Edição diária: 20/06/2019
FlatOut!
Image default
Car Culture Eventos

Os carros-conceito que estrearam no Concours d’Elegance Pebble Beach

Ontem (17), mostramos aqui no FlatOut um pouco de tudo o que rolou no Concours d’Elegance Pebble Beach, um dos eventos mais importantes da Monterey Car Week, que aconteceu entre os dias 10 e 16 de agosto na cidadezinha de mesmo nome, na Califórnia. Mais de 200 carros, vindos das coleções mais preciosas do mundo, marcaram presença no evento — a maioria deles clássicos de valor financeiro exorbitante e significado histórico inestimável.

Mas Pebble Beach também tem espaço para novidades: todos os anos, fabricantes do mundo todo aproveitam o Concours para revelar seus melhores carros-conceito no meio dos clássicos. Alguns deles são exercícios de design, pura e simplesmente. Outros sugerem um novo direcionamento de design para suas fabricantes. O que importa, porém, é que todos têm espaço no gramado de Pebble Beach, e nós vamos ver agora os que fizeram sua estreia mundial no evento.

BMW 3.0 CSL Hommage R

BMW-30-Hommage-R-Concept-63

O BMW 3.0 CSL é um dos maiores clássicos da marca, sem dúvida. O carro de corrida dos anos 1970, cuja história contamos aqui, era uma versão aliviada do cupê “New Six” E9, feito pela BMW especialmente para a preparadora Alpina, que competia com os carros bávaros no Campeonato Europeu de Turismo.

Você pode ler mais a respeito dele aqui, mas o que importa é o seguinte: além de ser um carro vencedor, levando para casa o título de 1973 com Derek Bell, Harald Ertl, Niki Lauda e Brian Muir ao volante, o 3.0 CSL é um carro absurdamente bonito. Seu kit aerodinâmico totalmente funcional rendeu a ele o apelido de “Batmóvel”.

conceitos-pebble (8)

Como você deve lembrar, a BMW apresentou no último Concorso d’Eleganza Villa d’Este, em maio, o BMW 3.0 Hommage — mais um membro da família de conceitos que homenageiam grandes clássicos da marca. Demorou um tempo para nos acostumarmos com seu visual e sua cor, mas o 3.0 Hommage é um daqueles carros de que você aprende a gostar. Contudo, uma ajudinha é sempre bem-vinda.

 

Deve ter sido por isso que a BMW deu um up no visual do 3.0 Hommage com um novo esquema de pintura, usando as cores da divisão M sobre um fundo branco.

Se o visual é familiar para você, há um bom motivo: trata-se de uma referência direta ao 3.0 CSL que, em 1975, faturou o título do campeonato de turismo da IMSA, nos EUA. Até o número, 25, é o mesmo. Curioso… agora aquela cara de “angry pig” começou a desaparecer da nossa memória…

 

Galpin-Fisker Rocket Speedster

conceitos-pebble (11)

Foto: Autocar

Julgando pelo nome, você talvez não imaginasse que o Galpin-Fisker Rocket Speedster é um… Mustang! Trata-se do mais recente projeto de Henrik Fisker, que até meses atrás fabricava o elétrico Fisker Karma. Ao lado da Galpin, uma das maiores concessionárias Ford dos EUA, Fisker desenvolveu um Mustang com carroceria alargada, peças de fibra de carbono feitas sob medida, discos de freio Brembos de 15 polegadas e um V8 supercharged de cinco litros e 730 cv.

conceitos-pebble (10)

Foto: Autocar

A versão cupê do chamado Fisker-Galpin Rocket foi apresentada no Salão de Los Angeles em 2014, e agora o Speedster fez sua estreia em Pebble Beach. Além das mesmas modificações mecânicas realizadas no cupê, o Speedster recebeu uma cobertura especial, feita de fibra de carbono, que pode transformá-lo de um conversível de quatro lugares comum em um roadster de dois lugares — daí seu nome.

De acordo com a Galpin-Fisker, três exemplares do Rocket Speedster já estão encomendados, e a empresa espera realizar cerca de 100 conversões por ano.

 

Hyundai HCD-16 Vision G Coupe

conceitos-pebble (2) conceitos-pebble (3)

Não fosse pelo “Hyundai” no início e pelo “Coupe” no final, o tal do HCD-16 Vision poderia ser qualquer coisa, com um nome desses. Um novo concorrente para o iPad ou algo do tipo. Mas não é não: estamos falando de um carro — um belo carro, por sinal. O conceito HCD-16 tem este nome porque foi projetado pelo estúdio Hyundai California Design (bem longe da Coreia do Sul). E os caras fizeram um belo trabalho, se querem saber.

O HCD-16 evolui a identidade visual que já é encontrada nos modelos maiores da marca sul-coreana, como o Genesis — faróis triangulares e uma enorme grade que parece uma boca sorridente. Mas a dianteira é só o começo. Todo o resto do carro é muito bem proporcionado, com colunas “A” inclinadas — para dar a impressão de que o capô é mais longo do que realmente é —, traseira curta e nada de recortes, vincos e vértices desnecessários. Até mesmo a coluna “C”, contrariando as tendências atuais, é consideravelmente fina, e traz leveza às linhas gerais do carro.

Não há informações a respeito do conjunto mecânico, pois o HCD-16 Vision é apenas um exercício de design, feito para mostrar qual poderá ser o direcionamento estilístico da Hyundai nos próximos anos.

 

Reestreias

asterion

Ainda que Pebble Beach receba conceitos inéditos, há aqueles que já fizeram sua estreia, mas aproveitam o evento para chamarem nossa atenção mais uma vez. É o caso do Lamborghini Asterion LPI 910-4, apresentado no Salão de Paris de 2014, que usa o V10 de 5,2 litros do Lamborghini Gallardo aliado a três motores elétricos para entregar 910 cv.

Teoricamente, ele seria capaz de chegar aos 100 km/h em três segundos cravados, com máxima de 320 km/h — e um rival de peso para hipercarros como o Porsche 918 Spyder, a LaFerrari e o McLaren P1. Infelizmente o projeto foi adiado para dar prioridade ao futuro SUV Urus.

conceitos-pebble (5) conceitos-pebble (4)

Nada de aço, fibra de carbono ou alumínio: o Icona Vulcano Titanium, apresentado no Salão de Xangai de 2013, é feito exatamente do metal que lhe dá o sobrenome. De acordo com a companhia chinesa, com escritórios em Turim e em Xangai, a inspiração para o uso do material na carroceria veio do famoso caça SR-71 Blackbird, cuja fuselagem é feita de titânio.

vulcano titanium

Agora, se acabamos de elogiar as linhas limpas e elegantes do conceito da Hyundai, a Icona Shanghai preferiu apostar exatamente na agressividade com o Vulcano Titanium, que tem faróis triangulares, um grande splitter na dianteira, saídas de ar nos para-lamas e um grande recorte em cada uma das laterais. Não dá para dizer que é um carro feio — longe disso.

Mas o que ele tem de mais interessante é o que há debaixo do capô: um V8 de 6,2 litros com supercharger vindo direto do Corvette ZR-1. Preparado por ninguém menos que Claudio Lombardi, ex-engenheiro da Scuderia Ferrari, o V8 entrega 680 cv e, de acordo com a Icona, é capaz de levar o Vulcano até os 100 km/h em 2,8 segundos.

bentley-exp-10-speed-6-profile

Foto: Automobile Magazine

Outro carro que deu as caras novamente foi o fantástico Bentley EXP 10 Speed Six, o cupê ultraluxuoso que homenageia o passado da fabricante britânica no automobilismo — e tem o interior mais chique que já vimos em um automóvel, com direito a metais nobres e madeira de lei no acabamento. Ele foi mostrado pela primeira vez no Salão de Genebra deste ano.

pebble-beach-grama

E por falar em Bentley, o conceito Lincoln Continental, apresentado no Salão de NY neste ano — que alguns dizem ser parecido demais com os luxuosos ingleses — também esteve em Pebble Beach. Bem como o Buick Avenir, sedã crossover de luxo que, apresentado em Detroit, promete inspirar fortemente um futuro topo-de-linha da marca americana.

Matérias relacionadas

A restauração do BMW 507 de Elvis Presley ficou pronta – e é claro que ele ficou absurdamente lindo

Dalmo Hernandes

Hot Lap Limeira: veja as fotos e os resultados da 13ª edição do evento

Leonardo Contesini

Dois motores e 14 cilindros: este VW Bora tem um motor VR6 debaixo do capô e um W8 central traseiro!

Dalmo Hernandes