A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Os carros mais vendidos em maio, o trailer de “Ford vs. Ferrari”, o novo velho Porsche Bergspyder e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Os carros mais vendidos no Brasil em maio

Vou poupar vocês da introdução do primeiro colocado, afinal, já faz mais de 40 meses que ele não muda: o Chevrolet Onix fechou o mês de maio na dianteira com 22.279 unidades, seu novo recorde deste ano, superando as 19.619 unidades vendidas em abril.

A segunda posição já não tem mais a briga acirrada do ano passado, e ficou novamente com o Hyundai HB20 apesar do esforço da Ford na promoção do Ka. O HB20 vendeu 10.111 unidades enquanto o Ka ficou nas 9.148 — um diferença menor que no mês passado, que chegou a 1.612 unidades, mas que não ajuda o Ford no volume anual, como veremos mais adiante.

A quarta posição também foi mantida: o Renault Kwid vendeu 1.342 unidades a mais em maio, chegando às  8.661. O modelo já tinha feito uma ascensão significativa em abril, saltando da sétima para a quarta posição. Nos últimos dois meses, o Kwid teve um aumento de 2.808 unidades. A quinta posição também ficou inalterada: o Gol segue firme com 8.317 unidades — 1.137 a mais que em abril.

As coisas começaram a mudar somente na sexta posição: ocupada pelo Argo no mês passado, o Chevrolet Prisma ultrapassou o Fiat para ganhar a vaga, enquanto o hatch ítalo-mineiro deixou o top ten. Foram 7.509 unidades em maio ante as 6.726 de abril. A sétima posição ficou com a Fiat Strada, que segue como a picape mais vendida no Brasil com 7.128 unidades — exatamente 1.000 exemplares a mais que em abril, quando ficou na oitava posição. Esta agora é ocupada pelo Polo, que teve 6.136 unidades e retorna ao top ten.

A nona posição também trocou de mãos, com a queda do Jeep Renegade para a décima posição, a Fiat Toro volta à lista dos dez mais com 5.854 unidades, superando o Jeep pernambucano por 100 unidades. O Renegade, aliás, perdeu a posição porque, em um mês de crescimento, manteve-se praticamente estável nas vendas, com apenas 160 unidades a mais em maio.

Com o quinto mês na conta, o ranking parcial de 2019 fica da seguinte forma: 1º Chevrolet Onix – 97.411 (=); 2º Hyundai HB20 – 44.852 (=); 3º Ford Ka – 40.480 (=); 4º Chevrolet Prisma – 34.779 (=); 5º  Renault Kwid – 32.642 (=); 6º Volkswagen Gol – 31.656 (=); 7º Fiat Strada – 29.866 (+1); 8º Fiat Argo – 28.674 (-1); 9º Jeep Renegade – 27.261 (=); 10º Volkswagen Polo – 26.469 (=). (LC)

 

O aguardado trailer de Ford vs. Ferrari

A 20th Century Fox lançou nas últimas horas deste domingo (2) o aguardado trailer do filme mais aguardado do ano para os entusiastas: “Ford vs. Ferrari”, com Matt Damon no papel de Carroll Shelby e Christian Bale como Ken Miles.

O trailer era o que faltava para descobrirmos quanto de ronco de motor, de qualidade automobilística e de computação gráfica (CG) será usada no filme e, considerando que ele terá que agradar o grande público que procura uma boa história e não apenas cenas de carros, ele até que se saiu bem. Os carros são fiéis à época, ainda que as Ferrari pareçam todas reproduzidas por CG. Christian Bale parece convencer como Ken Miles e tenho quase a certeza de ter visto uma cena em Willow Springs, um dos autódromos mais legais dos EUA.

A história, caso você não conheça (vamos contá-la nos próximos dias), trata da empreitada da Ford contra a Ferrari em Le Mans, motivada por questões pessoais entre Henry Ford II e Enzo Ferrari, depois que este último se recusou a vender sua Scuderia para os americanos. A estreia está marcada para novembro. (LC)

 

Porsche Boxster Bergspyder é revelado quatro anos depois de seu cancelamento

Em 2015, a Porsche decidiu usar o Boxster como base para um one-off mais leve e mais radical – criando assim o Porsche Bergspyder. O carro, que não tinha qualquer tipo de teto e era consideravelmente mais leve que qualquer outro Boxster, foi mantido em segredo até os últimos dias, quando a fabricante decidiu revelá-lo ao público.

A inspiração foi o Porsche 909 Bergspyder, que foi construído em 1968 e projetado especialmente para corridas de subida de montanha. Ele tinha estrutura tubular e carroceria de plástico, foi o carro mais leve já construído pela fabricante – ele pesava inacreditáveis 385 kg! O motor era um flat-8 de dois litros e 280 cv, que rendia ao 909 Bergspyder uma uma relação peso/potência de 1,37 kg/cv. O protótipo era capaz de ir de zero a 100 km/h em cerca de dois segundos.

O Boxster Bergspyder imita o clássico na completa ausência de um teto. E, como ele, conta apenas com um pequeno defletor de acrílico para o piloto, no lugar do para-brisa. Não há banco do carona – em seu lugar, há um compartimento de carga. Os instrumentos e o único banco existente vieram diretamente do Porsche 918 Spyder, e dão um ar de exclusividade ao pequeno cockpit.

Por fora, as linhas gerais do Boxster da geração passada foram mantidas – a maior mudança foram os “santo-antônios” embutidos à tampa do motor. E a carroceria, claro, foi pintada de branco com detalhes em verde, como o Bergspyder original.

Com todas as modificações, o Boxster Bergspyder pesa apenas 1.099 kg – uma redução de mais de 200 kg em relação a um exemplar comum. Com o motor flat-six de 3,8 litros e 393 cv do Cayman GT4, o Bergspyder tinha relação peso-potência de 2,8 kg/CV – e era capaz de ir de zero a 100 km/h em pouco mais de quatro segundos. Segundo a Porsche, o carro seria capaz de percorrer o Nürburgring Nordschleife por volta de 7min30s.

A fabricante também diz que ele quase foi produzido – o principal impedimento foi a incerteza quanto sua homologação para as ruas em diferentes países. Por isso, o projeto foi engavetado e o conceito, guardado no Museu Porsche em Stuttgart. Agora, a fabricante decidiu revelá-lo ao público. Como dizem por aí: estão deixando a gente sonhar… (DH)

 

BMW lança acessórios M Performance aos irmãos X3M e X4M

Equipados com o mesmo seis-em-linha biturbo que estará debaixo do capô dos novos M3 e M4, os SUVs X3M e X4M não têm carência de desempenho – são 480 cv na versão básica e 510 cv na versão Competition, suficientes para levar ambos de zero a 100 km/h em menos de quatro segundos.

Contudo, quem quiser que seu X3M ou X4M pareça ainda mais veloz poderá, a partir de agora, encomendar componentes M Performance. Os dois modelos podem receber insertos de fibra de carbono na grade, nas saias laterais e nos respiros dos para-lamas. No caso do X3M, há a opção por um spoiler de fibra de carbono montado no teto, enquanto o X4M pode ser equipado com um par de aletas de fibra de carbono nas laterais do vigia traseiro. A dupla também pode ser equipada com adesivos nas cores da Motorsport.

Os SUVs também podem receber algumas modificações no interior, como LEDs nas portas que projetam o logo ///M no chão; fibra de carbono nos revestimentos de porta, aletas para troca de marcha e volante (este último, com acabamento parcial em Alcantara) e tapetes de veludo. (DH)

 

GM faz testes com Jeep Wrangler e pode estar preparando rival

O Jeep Wrangler é um verdadeiro sucesso nos EUA, em 2018 ele foi o modelo mais vendido da marca e as vendas crescem a cada ano. A Ford já anunciou um novo Bronco para competir diretamente com o Wrangler, enquanto a GM não se mexeu para entrar nesse mercado e usou o histórico nome Blazer em um crossover urbano.

O blog GM Authority flagrou um par de Wrangler Unlimited em testes de benchmarking no campo de provas da GM em Milford, Michigan. Em 2017 o chefe da GMC disse em entrevista que não havia interesse em um concorrente para o Wrangler, mas a crescente venda do modelo e o anúncio do novo Bronco pode ter mudado isso.

O Wrangler da GM pode usar a plataforma VSS-T, uma nova arquitetura para picapes e SUV com chassi separado da carroceria. No plano original da plataforma tem as futuras gerações da Silverado, Tahoe, Suburban, Express, Colorado e TrailBlazer – a derivada da S10 vendida aqui e não a nova com monobloco lançada nos EUA. O Wrangler da GM deve usar como ponto de partida o chassi menor da Colorado assim como o Bronco teve o chassi da Ranger como ponto de partida. (ER)

 

Recaro lança edição limitada de banco esportivo homenageando Nurburgring

A Recaro apresentou o Sportster CS Nurburgring Limited Edition, uma edição limitada de 999 unidades do novo banco concha regulável Sportster CS. A edição limitada vem em duas versões: uma com airbags e outra sem, ambas possuem aquecimento e passagem para cinto de quatro pontos. O banco tem acabamento em couro preto, com detalhes em couro vermelho e costuras contrastantes em vermelho. No apoio de cabeça tem a logo de Nurburgring bordado.

O Sportster CS Nurburgring Limited Edition está disponível na Europa em revendedores autorizados da Recaro por € 2.195 na versão sem airbag e € 2.495 na versão com. (ER)

 

Ford Fusion tem recall anunciado por problemas no câmbio

A Ford anunciou na última sexta-feira um recall para o sedã Fusion. Nos exemplares com motor quatro-cilindros de 2,5 litro e câmbio automático, a bucha do cabo seletor de marchas pode se deteriorar ao longo do tempo, impossibilitando que o cabo seletor mova a transmissão para a marcha correta.

Caso isto ocorra, existe a possibilidade de falha no acionamento da posição “P” (estacionamento) do câmbio – o que pode fazer com que o carro se mova de forma involuntária, sem qualquer tipo de alerta, se o freio de estacionamento não estiver acionado. Assim, há risco de danos materiais e físicos ao veículo e a terceiros.

A Ford diz que ainda não encontrou uma solução adequada para o problema, mas diz que os proprietários devem entrar em contato com a marca através do SAC por telefone 0800 703 3673; pelo site www.ford.com.br; ou pessoalmente, nas concessionárias, a fim de saber se seus exemplares estão envolvidos no recall. A fabricante também aproveita para reforçar a necessidade de se acionar o freio de estacionamento antes de sair do carro, em qualquer hipótese. (DH)

Matérias relacionadas

Novo Eclipse lançado e confirmado para o Brasil, o McLaren F1 mais caro da história, Porsche 917 do filme “Le Mans” arrematado e mais!

Leonardo Contesini

De carona na Ferrari F50: todos os detalhes do supercarro como você nunca viu!

Leonardo Contesini

Fenyr Supersport é o novo supercarro árabe, um trator feito pela Pininfarina, um Alfa Romeo especial para Dubai e mais!

Leonardo Contesini