Os melhores filmes e programas sobre carros disponíveis no Netflix e no Amazon Prime em dezembro de 2017

Leonardo Contesini 5 dezembro, 2017 0
Os melhores filmes e programas sobre carros disponíveis no Netflix e no Amazon Prime em dezembro de 2017

Nos últimos anos a extrema popularização dos smartphones e tablets ajudou a impulsionar a audiência de vídeos por streaming, modificando significativamente a forma como acessamos conteúdo audiovisual como séries, canais e filmes. O mais popular dos serviços de streaming no Brasil é, sem dúvida o Netflix. Sua mensalidade acessível, somada a um catálogo bastante interessante — com direito a excelentes produções próprias — e à conveniência de assistir a programação quando quisermos/pudermos o tornou uma alternativa mais atraente que os caríssimos pacotes de filmes da TV por assinatura.

Mais recentemente, em dezembro de 2016, a Amazon também aportou por aqui com seu Prime Video, com um catálogo menor, porém com uma mensalidade mais barata que o gigante rival.

Diante disso, decidimos fazer uma lista com os melhores filmes e programas sobre carros disponíveis no Netflix e do Prime Vídeo neste mês de dezembro de 2017. Alguns deles não são exatamente sobre carros, mas terão os carros como coadjuvantes, ou se passam em carros, ou evocam sensações que conhecemos melhor a bordo de um carro ou ainda têm ação sobre rodas. Todos eles certamente não decepcionarão quem curte qualquer coisa com rodas e motores.

 

Netflix

Christine, o Carro Assassino

Sim: o filme de terror mais entusiasta da história finalmente deu as caras no Netflix. Ele conta a história de Arnie Cunningham, um adolescente nerd, vítima de bullying recorrente e com apenas um amigo. Sua vida começa a mudar quando ele encontra um Plymouth Fury 1958 vermelho e branco praticamente batizado Christine.

O carro está praticamente destruído, mas Arnie está determinado a restaurá-lo. À medida em que trabalha no carro, a personalidade de Arnie se torna mais arrogante e sombria. Ele fica obcecado pelo carro e passa a viver uma relação egoísta com Christine. Seu único amigo percebe que há algo errado com o carro, decide investigar o passado de Christine e descobre que o carro é amaldiçoado e ligado a uma série de mortes.

 

Head 2 Head / Roadkill / Epic Drives / Ignition

São três programas diferentes produzidos pela TEN: The Enthusiast Network, grupo responsável pelas revistas Motor Trend e Hot Rod. Originalmente os programas foram veiculados pela internet, e agora fazem parte do catálogo do Netflix.

O primeiro, Head2Head, consiste em uma série de comparativos diretos entre dois carros de porte/preço/proposta semelhantes. O programa é apresentado por Johnny Lieberman ou Jason Cammisa com a ajuda do mestre da pilotagem Randy Pobst para as voltas rápidas cronometradas. É um programa dinâmico e rápido (dura cerca de meia hora), com roteiro despretensioso e que, felizmente, não tenta parecer um programa britânico.

O segundo, Roadkill é um dos maiores sucessos do YouTube e finalmente migrou para a TV. Nele a dupla David Freiburger e Mike Finnegan apresenta sua relação de amor e ódio com hot rods, carros e rua e modelos preparados — quase sempre americanos — em programas de vinte minutos de duração.  Os episódios são sempre dedicados aos carros americanos de alguma forma. Em um deles, a dupla decide sair pelo sul da Califórnia com um Lamborghini Aventador e um Hot Rod Ford 1930 — uma combinação que só alguém muito americano poderia pensar.

O terceiro, Ignition, traz avaliações de carros recém-lançados, mas não limitados aos EUA como em Head2Head, e sim pelas estradas de todo o planeta.

O último, Epic Drives, é mais documental e baseia-se em longas viagens que exploram não apenas o carro escolhido, mas também toda a cultura que envolve a máquina ao longo do caminho. Há, por exemplo, um passeio com os carros americanos em Cuba, uma carona com Stirling Moss na Mille Miglia, uma viagem pelas autobahnen alemãs e outras aventuras sobre rodas desse tipo.

 

Dirt Every Day

Outro programa da TEN, Dirt Every Day mostra o lifestyle 4×4, exibindo construções, preparações e aventuras off-roaders em picapes, jipes, bugues e qualquer tipo de veículo feito para andar onde não há asfalto.

 

Wheelman

Depois de um assalto a banco frustrado, um piloto de fuga percebe que foi traído e se encontra com seu BMW cheio de grana e sua família em perigo. O único jeito de sair dessa é descobrindo que foi o traidor, porém ele precisa correr contra o tempo e só pode confiar em sua filha de 13 anos. É assim que inicia uma caçada que se estende ao longo da noite e praticamente inteira a bordo do carro.

 

APEX: a História do Hipercarro

Você talvez conheça a equipe dos canais /DRIVE do YouTube, liderada por Mike Spinelli (o cara que fez o Jalopnik crescer há pouco mais de dez anos). Ele juntou seus comparsas para contar a história do atual estágio dos carros esportivos: o hipercarro.

Para isso os produtores concentram a história em torno de um dos personagens mais interessantes do momento: Christian von Koenigsegg, criador da marca que leva seu nome e atualmente dedicado a revolucionar o mundo dos esportivos com seu “mega”carro, o Agera One:1. Além dele, APEX também visita as fábricas da Porsche, da Ferrari, da McLaren e da Pagani, apresentando os pontos de vista e abordagens de cada uma destas empresas na produção e desenvolvimento de seus hipercarros.

 

Highway Thru Hell

Esta série/reality canadense estreou no catálogo do Netflix acompanhando a rotina da Jamie Davis Motor Trucking, uma empresa de socorro de veículos pesados que precisam de ajuda ao cruzar as rodovias geladas da Columbia Britânica no Canadá.

 

Fastest: a História de Valentino Rossi

Fastest é um documentário sobre a temporada de 2010 da MotoGP centrado em Valentino Rossi, que estava defendendo o título mundial naquele ano. O filme traz imagens inéditas dos bastidores de todas as 16 corridas daquela temporada, exibindo a preparação e os dramas dos pilotos na busca pelo título — incluindo um acidente sofrido por Rossi, que resultou em uma fratura na perna e no afastamento de um GP pela primeira vez na carreira do italiano.

O documentário ainda traz entrevistas com Marco Simoncelli, Dani Pedrosa, Nicky Heiden, comentários técnicos, depoimentos de fãs e todo a ambientação que envolve uma corrida e um campeonato de Moto GP.

 

Williams

Não espere encontrar a trajetória vitoriosa da Williams Grand Prix engineering por aqui. O documentário aponta as câmeras para os bastidores da equipe, trazendo o espectador para dentro da casa dos Williams — Frank, sua esposa Ginny e seus filhos Claire, Jonathan e Jaime — e como o casal conseguiu se manter na Fórmula 1 por 50 anos, apesar dos altos e baixos do automobilismo e de suas vidas pessoais. Leia mais sobre o filme aqui.

 

Unchained: The Untold Story of the Freestyle Motocross

Narrado por Josh Brolin, “Unchained…” conta a história das origens e da ascensão do motocross freestyle através de seus pioneiros e principais personagens do esporte.

 

Confraria da Velocidade

Você deve lembrar que em 2015 fizemos um post contando a história das Speed Sisters, a primeira equipe de corridas do Oriente Médio formada apenas por mulheres. Na ocasião, vimos algumas imagens da produção de um documentário que contaria a origem da equipe, as dificuldades e o sucesso das garotas em um esporte predominantemente masculino e em meio a uma cultura que não preza muito pela liberdade feminina.

O documentário ficou pronto em 2016 e está disponível no Netflix com um nome terrivelmente escolhido, “Confraria da Velocidade”, que não dá o menor indício de que se trata de uma história tão peculiar e interessante quanto a destas mulheres.

 

Hajwala – O Motor Desaparecido

Você já viu um filme dos Emirados Árabes Unidos? Pois foi lá, no árido Oriente Médio que este filme foi produzido e gravado. Ele conta a história de Khalid, um piloto amador que compete pela equipe Crash, mas devido a um desentendimento com o chefe da equipe rival, ele decide fazer um carro novo usando um motor inovador e inédito. O problema é que, para conseguir este motor, a equipe precisará adotar práticas pouco ortodoxas que acabam atraindo a atenção das autoridades locais e coloca em risco sua própria família.

 

Hot Rod Unlimited

Outro programa da TEN, Hot Rod Unlimited é a série da Motor Trend dedicada aos carros preparados americanos. É praticamente uma versão em vídeo da lendária revista Hot Rod, abordando corridas, viagens e projetos de preparação de todos os estilos mais populares nos EUA — de hot rods a esportivos clássicos e picapes diesel.

 

Pump

Como nos tornamos tão dependentes do petróleo? É o que tenta responder o documentário “Pump”, que explora a história do consumo de combustíveis derivados de petróleo, o uso dos motores de combustão interna e a geopolítica envolvida com a commodity.

O foco inicial é nos EUA, mas o documentário acaba abordando a indústria automotiva chinesa e também as opções de energia alternativa como os carros a álcool e flex (até o Brasil é citado nesta parte) e veículos elétricos.

 

Turbo

Turbo é a resposta (não muito bem pensada) da Dreamworks ao sucesso de “Carros”, da Disney Pixar, e conta a história de um caracol chamado Turbo que sofre um acidente bizarro, e acaba com uma sequela inusitada: ele passa a correr absurdamente rápido.

Com isso, ele decide competir na corrida mais rápida do mundo, a Indy 500. Com a ajuda de seus amigos, ele chega ao templo da velocidade e prova que nenhum sonho é alto demais, e nada é impossível para um grande sonhador.

 

Paul Hollywood – Uma Grande Viagem Pela Europa

Paul Hollywood é mais conhecido por seus programas de culinária e gastronomia, dentre os quais se destaca a versão original de “Bake Off”, mas como um bom britânico, ele também é um grande entusiasta, e até começou uma carreira automobilística em 2014.

Em seu mais novo programa, ele atravessa a França, a Itália e a Alemanha a bordo dos carros de cada país e investiga a cultura automobilística e local exatamente como fazia em seus programas gastronômicos.

 

Top Gear

Caso você não tenha assistido a Top Gear nos últimos três anos em que o programa foi apresentado por Clarkson, Hammond e May, as temporadas 20, 21 e 22 estão disponíveis no Netflix. As legendas têm alguns erros de tradução (praxe quando se fala em pilotagem e termos técnicos automotivos), mas ao menos é uma oportunidade para quem não tem o inglês tão afiado quanto o programa exige para ser visto sem legendas, e muito melhor que a versão dublada e picotada que o Discovery Channel exibe na TV por assinatura. As temporadas 15 e 16 também estão disponíveis, bem como outros dois “spin offs” feitos para ampliar os lucros da BBC.

O primeiro é “Ambitious But Rubbish”, que mostra os quadros em que o trio destruiu carros e trailers, manobras mal-sucedidas e outros desafios que não deram muito certo. O segundo é “Festival Special: Sydney”, que mostra uma das apresentações do trio ao vivo na Austrália.

 

Back In Time

Ele não é exatamente sobre carros, mas sobre uma trilogia que ensinou muita gente a gostar de carros (e de rock, e de ficção-científica). Back In Time é um documentário sobre o impacto cultural que “De Volta Para o Futuro” e suas duas continuações causaram na cultura pop contemporânea, trazendo entrevistas com o diretor Robert Zemeckis, o roteirista Bob Gale e o produtor Steven Spielberg além de praticamente todo o elenco principal da trilogia.

Boa parte do documentário, contudo, é dedicada ao DeLorean DMC-12, seu papel no sucesso do filme, e como ele passou de um esportivo fracassado a um ícone do cinema e do universo automotivo.

 

Smash: Motorized Mayhem

Imagine uma corrida de ônibus escolares. Agora imagine que essa corrida acontece em uma pista plana em forma de 8, ou seja: com um cruzamento no meio do traçado. Esse é o universo retratado por “Smash”, que mostra como os ônibus são preparados, como as corridas são organizadas, os bastidores das equipes e o dia-a-dia dos pilotos.

 

Into the Unknown

Em 2014 David Beckham veio à Copa do Mundo, mas não como jogador, claro, e sim para desbravar as precárias rodovias da Amazônia junto de seus melhores amigos montados em motos Triumph e apoiados por uma picape F-1000.

A jornada começa no Rio de Janeiro, onde ele conhece os pontos turísticos tradicionais, e dali vai direto para Manaus, onde a seleção da Inglaterra ficou hospedada, e foi o ponto de partida a bordo das motos. Adentrando a floresta, Beckham e os amigos se afastam cada vez mais da civilização e do asfalto, chegando a uma tribo Yanomami isolada.

 

Um Golpe à Italiana

“Uma Saída de Mestre” saiu do catálogo brasileiro do Netflix, mas foi bem substituído: quem está lá é o próprio “Um Golpe à Italiana” (The Italian Job – 1969) o filme original que deu origem ao remake de 2002.

Diferentemente da versão moderna, com Mark Walbergh, Donald Suterland e Charlize Theron, a versão original já começa com um Lamborghini Miura acelerando pelas estradas das montanhas italianas antes de  exibir o belo Aston Martin DB4 conversível de Charlie Croker, o protagonista da trama.

Como se não bastasse a seleção de carros matadora, a trama do clássico também é diferente, mais cômica e mais automobilística. Um criminoso “high class” planeja roubar um carro-forte com US$ 4 milhões (estamos nos anos 1960, lembre-se) em barras de ouro enviados à Fiat pelo governo chinês. O problema é que a máfia italiana encontra o criminoso antes que ele pudesse colocar seu plano em prática.

É quando entra em cena o protagonista Charlie Crocker, que recebe a missão de colocar o plano em prática. Para isso, eles reprogramam o sistema controlador dos semáforos de Turim (sim, eles já tinham semáforos computadorizados em 1969) criando o caos na cidade. Para fugir em meio ao trânsito caótico, as barras de ouro serão colocadas em três Mini Cooper preparados para a missão. É claro que nem os Carabinieri, nem a máfia deixarão um bando de ingleses fugir com a grana da Itália.

“Um Golpe à Italiana” é um dos poucos filmes com carros escrito por quem realmente manja de carros.

 

Nascido Para Correr / Nascido Para Correr: Velocidade Máxima

“Nascido para Correr” conta a história de Danny Krueger, um jovem rachador que, depois de se envolver em um acidente, vai morar com seu pai, que o abandonara quando criança com sua mãe. Na nova escola ele é convidado para uma festa onde tenta se enturmar com os novos colegas. Lá ele acaba se desentendendo com Jake Kendall, e percebe que pode superar o rival se vencê-lo em uma corrida de carro.

Enquanto isso, a relação com o pai tem seus altos e baixos porque Danny não entende porque seu pai o deixou quando criança. Nas conversas existenciais com seu pai, ele descobre que ele fora um piloto da Nascar que pode ajudá-lo a derrotar Jake.

O Netflix também tem o segundo filme, “Nascido Para Correr: Velocidade Máxima”, que é uma continuação bizarra, pois os personagens são os mesmos, mas os atores não. Danny, agora um piloto em graduação, começa a competir contra os jovens pilotos mais talentosos do momento. Um incidente deixa Danny sem um parceiro de corrida e, para continuar o curso ele precisa se unir com Jake para conquistar um lugar no automobilismo profissional.

 

Hitting the Apex – A Curva Perfeita

Este documentário do mesmo diretor de Fastest conta os duelos entre Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Marco Simoncelli e Marc Marquez. Narrado por Brad Pitt, o documentário equilibra cenas de ação e disputa nas pistas com momentos da vida pessoal dos maiores nomes do motociclismo desde as categorias de base até os títulos mundiais.

 

A Faster Horse

Se os dois primeiros filmes da lista acertam de raspão nos fãs de carros, esse é um tiro certeiro nos entusiastas. “A Faster Horse” é um documentário sobre a criação da atual geração do Mustang, contando brevemente a concepção do primeiro modelo de 1964, e a evolução do pony car ao longo das décadas, até chegar ao momento em que a equipe da Ford precisava evoluir o carro.

A expressão “A Faster Horse” (um cavalo mais rápido) vem de uma citação de Henry Ford que remete à popularização do Ford T. Ao falar sobre seu modelo mais popular e pesquisas de mercado, o sr. Ford disse: “Se eu fosse perguntar às pessoas o que elas queriam, elas teriam dito ‘um cavalo mais rápido'”. E é no trocadilho que está a grande sacada: o documentário mostra como os engenheiros criaram, de fato, um cavalo mais rápido — uma vez que símbolo do Mustang é o cavalo — através de entrevistas com todos os envolvidos com o desenvolvimento do carro, incluindo o designer do Mustang original, Gale Halderman. Obrigatório para fãs do Mustang, de muscle cars, de design industrial e engenharia automotiva.

 

Carros

Quem é pai/mãe sabe que certos brinquedos são mais para os pais que para os filhos. “Carros” e sua sequência “Carros 2” são como esses brinquedos. As crianças adoram e a história do carro de corrida arrogante que ganha uma lição de vida sobre humildade e amizade verdadeira é realmente edificante para elas. Mas só os marmanjos vão perceber as intermináveis referências ao universo automotivo espalhadas pelo filme — do V8 Café.

 

Journey to Le Mans

Entre os filmes desta lista, “Journey to Le Mans” é, sem dúvida, o mais gearhead de todos. O documentário conta os desafios de uma equipe para participar das 24 Horas de Le Mans. Mas não é uma equipe gigante e multimilionária e favorita à vitória, e sim uma equipe particular, cujo dono também é um dos pilotos e irá disputar a LMP2, mais precisamente Simon Dolan e sua Jota Motorsport.

Essa ausência do glamour das super equipes é que torna o filme tão atraente: ele mostra o automobilismo de verdade, o esporte como ele é para a maioria dos engenheiros, mecânicos, pilotos e projetistas. Uma equipe modesta que precisa lidar com uma relativa limitação de orçamento e contar com os melhores pilotos que puder encontrar (e pagar) e os típicos desafios de toda equipe — do desenvolvimento do carro ao planejamento da temporada, da busca pelas vitórias à conquista da vaga para Le Mans e, claro, os preparativos para “o mais longo dos dias”.

 

Need for Speed

Inspirado na franquia de games, Need For Speed conta a história de Tobey Marshall, um ex-piloto de corridas que agora trabalha em uma oficina de preparação em Nova York. Traído por um ex-parceiro de corrida e preso por um assassinato que não cometeu, Tobey passa dois anos na cadeia pensando em se vingar de seu desafeto.

Ao sair da cadeia ele compra de volta o carro mais rápido de sua oficina e entra em uma corrida cross-country chamada The DeLeon com o objetivo de dar a volta por cima e, ao mesmo tempo, vingar a morte de seu amigo e o tempo que passou na prisão.

 

Senna

O documentário mostra a carreira de Senna na Fórmula 1, de sua estreia no GP do Brasil de 1984 ao fatídico GP de San Marino de 1994, com ênfase na rivalidade entre o brasileiro e Alain Prost. Em vez de uma narração com entrevistas e depoimentos, o documentário usa uma sequência editada de clipes do acervo familiar, cenas das corridas e gravações de bastidores.

 

Fúria em duas rodas

Cary Ford é um motociclista que tem recebido constantes ameaças de um velho rival que acredita que ele é o responsável pelo assassinato de um integrante de outro grupo de motociclistas. Temendo ser assassinado pelo irmão do motoqueiro morto, Cary decide limpar seu nome enquanto a gangue rival parte em uma caçada para matá-lo.

 

Amazon Prime

The Grand Tour

A essa altura de 2017 você já deve saber que “The Grand Tour” é o novo “Top Gear”: Jeremy Clarkson, James May e Richard Hammond se reuniram após a demissão de Jeremy da BBC e fecharam um belo contrato com a Amazon, que está bancando todas as loucuras do trio como se não houvesse amanhã. O formato é o mesmo, o entrosamento do trio é o mesmo, o envolvimento com os carros é o mesmo, então você já conhece o programa mesmo tem tê-lo visto.

Tudo o que você sempre gostou de Top Gear está lá e, felizmente, eles encontraram uma solução para o tedioso quadro dos famosos em um carro de corridas. O programa estreou em novembro passado e chegou ao Brasil oficialmente em dezembro. A primeira temporada teve 13 episódios e foi encerrada no início de fevereiro. O contrato do trio prevê outras duas temporadas e mais 24 episódios. A segunda temporada estreia nesta sexta-feira, 8 de dezembro.

 

The 24 Hour War

Um dos melhores documentários já feitos sobre o tema, “The 24 Hour War” conta a história da rivalidade entre o sr. Ford e o sr. Ferrari, que culminou no desenvolvimento do Ford GT40 e nas vitórias de Le Mans de 1966, 1967 e 1968.

Usando como ponto de partida o momento em que a Ford percebeu que precisava de um rival para o Corvette e tentou comprar a Ferrari, “The 24 Hour War” refaz o caminho de Henry Ford II e seus parceiros Carroll Shelby e Pete Brock a caminho do triunfo na Europa. O documentário relembra a força americana nas pistas e derruba qualquer impressão de que americanos só conseguem ser bem sucedidos em suas próprias categorias e em seu próprio país. Um épico moderno movido a gasolina de corrida.

 

American Graffiti / Loucuras de Verão

American Graffiti não é um filme sobre carros, e sim sobre um grupo de jovens ao longo de uma noite de verão em 1962. E justamente por ser ambientado nesta época o filme retrata a cultura jovem americana da época, embalada por hot rods, motores V8, drive-ins e música.

A noite em questão é a última das férias de verão daquele ano, e por isso cada um dos personagens está diante de um dilema pessoal: sair da casa dos pais para estudar em uma universidade, assumir um compromisso mais sério com aquela garota, qual carreira seguir. O filme se passa um pouco mais rápido que o tempo real, mostrando as aventuras deste grupo de amigos ao longo da noite e da madrugada em encontros no drive-in, passeando de carro pelas avenidas, correndo entre semáforos e todos aqueles símbolos da geração dos anos 1950 e 1960.

 

Este post foi publicado originalmente em 16 de janeiro de 2017 e foi atualizado pela última vez em 5 de dezembro 2017.