A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Os carros mais vendidos em julho no Brasil, interior do VW Tarek vazado na internet, Lister revela seu Jaguar F-Type de 666 cv e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Os carros mais vendidos em julho no Brasil

salao-sao-paulo-flatout-dodge-compass-2

O mês de julho viu o melhor desempenho de vendas de carros novos em 2018, com 217.506 unidades vendidas. A liderança do mercado continua com a Chevrolet, impulsionada pelo bom desempenho dos irmãos Onix e Prisma, seguida pela Volkswagen, Fiat, Ford e Hyundai. No ranking de modelos, o Onix continua na liderança do mercado com 16.856 exemplares vendidos em julho e 106.477 unidades acumuladas desde janeiro.

Com o Onix disparado na liderança, a verdadeira disputa do mercado brasileiro está na segunda posição, onde Ford Ka e Hyundai HB20 vêm brigando desde o início do ano. Em julho quem levou a melhor foi o Ford Ka, que retomou a posição depois de dois meses na terceira posição — agora ocupada pelo HB20. Foram 9.558 unidades do Ford contra 9.124 do Hyundai. No total do ano, contudo, o Hyundai ainda é o vice-líder: desde janeiro o HB20 vendeu 59.544 unidades, enquanto o Ka teve 1.724 unidades a menos, com 57.820. Aqui é importante lembrar que o Ford foi renovado neste mês de julho e deve se tornar mais atraente com o novo motor 1.5 Dragon e com o câmbio automático de seis marchas. A vice-liderança ainda está longe de ser definida.

gol-e-voyage-2019-5-

Atrás do HB20 vem o Volkswagen Gol que, depois de despencar para o nono lugar em junho, voltou à quarta posição com 6.631 unidades vendidas, desbancando o Polo mais uma vez. Com o bom desempenho em julho, o Gol passa a somar 39.143 unidades e já ameaça o Polo, que voltou ao top 10 depois de passar junho fora dele. O irmão maior do Gol (ou mini Golf, como diz a Volkswagen) ficou na sexta posição com 5.828 unidades que levam o volume de vendas do modelo neste ano para 39.967. Mas entre os dois Volks, na quinta posição, está a Fiat Toro. A picape média-compacta manteve a posição de junho depois de vender 6.226 unidades em julho, somando 32.288 unidades desde janeiro e chegando mais perto da irmã menor, a Fiat Strada, que ficou na sétima posição do mês com 5.765 unidades e já soma 38.275 unidades e também ameaça Gol e Polo na briga pela quarta posição anual.

fiat-toro-flatout-juliano-barata-56b

 

Na oitava posição mais um Fiat: o Argo, que caiu da sexta posição em junho mesmo vendendo apenas 9 unidades a menos que em junho. Foram 5.476 exemplares em julho contra 5.485 no mês anterior. Atrás do Argo vem outro modelo FCA: o Jeep Compass, que perde mais uma posição e termina o mês em nono com 5.360 unidades apesar de vender mais que em junho, quando emplacou 5.029 unidades. O desempenho em queda, contudo, não afeta sua posição de SUV mais vendido no Brasil, com 33.557 unidades vendidas desde janeiro. O Compass, aliás, subiu uma posição no ranking anual, superando o Toyota Corolla (sinal dos tempos?) e acelerando na direção do Chevrolet Prisma. Fechando a lista dos dez mais está o Renault Kwid, que manteve a décima posição com 5.203 unidades vendidas e agora soma 29.877 exemplares desde janeiro.

Com mais um mês na conta, o ranking anual parcial fica da seguinte forma: 1º Chevrolet Onix – 106.477; 2º Hyundai HB20 – 59.544; 3º Ford Ka – 57.820; 4º Volkswagen Polo – 39.967; 5º Volkswagen Gol – 39.143; 6º Fiat Strada – 38.275; 7º Chevrolet Prisma – 37.031; 8º Jeep Compass – 33.557; 9º Toyota Corolla – 32.919; 10º Fiat Toro – 32.288.

 

Volkswagen Tarek é revelado por dentro

w630_h408_8d9914ea7075471e8afc3ac5f578cfa0

O Grupo Volkswagen está mesmo determinado a se manter nas manchetes e ganhar uma enorme exposição de suas marcas. Este é o terceiro dia nesta semana que a marca revela algum tipo de novidade — seja por release, ou por dirigir seus protótipos por aí. O “vazamento” de hoje é o painel do SUV Tharu, que é a versão chinesa do Tarek, já confirmado para o Brasil.

O modelo será produzido na Argentina a partir de 2019 e chegará ao Brasil em 2020 para competir com o Jeep Compass — o atual líder do segmento, como acabamos de ver mais acima. Ele será posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace, substituindo a versão de cinco lugares deste último. O visual do carro já era conhecido desde que a Volkswagen revelou como será o Tharu, mas até agora não havia nenhuma pista de como seria o interior do carro. Com o flagra dos chineses do BitAuto agora sabemos que ele terá o interior inspirado no da nova geração do Jetta (que dá as caras por aqui ainda neste ano).

VW-Tharu-6-China

O modelo aparentemente está usando o mesmo volante multifuncional do novo Jetta, e tem a mesma disposição dos instrumentos, comandos e equipamentos, com a tela multimídia ocupando a posição central do painel, e as saídas de ventilação centrais entre a tela e os comandos do ar-condicionado. O design, contudo, é sutilmente modificado, com uma espécie de porta-objetos sobre o sistema multimídia e vincos no lado do passageiro. O quadro de instrumentos será o “Active Info”, mas o modelo flagrado parece ter uma luz espia e um ponteiro iluminados como em um quadro convencional.

Com a missão de encarar o Compass e possivelmente substituir o Tiguan de cinco lugares, o Tarek deverá ser equipado somente com o motor 1.4 TSI de 150 cv, uma vez que um motor menos potente o colocaria muito próximo do T-Cross e um motor mais potente o faria competir com o Tiguan de sete lugares.

 

Lister revela F-Type de 666 cv

Captura de Tela 2018-08-02 às 12.25.38

Lembra quando a Lister começou a divulgar seu F-Type modificado com 666 cv? Eles foram mostrando o carro aos poucos, com teasers que não diziam muito, e sempre em renderizações. Pois agora a preparadora britânica acaba de revelar o carro de verdade, com 666 cv e um nome próprio: Lister LFT-666.

Conhecido inicialmente como Lister Thunder, o modelo ganhou para-lamas, para-choques dianteiro, splitter, grade e difusor feitos de fibra de carbono, bem como rodas de liga super leve e um sistema de escape de titânio que, juntos, eliminam 10 kg em relação ao F-Type original. Com isso, ele passa a acelerar de zero a 100 km/h em 3,2 segundos e pode chegar aos 334 km/h.

OriginalSize$2018_08_01_16_31_43_112157

Segundo a empresa, além do desempenho em linha reta, o carro também teve sua aerodinâmica e suspensão revisadas para se tornar significativamente mais rápido que o modelo original nas pistas. Por dentro, o carro recebeu um novo revestimento de couro Nappa costurado a mão, mas manteve todo o restante original.

Segundo a Lister, os primeiros LFT-666 ficarão prontos em 1º de outubro, e a produção será limitada a 99 exemplares.

 

Pirelli divulga prévia da Corrida do Milhão da Stock Car

maxresdefault

Começa nesta sexta-feira a edição 2018 da Corrida do Milhão da Stock Car, que será realizada no Autódromo Internacional de Goiânia pela terceira vez, mas agora com uma novidade: o uso do traçado oval. Com as mudanças, a Pirelli aproveitou para compartilhar conosco alguns fatos interessantes sobre os pneus nesta etapa da Stock.

A confirmação da mudança da pista utilizada fará uma grande diferença para a disputa dos pilotos, equipes e, também, para os pneus. O traçado que passa a ser de altíssima velocidade, com três curvas para a direita e 2.696 metros de extensão, irá exigir de uma forma diferente todos os aspectos da competição, acostumada a autódromos de configuração mista.

201212181832690_DUD_5929_DR

“Chegamos a um momento importante da temporada 2018 da Stock Car com a disputa da Corrida do Milhão. A pista goiana que normalmente já é exigente com os pneus será um desafio extra pela sua configuração oval com longas retas e três curvas para a direita Isso significa que apenas os pneus do lado esquerdo receberão a carga lateral de apoio do carro durante as voltas”, explica Fabio Magliano, Gerente de Produtos Car e Motorsports da Pirelli para a América Latina. “O resultado é um cenário de desgaste excessivo, especialmente no traseiro, que ainda é responsável pela tração. Desta forma, a Pirelli irá indicar a troca obrigatória dos pneus, bem como uma calibragem e camber com limites diferenciados e mais conservadores. A cambagem a ser considerada como máxima para o circuito oval será a mesma sempre utilizada em Goiânia. A alteração no empenho do pneu está no tempo de apoio nos pneus do lado externo. Neste caso, o mais importante é que as equipes sigam rigorosamente as pressões que foram recomendadas pela Pirelli. Com a pausa para a Copa, estamos ansiosos pelo retorno da Stock Car em uma mais etapa festiva com bastante equilíbrio, disputa e com muitas ultrapassagens, características que representam bem a categoria”, completa.

Os carros usarão os pneus P Zero na medida 305/660-18 com a opção do Cinturato na medida 285/645-18 para pista molhada. Usando uma escala de 1 a 5, a Pirelli classifica a abrasividade com nota 4, força lateral com nota 5 e indica que o pneu mais exigido é o traseiro esquerdo. A cambagem recomendada para a dianteira é – 5º e para a traseira – 3º no P Zero, ou  -2 º na dianteira e zero grau na traseira para o Cinturato.

 

Suzuki lança série especial do Jimny no Brasil

suzuki-jimny-desert-2

Enquanto a nova geração do Jimny não chega, a Suzuki anunciou nesta quarta-feira (1º) o lançamento de uma série especial da atual geração do jipinho japonês. Batizada Desert, ela se diferencia das demais versões do Jimny com uma pintura de tonalidade exclusiva, e uma lista de equipamentos mais recheada.

suzuki-jimny-desert

Os bancos ganham revestimento exclusivo com bolsos frontais e laterais, costura bege, logotipo da versão e uma textura que reproduz as marcas que os pneus deixam na lama. O modelo também é equipado com um sistema multimídia com tela de sete polegadas e compatível com Android Auto e Apple CarPlay, quadro de instrumentos com grafismos exclusivos, acabamento na cor bege no painel, e assoalho revestido de borracha em vez de tecido. Por fora o modelo é pintado na exclusiva cor bege jizan, e ganhou um novo bagageiro de teto, bem como um snorkel.

Mecanicamente o modelo tem o mesmo motor 1.3 a gasolina, de 85 cv e 11,2 kgfm, combinado ao câmbio manual de cinco marchas e ao sistema de tração 4×4 com opção de tração traseira, tração integral ou integral com reduzida. O preço? Bem, é inversamente proporcional ao tamanho do Jimny: R$ 86.000.

 

O primeiro trailer do documentário de Paul Walker

Há algumas semanas falamos sobre o documentário sobre a vida e a carreira de Paul Walker que estava sendo produzido pela Paramount Pictures. O filme, intitulado “I Am Paul Walker”, já está na etapa de pós-produção e teve seu primeiro trailer divulgado nesta semana.

O filmete de dois minutos mostra entrevistas com os irmãos de Paul, diretores que trabalharam com o ator, amigos e seu empresário, e todos dizem que ele era muito mais do que o público conheceu pelas telas e que, embora não fosse um ator dos mais consagrados e premiados, ele estava satisfeito em fazer o que gostava: dirigir, surfar e viver com sua filha. Walker, como sabemos, morreu aos 40 anos em um acidente em 2013 e seus personagens inspiraram toda uma geração de entusiastas.

O filme estreia em 11 de agosto no Paramount Network. Não há previsão de lançamento no Brasil.

Matérias relacionadas

Retrô ao contrário: como os carros de hoje em dia seriam no passado?

Dalmo Hernandes

A versão de produção do VW Virtus GTS, o novo BMW Série 1, o emotivo fim de The Grand Tour e mais!

Renault Kwid provoca up! em campanha, CNH passa a ter código QR para impedir fraudes, uma F-250 “MegaRaptor” e mais!

Leonardo Contesini