A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Os esportivos de três lugares que não são o McLaren F1

Quando Jim Glickenhaus anunciou seu SCG 004S, ficamos tentados a dizer que seu arranjo de bancos é igual ao do McLaren F1. Afinal, ele também tem o posto do motorista em posição central, ladeado por outros dois lugares — um em cada lado. E embora o McLaren F1 tenha sido o carro mais famoso com esta configuração de bancos, ele não o primeiro nem o último a oferecer espaço para três pessoas.

Em 1992, quando o McLaren F1 foi apresentado em Mônaco, o primeiro carro com esse arranjo de assentos estava completando 26 anos — ele já era um ano mais velho que o McLaren F1 em 2017.

Foi em 1966 que a Pininfarina apresentou a…

 

Ferrari 365P Berlinetta Speciale

um modelo feito por encomenda a Luigi Chinetti, o representante da marca italiana nos EUA.

Ferrari365PBSIN

A encomenda não foi exatamente a de uma Ferrari de três lugares, mas sim de um modelo de rua baseado nos modelos 365P2 de pista. Não se sabe exatamente por que a Pininfarina decidiu colocar o posto do motorista centralizado, mas há duas hipóteses.

A primeira é que a Pininfarina quis aproveitar melhor a largura do chassi. No carro de corridas, o cockpit tinha os bancos espremidos entre as largas soleiras, que acomodavam os tanques de combustível. Sem a necessidade de dois tanques imensos em um carro de rua, o espaço ficou vago e em vez de colocar dois bancos afastados cuja ergonomia seria afetada pelas caixas de roda, a Pininfarina decidiu apostar no layout exótico.

Ferrari365PBS5

Aliás… o motor central-traseiro também era algo exótico para um carro de rua em 1966. O Miura, que foi o primeiro carro produzido em série com esse arranjo mecânico só chegaria às ruas em 1967. Não existia um padrão para carros com o motor entre os bancos e o eixo traseiro e talvez a Pininfarina só tivesse pensado em fazer algo racional.

A segunda hipótese é bem menos elaborada e, sinceramente, a que eu gostaria que fosse a real: Coco Chinetti, o filho playboy de Luigi, disse em certa ocasião que “a única forma aceitável de se pilotar uma Ferrari é acompanhado por duas belas mulheres”. Vai ver ele não gostava da ideia de uma delas ter que viajar no banco de trás.

????????????????????????????????

 

Apesar de ter sido uma encomenda de Luigi Chinetti, a Pininfarina ainda construiu um segundo exemplar da 365P Berlinetta Speciale, um modelo vermelho e com um spoiler traseiro de aço inoxidável na traseira. Ela foi feita para Gianni Agnelli, então herdeiro da Fiat e também ajudou a Pininfarina a provar a Enzo Ferrari que carros de motor central-traseiro eram não apenas viáveis, mas como uma tendência para o futuro.

Depois da Ferrari 365P Berlinetta Sepciale, quem apostou no layout de três lugares em um esportivo foram os franceses, com o…

 

Matra Bagheera e o Talbot-Matra Murena

matra-simca_bagheera_s_2

Como você já deve ter notado pelos Citroën e Renault do passado, os franceses naquela época não davam a mínima para convenções. Por isso, quando a Matra (sim, a mesma da equipe de F1 na qual Jackie Stewart conquistou seu primeiro título) lançou o Bagheera em 1973, eles não se importaram em fazer um arranjo convencional para os bancos. Aproveitaram que o motor central traseiro dispensava um túnel de transmissão e mantinha plano o assoalho da cabine, e instalaram um banco duplo à direita do motorista.

73cfcbb578ea6c372479e1e17dcdc129

Não parece muito confortável, mas ao menos é um esportivo capaz de levar uma família de três pessoas para passear a 190 km/h, velocidade máxima atingida com o embalo dos 90 cv do motor de 1,45 litro alimentado por um par de carburadores Weber 36.

talbot-matra_murena_2.2_95 talbot-matra_murena_6

Em 1980 a Matra lançou o sucessor do Bagheera: o Murena. Ele usava o mesmo layout mecânico de motor central-traseiro transversal (agora um 1.6 de 90cv ou um 2.2 de 115 cv ou 140 cv) e o mesmo arranjo interno de três lugares, porém com três bancos separados em vez de um banco duplo para os passageiros.

 

Chevrolet El Camino SS

sc0513-157041_12

Outro modelo com o mesmo layout do Matra, embora não seja um esportivo de nascimento, e sim uma versão de fábrica, é a picape Chevrolet El Camino SS. Normalmente elas vinham equipadas com bancos individuais e apenas dois lugares, mas a picape podia ser equipada com o banco inteiriço, ou bench seat, como dizem os americanos. Esse tipo de banco era equipado com três cintos de segurança, o que permitia que três pessoas curtissem a picape muscle ao mesmo tempo.

117268_Interior_Web

 

HTT Pléthore LC-750

Depois dos Matra e do El Camino SS, o próximo esportivo com três lugares foi mesmo o McLaren F1. Gordon Murray disse que optou pelo layout para resolver dois problemas comuns a todo supercarro até então: a visibilidade e o “offset” ergonômico entre os bancos e coluna de direção e os pedais, quase sempre deslocados para o centro do carro devido às caixas de roda largas.

Sua popularização acabou inspirando outros construtores de esportivos, entre eles a canadense HTT, que fez uns poucos exemplares do Pléthore LC-750.

httplethore---01

O supercarro usa um V8 de 6,2 litros sobrealimentado por um compressor de polia para produzir 750 cv. Lá dentro, o arranjo é o mesmo do McLaren: motorista no centro e dois passageiros nos bancos laterais recuados.

htt-plethore-supercar-revealed-before-frankfurt-iaa_6

 

Trinity Motorsports Centro 911

Outro modelo é o “Centro 911”, uma conversão feita no 911 pela empresa Trinity Motorsports, dos EUA, que coloca o posto do motorista na porção central do 911.

9110centro-5

A conversão não é das mais refinadas — o console central é deslocado junto com o banco e se torna um “console lateral” e impede o acesso ao carro pela porta direta —, mas com os bancos traseiros libertados pela remoção dos assentos dianteiros, há espaço para mais dois ocupantes.

Até o momento sabe-se de apenas duas conversões realizadas: uma em um Carrera S cupê e outra na versão conversível do modelo.

Matérias relacionadas

Como o DeLorean DMC-12 foi transformado em máquina do tempo para “De Volta Para o Futuro”

Leonardo Contesini

Chevrolet Corvette Z06, Volt e Bolt e o novo Cadillac CTS-V são os destaques da GM em Detroit

Dalmo Hernandes

Como transformar uma Kombi em um hot rod de uso diário? Com um V8 de 7,7 litros e quase 600 cv, claro!

Dalmo Hernandes