A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Os carros de rua dos pilotos de Fórmula 1 – parte 1

Para a maioria das pessoas comuns o carro escolhido para o dia-a-dia é, geralmente, algo racional e mundano, enquanto os Project Cars, antigos, esportivos e afins ficam reservados para os momentos de lazer. Mas imagine o dia-a-dia de um piloto de Fórmula 1. Os caras pilotam os carros mais avançados do planeta (ainda que eles já não sejam mais tão empolgantes para o público), passam dos 320 km/h com a mesma frequência que você chega a 50 km/h e ainda são bons de braço. Que tipo de carro empolga esses caras nos momentos de lazer? É o que veremos neste post.

Mas antes de começarmos, um esclarecimento: os pilotos de Fórmula 1 geralmente são discretos em relação à sua garagem. Isso quase sempre tem a ver com a imagem do piloto vinculada à fabricante dos motores ou da própria equipe, no caso dos times de fábrica. Afinal, não pega bem para a marca ter seu piloto dirigindo o carro de um concorrente, e por isso às vezes eles usam modelos produzidos pela equipe ou de seus parceiros técnicos e marcas dos grupos — como o SUV Infiniti FX “Sebastian Vettel” que o piloto alemão usava quando ainda estava na Red Bull. Por isso, vamos incluir somente os carros mais bacanas e publicamente conhecidos dos pilotos.

 

Felipe Massa

laferrari-massa-1

Apesar de usar motores Mercedes na Williams, Felipe Massa se mantém fiel às suas origens italianas. Em seus tempos de Ferrari ele circulava pela Europa com um Abarth 695 Tributo Ferrari e uma Ferrari 599 GTB.

FM

Não sabemos se ele continua com os dois italianos, mas recentemente ele publicou uma foto de sua LaFerrari preta na internet e também foi visto em Mônaco com uma F40 e seu filho Felipinho de copiloto. Além destes, Massa também tem um Maserati Quattroporte.

 

Nelson Piquet

Williams-FW11B-Nelson-Piquet-Autosammlung-fotoshowImage-17dda721-911907

Foto: Auto Motor und Sport

Nelson Piquet é o mais gearhead dos pilotos de Fórmula 1, um cara que sempre pôs a mão na graxa  — algo que continua fazendo como hobby em sua casa de Brasília/DF — e por isso, já seria de se esperar uma coleção e tanto do piloto. Ela já foi vista algumas vezes durante uma entrevista com Reginaldo Leme para a Rede Globo e em fotos feitas por vários sortudos de Brasília, que tiveram a chance de conhecer a garagem dos sonhos de Nelsão.

Mas a melhor cobertura já feita até hoje foi dos alemães do Auto Motor Und Sport, que vieram ao Brasil e fotografaram praticamente todos os carros de Piquet. Você quer nomes? Vamos começar pelo alto: Ferrari FF, Ferrari 599 GTO, Ferrari 308 GTB, Ferrari Dino 246GT, De Tomaso Pantera, Ford GT, Porsche Carrera GT, BMW Z8 e McLaren MP4-12C.

Porsche-Carrera-GT-Nelson-Piquet-Autosammlung-fotoshowImage-c635ac96-911906

Foto: Auto Motor und Sport

Quer ficar impressionado de verdade? Ele tem o Williams FW11B da temporada de 1987, quando conquistou seu terceiro título mundial. Mais um? Que tal um Jaguar XJ220 preparado para produzir 700 cv?

Jaguar-XJ220-Nelson-Piquet-Autosammlung-fotoshowImage-7ec3dbe6-911925

Foto: Auto Motor und Sport

Mas a garagem não fica apenas no território dos supercarros. Nelson Piquet também tem um Jaguar XJ120 dos anos 1940, vários Cadillac dos anos 1950, um Mustang Bullitt moderno, um Mustang conversível 1965, um Puma com motor BMW, uma Kombi com motor Audi turbo e por aí vai. Ah, e como se não bastasse, a garagem também tem uma oficina, depósito de peças e até um posto de combustível para abastecer os carros antes de sair.

 

Michael Schumacher

eb110-schumi

Schumacher teve sua imagem fortemente ligada à Ferrari e, indiretamente, ao grupo Fiat. Apesar de ele nunca ter usado os carros que levam seu nome, como o Fiat 600 Schumacher e o Fiat Stilo Schumacher, em seus últimos anos de vínculo com a Scuderia ele tinha uma Ferrari FXX e circulava pelas ruas e estradas europeias com um Fiat 500 Abarth e uma perua Fiat Croma, segundo o próprio piloto disse certa vez durante o Top Gear.

825216

Além dos Fiat e Ferrari, Schumacher também teve um Mercedes-Benz S600L V12 dos anos 1990 (que estava à venda no começo do ano) e, talvez seu carro mais famoso, um Bugatti EB110 SS amarelo com interior do EB110 GT, feito por encomenda para ele.

Captura de Tela 2015-12-31 às 18.27.51

Já em sua fase na Mercedes — uma volta às origens, na verdade — Schumacher voltou a usar os sedãs da Classe S, o esportivo SLS AMG e um C63 AMG.

Lewis Hamilton

w3kdp1s7ap9cohlpwtxd

Lewis Hamilton é um dos pilotos de F1 que não faz questão de manter sua vida particular protegida dos repórteres de fofoca e afins. Na verdade, Hamilton curte a vida como ela deve ser curtida quando se é tricampeão mundial de F1. E isso inclui ter todos os carros legais que você sempre sonhou em ter.

plv5sydeu9suq6hm30js

No caso de Hamilton, a garagem inclui um Pagani Zonda 760LH roxo, equipado com um V12 AMG de 760 cv, um Mercedes SL55 AMG, um Mercedes SLS AMG Black Series, um Shelby GT500 “Eleanor” vermelho metálico e um Shelby Cobra original recomendado por ninguém menos que o próprio Carroll Shelby. w1emiauk2oalpcd7mrp5

Hamilton procurou o carro e depois o mostrou a Carroll, perguntando o que o texano achava daquele exemplar. Shelby teria dito que se tratava de ” um dos melhores Cobra que ele já viu” e que Hamilton deveria comprar logo o carro.

Jenson Button

tynuoe5u2mlnv3mwlhsa

Jenson Button é um cara low profile, talvez o mais discreto dos campeões da F1 e por isso você talvez não tenha visto nenhuma lista de carros do britânico, mas ela é uma das melhores da atualidade.

caqrmoaedxqaza379i1s

Além dos modelos da McLaren — o MP4-12C, sua versão 12C Spider e o novo hipercarro P1, Button também tem uma das 20 peruas Mercedes 63 AMG DR520 — uma versão de 520 cv do esportivo feita exclusivamente para o mercado inglês —, um Mercedes CLK DTM, um Audi RS6 Avant, um BMW M5, um Porsche Carrera GT e um Bugatti Veyron.

u0odemnu1pcgfgfskmsz

E não espalhe por aí, mas ele também tem uma bela compilação da arquirrival Ferrari: uma Enzo, uma F430 Spider, uma 360, uma 550 Maranello e uma bela 512bb.

 

Mika Häkkinen

4706267966_a770c2719a_b

Mika Häkkinen também é da turma dos que falam pouco e fazem muito. Mas diferentemente de Button, ele também é discreto na hora de escolher seus supercarros. Na verdade, parece uma escolha de qualidade em vez de quantidade. São apenas dois Mercedes, marca à qual Mika ainda tem uma forte ligação corporativa.

O primeiro é um SL65 AMG, equipado com um V12 de seis litros e 630 cv, e o outro é nada menos que um dos raríssimos SLR Stirling Moss Edition. Este último é uma edição especial baseada no SLR McLaren, feita para homenagear o período de Stirling Moss como piloto da Mercedes a bordo dos 300SLR. Foram feitos apenas 75 exemplares com o mesmo V8 sobrealimentado do SLR comum, porém com 650 cv e com uma carroceria totalmente redesenhada, inspirada no estilo barchetta do 300SLR clássico.

 

Sebastian Vettel

Desde sua chegada à Ferrari, Vettel ainda não declarou ser proprietário de nenhum modelo da marca — embora tenha comprado uma California para seu pai. Contudo, há algum tempo Vettel usa um Fiat 500 Abarth e um Mercedes SL65 AMG Black Series.

Na Red Bull ele chegou a assinar um modelo da Infiniti, que batiza os motores Renault da equipe, mas aparentemente tratava-se apenas de uma ação comercial, afinal, você não espera que um cara como Vettel dirija um SUV para mamães por aí. Outro carro bacana e totalmente mundano que Vettel guarda em sua garagem é um Volkswagen Transporter T5 — sim, a descendente moderna da Kombi. Só não nos pergunte por que o alemão tem uma dessas.

 

Eddie Irvine

img01

Edmundo Irlandês foi o primeiro escudeiro de Michael Schumacher na Ferrari, pilotando o carro número 2 entre 1996 e 1999. Nessa época ele aproveitou a montanha de dinheiro que deve ter recebido dos italianos para gastar com uns carros legais. Em vez de comprar uma óbvia 550 Maranello ou tentar uma F50, ele mostrou que tem um gosto refinado, e foi atrás de alguns clássicos da marca.

img02pop

Irvine teve nada menos que uma 288 GTO — a primeira da linhagem das super Ferraris, que tem a LaFerrari como sua atual representante — e uma 365/4 GTB Daytona. Ah, ele também tinha algo mais moderno para situações em que precisasse de mais conforto e confiabilidade: uma 355 F1.

 

Ayrton Senna

???

Nós já vimos alguns carros de Ayrton em maio deste ano, em um post dedicado somente a isso. Mas nenhum carro ficou tão vinculado à sua imagem como o NSX. Pudera: Ayrton deu seus palpites no desenvolvimento do supercarro da Honda, ao lado de Satoru Nakajima e depois teve nada menos do que três exemplares do esportivo — dois pretos e um vermelho.

ayrton-senna-nsx-on-official-senna-website

Um dos pretos é um Acura NSX com emblemas Honda, e tem a placa BSS-8888 de São Paulo/SP. Este é o NSX que Senna usava no Brasil. Ele tinha também um NSX vermelho com placas SX-25-59, que ficava em sua casa de Portugal. Esse talvez seja o NSX mais conhecido de Senna, e aparece em vários vídeos e fotos com o brasileiro.

nsx-senna-1

O outro era um preto que também ficava em Portugal, e foi um presente do empresário, amigo e mentor Antônio Carlos de Almeida Braga, mais conhecido como Braguinha, para que Senna o utilizasse quando ficasse hospedado em sua propriedade em Sintra, a cerca de 15 km do Autódromo de Estoril.

 

Nigel Mansell

Captura de Tela 2015-12-31 às 18.08.28

Em 1989 e 1990 Mansell foi piloto da Ferrari e, se você é rápido para assimilar as coisas, já percebeu que esta era a época da F40 nas ruas. Por isso, quando o britânico foi contratado pela equipe, a Ferrari deu esta F40 a ele como presente de boas-vindas.

Captura de Tela 2015-12-31 às 18.09.32

O exemplar de chassi 80022 foi entregue a Mansell no dia 30 de março de 1989 e foi registrado na Ilha de Man, onde Mansell morava na época e poderia a dirigir sem se preocupar com limites de velocidade.

Aparentemente, Mansell não a usou como se imagina: ele a vendeu no fim daquele ano. Durante os anos 1990 o carro passou por vários colecionadores e acabou leiloado em outubro do ano passado.

 

Rubens Barrichello

Captura de Tela 2015-12-31 às 18.05.11

Rubinho Barrichello nunca escondeu o que tem ou teve em sua garagem. Se você acompanha os vídeos dos Acelerados ou qualquer outra entrevista com o piloto brasileiro, saberá que ele teve um Gol GTS, um Peugeot 405 T16 (que teria sido presente da Jordan durante seus anos na equipe).

Captura de Tela 2015-12-31 às 18.07.09

Quando foi ao Top Gear superar o tempo do Stig, Barrichello falou que dirigia um BMW M5. Em um dos vídeos do Acelerados ele também comenta que tem um Audi RS6 da geração anterior, e consta também que ele teve um raro Mercedes R63 AMG.

Veja a segunda parte da lista aqui.

Matérias relacionadas

Ford vs. Ferrari: a guerra de Le Mans | Parte Final: quatro vezes Ford

Leonardo Contesini

O incrível e bizarro Fusca widebody com motor Porsche feito pela Oettinger

Dalmo Hernandes

Porsche 911 GT1, Mercedes-Benz CLK GTR e mais: esta deve ser a coleção de supercarros mais fodástica da galáxia

Dalmo Hernandes