A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
FlatOut Top

Os melhores posts do FlatOut no ano de 2015 – parte 1

O ano ainda não acabou mas, com quase 2.000 posts escritos nos últimos doze meses — e exatamente dois anos de existência completados hoje — achamos que cairia bem perguntar: qual foi o seu post favorito de 2015?

Ficamos até sem jeito ao ler tantos comentários que “se recusavam” a escolher um único post entre tanto conteúdo bacana, de verdade. Alguns de vocês até se deram a liberdade de postar logo dez ou quinze links, sem cerimônia — é muito bom saber que a qualidade do nosso conteúdo continua alta em seu conceito. E é o que nos motiva a continuar melhorando, dia após dia.

Foi árduo selecionar apenas parte das sugestões, mas vamos logo ao que interessa!

 

Pilotos de teclado: como estes seres azedam o meio dos entusiastas

melhores-posts-1 (2)

Sendo um site sobre carros, bem, dá para dizer que o FlatOut e sua equipe têm certa experiência em lidar com os pilotos de teclado — aqueles tipos virtuais que adoram dar palpites nos carros dos outros mas raramente pegam no volante e só dão valor àquilo que agrada a seus gostos pessoais. Ou simplesmente recusam-se a admitir que estão errados, mesmo quando corrigidos por quem realmente domina o assunto em debate.

Quem são os pilotos de teclado? Como eles agem? Como lidar com eles? E, mais importante, como não se tornar um deles? Tudo isto você vai encontrar neste post — olha só:

Não somos obrigados a gostar de tudo e temos o direito a dar nossa opinião, seja positiva ou negativa, e a fazer brincadeiras sim – mas vá num espírito bem leve com quem você não conhece. Você não pensa com os dedos, portanto, não precisa teclar tudo o que pensa no Facebook, em fóruns e em caixas de comentários – até porque quem fala tudo o que pensa são crianças, não adultos. Eu sinto que a maior parte dos pilotos de teclado não são maus sujeitos, mas ao mesmo tempo, dão chutes na canela mal-intencionados e não fazem a menor ideia de que estão se tornando pessoas indesejadas e impopulares ao tentarem conquistar moral julgando os outros com todo o seu conhecimento, seja ele factível ou de Wikipedia.

Para o bem de um meio que só tende a encolher a cada nova geração (carro? que coisa antiquada!), tente não ser um babaca. Tanto ao falar do carro de R$ 300 mil investidos quanto no de R$ 20 mil – porque é o mesmo combustível que move a paixão, independentemente das limitações de grana de cada um. Pensando antes de escrever, quando você se der conta, já virou outro cara, muito mais bacana, atrás do teclado. E sua presença no mundo real vai ficar muito mais azeitada.

 

Aircooled Week: a semana em que troquei meu carro moderno por um Fusca Itamar

melhores-posts-1 (3)

O Fusca pode ser um excelente primeiro carro antigo. Considerando o preço pelo qual (ainda) pode ser importado, a variedade gigantesca de peças para restauração e modificação e, novamente, o preço, o bom e velho besouro quase sempre é uma bela introdução ao antigomobilismo. Acontece que, bem, não existe almoço grátis — ou, no caso de um carro antigo, não existe almoço barato demais… a convivência com um Fusca não é exatamente a mesma que você teria com qualquer carro mais novo, e fica ainda mais estranha se você realmente se acostumou com as amenidades dos automóveis modernos.

Este relato do Leo Contesini, que trocou seu moderno hatchback alemão por um Fusca Itamar 1995. Mesmo sendo um dos últimos modelos, o Volks ainda foi capaz de proporcionar algumas boas histórias para contar…

 

Dicionário Muscle Car

melhores-posts-1 (4)

 

O mundo dos muscle cars, os esportivos americanos clássicos dos anos 1960 e 1970, é bastante rico e cheio de detalhes. Com isto, se você só está começando a se aprofundar nele agora, temos algo que pode te ajudar bastante: o dicionário muscle car, que explica a origem e o significado de quase setenta termos relacionados à cultura do american muscle.

A parte 1 vai do “4-4-2” ao “Hurst-Equipped”; enquanto a parte 2 segue do “Iroc-Z” até o “Z/28” (reparou que são dois Camaro?). E você não pode deixar de ver (ou rever) nenhuma das duas — especialmente se for do tipo que curte aumentar o repertório da mesa do bar.

Brasil Game Show 2015: Need For Speed, Project Cars a 12K e… um estranho no ninho

melhores-posts-1 (6)

Fomos conhecer nada menos que a maior feira de games e entretenimento eletrônico da América Latina, o Brasil Game Show. Lá, pudemos ver que o público gamer é bem diferente do público entusiasta — o que é até curioso, visto o tanto que a gente gosta de games e o tanto de coisas relacionadas com carros que estavam lá: cabines de simuladores, equipamentos, games de corrida (como o excelente Horizon Chase, que logo chega aos consoles) e até miniaturas.

Também aproveitamos para libertar o lado geek e tirar algumas fotos de action figures e outros itens de coleção — mesmo os que não tinham a ver com carros. Você não se importou, não é?

 

FlatOut no Idlers Games: veja como foi a última etapa neste vídeo exclusivo

melhores-posts-1 (7)

Uma das coisas mais bacanas de ter uma comunidade como a do FlatOut é como os leitores acabam contribuindo, também. O Thiago Zaiden, por exemplo, morou no Japão por um tempo e usou toda a sua lábia brasileira para conseguir bater um papinho com ninguém menos que Akira Nakai, o enigmático criador da Rauh-Welt Begriff, uma das mais famosas customizadoras de Porsche da atualidade.

O cara é tão gente-fina que convidou nosso “correspondente” para participar com ele do Idlers Games, uma das categorias de automobilismo amador mais conhecidas no Japão — e uma das mais obscuras para o resto do mundo. Com direito a vídeo e tudo!

 

Dieta na faca: como aliviar o peso do seu carro

melhores-posts-1 (5)

Uma das séries de posts favoritas dos nossos leitores em 2015 foi a “Papo de Garagem”, na qual nós mesmos e alguns ilustres convidados falaram sobre diversos assuntos técnicos para quem quer começar a fuçar no próprio carro ou simplesmente aprender um pouco de mecânica. E um dos posts mais bem recebidos trata da redução de peso de forma prática — para seu carro de rua ou projeto de pista. Em ambos os casos, trata-se de algo bem mais complexo do que sair arrancando peças a torto e a direito. Vale a releitura!

 

3a Subida da Montanha de Campo Largo 2015: quebra de recordes e chuva marcam a prova!

melhores-posts-1 (8)

Uma das coisas mais bacanas desta retrospectiva é que os leitores não votaram apenas em posts um pouco antigos — muita coisa recente também, feita nas últimas semanas, também entrou na dança. Como a cobertura da Subida de Montanha de Campo largo, que teve até Ford Focus com pintura Martini Racing/FlatOut — o Project Car #43, vulgo “MothaFocus”.

Claro, o motor explodiu, mas tudo foi esclarecido e tanto o carro quanto o piloto passam bem.

 

Coisas que os games e simuladores de corrida nos ensinaram errado

melhores-posts-1 (9)

Falando em games, a gente também tem nossos momentos de piloto virtual. E outro dos posts lembrados pelos leitores trata justamente disto: em duas partes, fizemos uma lista das coisas que você aprende em um simulador mas podem acabar se tornando vícios nocivos em uma pista de verdade. É o tipo de coisa que você só vê por aqui — parte 1 e parte 2!

 

Aceleramos o Renault Sandero RS no Velo Città: muito mais que um swap de motor 2.0

Um dos lançamentos mais aguardados do ano foi o Renault Sandero RS, hot hatch brasileiro equipado com um motor 2.0 de 150 cv. Depois dos flagras e do post de lançamento, fizemos a tão esperada avaliação. Além de acelerar o Sandero RS no Velo Città, fizemos um esforço extra para mergulhar em detalhes técnicos e mostrar porque ele é muito mais que um carro barato com swap de motor 2.0.

 

As promessas da Fórmula 1 que morreram cedo demais

melhores-posts-1 (11)

Ao mesmo tempo em que os nostálgicos e saudosistas reclamam da falta que fazem as regras mais frouxas e os pilotos mais raçudos das décadas de ouro do automobilismo, há certos nomes que acabaram nem tento tempo de se tornarem lendas, mas tinham tudo para isto. É um assunto que mexe com muita gente, especialmente quando lidamos com nomes como Ayrton Senna e José Carlos Pace, e por isto achamos mais do que justa a inclusão deste post na restrospectiva.

 

Lembrando que as escolhas são de vocês. E, por isso, se o seu post favorito não está nesta lista, pode ter certeza de que há uma parte 2 a caminho. Não desista!

Matérias relacionadas

Art-cars: as mais incríveis obras de arte feitas com carros – ou pedaços de carros

Dalmo Hernandes

Light Weight Specials: as versões de baixo peso mais legais de todos os tempos – Parte 1

Gustavo Henrique Ruffo

Aceleramos em Interlagos no Speed Experience: 192 Sandero RS! E bate papo com pilotos de teste do RS200

Juliano Barata