contornar as curvas da maneira correta, olhando para o próximo marcador, escolhendo sua melhor referência particular para freiar e acelerar, sem ficar com o foco no trecho de asfalto imediatamente à frente do carro.

 

3. GRID Autosport deu o que tinha que dar

3

Depois que GRID ganhou o prêmio de jogo de corrida arcade do ano em 2008 da Academia Britânica de Cinema e Televisão, a Codemaster tentou dar sobrevida à série chegando ao GRID Autosport em 2014. Bom, o jogo é legal mais não emplacou. A investida pareceu tão fora de tempo que inclusive fizeram uma versão para iOS e Android no ano seguinte, para concorrer com Real 3 da EA. Mas uma vez um passo atrás, o jogo foi desenhado no controverso formato pay-to-win e ainda exige um smartphone ou tablet potente para rodar satisfatoriamente. Sem chance!

 

4. Nunca se é velho demais para Hot Wheels

4

Sabe aquela história de que o homem não cresce e são os brinquedos que ficam mais caros? Pois é! A indústria dos jogos aprendeu isso e explorou o espírito dos jogadores de Hot Wheels crescidos. Ou vai dizer que você não percebeu que Forza Horizon 3, lançado em Maio, é uma versão digital da nossa brincadeira predileta no tapete da sala em dias chuvosos? Troque as montanhas russas de plástico laranja por circuitos numa ilha australiana e estamos lá na frente de uma tela numa versão mais cara dos carrinhos da infância.

 

5. O que vale é a experiência. E quanto mais extrema, melhor!

5

Se você nunca teve a oportunidade de desafiar Nürburgring Nordschleife, ainda não aprendeu o significado de “Respeito ao Volante”. Mesmo assim, faz parte do imaginário dos cabeça de gasolina uma volta dramática no Inferno Verde em condições absurdas.

Claro que na segurança de seu sofá, você pode experimentar um pouco disso com Project CARS 2 e seus gráficos estonteantes. Uma fina camada de gelo no asfalto, visibilidade mais curta que um espirro só servem para alimentar a vontade de cometer uma loucura como essa enquanto se sonha em 4k. Física? Prefiro sonhar.

 

6. Ah… O 4K!

6

Tenho um colega de trabalho que só conseguia gostar de Xbox One pelo fato de poder jogar em 4K. Ele falava tanto disso que acabei apelidando ele de 4K. Tudo bem que ele vendeu o Xbox One e montou um PC Gamer. Agora chamo ele de FullHD.

Mas convenhamos. Quando otimizado e rodando liso, qualquer coisa em 4K fica fantástico. Até sogra em 4K deve ser algo impressionante.

E se você aproveitou bem a Black Friday, o GT Sport e seu modo fotográfico em 4K é uma boa forma de gastar seu tempo. O que falar do Forza Motorsport 7? A Capela Sistina do Automobilismo Virtual rodando a 60fps? Ainda temos Need For Speed Payback com todo seu detalhismo sem precedentes e o F1 2017 confirmando que a cor de iogurte de morango da Force India é horrível em qualquer resolução.

 

7. O que não falta é pista

7

Com o problema de licenciamento dos estágios oficiais da WRC, a saída encontrada no Dirt 4 foi o “Your Stage”, um modo prático de se fazer trechos de rally em quantidade quase infinita. O sistema é amplo o suficiente para fazer você correr por pelo menos mais tempo que terá para jogar até sair o próximo Dirt. Com isso, quem já cansou de sempre andar nas mesmas pistas ou trechos agora encontrará um desafio novo. Será que um dia teremos algo assim para simuladores que correm em circuitos fechados com asfalto, zebras e guard-rails? Seria legal ver toda essa galera que fala mal de Hermann Tilke ter uma ferramenta assim, sem contar que abriria um precedente interessante no universo do Automobilismo Virtual.

Esses são os nossos detaques. E o que vocês destacam no Automobilismo Virtual em 2017?

 

Servidores do Gran Turismo Sport caem e revolta até desenvolvedores

gtsport

É raro ver os desenvolvedores criticando abertamente o trabalho uns dos outros, particularmente quando eles trabalham para o mesmo empregador. Neste caso, Kurt Margenau (Designer Co-Líder de Uncharted 4: A Thief’s End e Diretor de Uncharted: The Lost Legacy), da Naughty Dog (comprada pela Sony em 2001) simplesmente não conseguiu não criticar o sistema de salvamento online do GT Sport.

Isso mesmo, mesmo com a recente implementação do modo single player, o GT Sport ainda só pode ser salvo quando conectado aos servidores do jogo, que para fúria de todos, ficou offline durante o Natal. Margenau escreveu “De quem foi essa ideia?” antes de fazer piadas com o jogo preferido do Juliano Barata (mentira!) chamando o GT Sport de um “simulador de fotos automotivas”.

Infelizmente o foco na carreira online trouxe um preço que desagradou a maioria. Mesmo recursos que não tem lógica serem sincronizados online como o modo foto ficam indisponíveis quando sem conexão com a internet. Talvez exigir conexão não fosse tão frustrante se os servidores do GT Sport fossem mais confiáveis, mas as constantes manutenções mutilam a diversão em várias ocasiões.

 

Laguna Seca: Assetto Corsa vs Project CARS 2

DigiProst postou um comparativo de Laguna Seca lado a lado no Assetto Corsa e Project CARS 2 para ver quem fez o melhor trabalho.

A pista californiana foi recentemente disponibilizada no Assetto Corsa como parte do DLC gratuito do Bonus Pack 3, permitindo a todos dar uma olhada em como ele se impõe contra a concorrência.

Embora a versão do Assetto Corsa baseie-se em dados de varredura a laser, a tomada do Project CARS 2 na pista é baseada em dados de varredura por drone (obviamente menos precisa, mais barata e rápida).

Com duas abordagens diferentes na criação de pistas, qual resulta em um resultado mais realista? Assista e decida!

Ainda falando sobre Laguna Seca, o canal no YouTube “60FPS SimRacing” postou um comparativo da versão escaneada a laser no Assetto Corsa em 4K comparando o resultado com uma onboard real. Com certeza terá trechos que você achará que a imagem da onboard real é o jogo. Para quem jogou Grand Prix Legends como eu, ver a mudança de relevo do Saca Rolha milimetricamente representada na tela me faz perceber como estou velho.

 

Raceroom: Porsche real e virtual em Nordschleife

Georg Ortner está de volta com outra comparação impressionante no RaceRoom Racing Experience.

Depois de dar uma olhada no Nürburgring Nordschleife em seu último vídeo, o mais novo upload possui o Porsche 911 GT3-R recentemente lançado no RaceRoom na pista de corrida mais famosa do mundo.

Como de costume, Georg colocou muito trabalho para recriar uma versão virtual das imagens de vídeo reais, incluindo a grande combinação de batalhas em pista com um Mercedes AMG GT3 na frente.

 

 

Nota: A Comunidade do Automobilismo Virtual no Brasil possui diversos Clubes e Ligas independentes. Neste espaço, iremos divulgar o máximo possível os campeonatos online e eventos realizados seguindo uma ordem alfabética nos resumos e uma ordem cronológica na agenda de eventos. Qualquer Clube, Liga, Equipe e Piloto Virtual pode nos enviar seu release (via Portal do 3Wide) para divulgarmos semanalmente aqui no Flatout.

 

3WideClub retorna com a School Cup em 2018

lancer

Para você que quer iniciar no Automobilismo Virtual, o 3Wide retornará com a School Cup em 2018 no Automobilista.

Paralelo à Escola de Pilotagem Virtual, no qual o piloto virtual aprende sobre técnicas de pilotagem aplicadas aos simuladores além de análise de telemetria e ajuste de setup, todos os pilotos inscritos em qualquer dos módulos do curso terão acesso a competição com etapas mensais mesclando pilotos experientes nos Lancers RS e os do curso nos Lancer R.

As provas serão em 40 minutos com pitstop obrigado em janela de 5 voltas a partir do 15º minuto de corrida. As inscrições serão por etapa sendo 250 LÆPs para os inscritos na Escola de Pilotagem que correrão nos Lancer R e 500 LÆPs para os demais inscritos que correrão nos Lancers RS.

Todos os eventos serão às quintas, uma vez por mês, com transmissão ao vivo na Fanpage do 3WideClub. Para mais informações sobre a Escola de Pilotagem Virtual ou sobre a School Cup, acesse o site do 3WideClub.

 

Inscrições abertas na Square Racing Club

square

Para quem curte carro “raiz”, com uso de embreagem e câmbio H, a Square Racing Club está com inscrições abertas para a Vintage Series com DTM Anos 90 no Assetto Corsa.

Serão 5 etapas entre Fevereiro e Abril aos domingos a partir das 21h15 com transmissão ao vivo no YouTube, duas categorias: AM e PRO e taxa de inscrição de R$ 35,00.

Se você topa o desafio de pilotar a BMW M3 E30, Alfa Romeo 155 TI V6 ou Mercedes 190 E EVOII, só acessar o site da liga e fazer sua inscrição.