A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Os novos Mercedes-AMG GLC 63 de 510 cv, Hennessey lança Camaro de 1.000 cv para “exorcizar” o Dodge Demon, Toyota faz recall de 538 mil carros no Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Estes são os novos Mercedes-AMG GLC 63 e GLC 63 Coupé

MB-AMG-GLC-63-49

É possível que você tenha ficado meio confuso depois da mudança de nomes dos SUVs da Mercedes, por isso este lançamento poderá soar como um déjà-vu, mas não se engane: a Mercedes-AMG ainda não tinha colocado um V8 nos irmãos GLC e GLC Coupé. Ela só fez isso agora, depois de quase dois anos do lançamento do novo modelo — antes conhecido como GLK. E, se você curte Super-SUVs, a espera valeu a pena.

MB-AMG-GLC-63-13

Como praticamente todos os AMG do momento, o GLC será oferecido em duas variações — a versão base e a mais potente S. O motor V8 biturbo de quatro litros é exatamente o mesmo do C63, com 476 cv e 66,1 mkgf na versão mais simples e 510 cv e 71,2 mkgf na versão S. Ambos são equipados com o câmbio AMG Speedshift de nove marchas, que é basicamente o cÂmbio 9G-Tronic do GLC43, porém com um par de embreagens úmidas no lugar do conversor de torque. Dele a força é enviada ao diferencial do sistema AMG 4Matic+, que controla a distribuição de torque entre os dois eixos.

MB-AMG-GLC-63-17

 

Segundo a Mercedes, com esses atributos o GLC63 vai de zero a 100 km/h em 3,9 segundos, enquanto sua versão Coupé precisa de um décimo de segundo a mais. O GLC 63 S baixa o tempo para 3,7 segundos, e sua versão cupê para 3,8 segundos. A velocidade máxima é limitada eletronicamente a 250 km/h nos quatro modelos.

MB-AMG-GLC-63-25

Obviamente um motor sozinho não faz um esportivo. A AMG instalou no GLC seu sistema Dynamic Select, com os modos Comfort, Sport, Sport+ e Individual. No GLC 63 Coupé o sistema ainda inclui o modo Race — caso alguém decida colocar seu SUV em um trackday. A suspensão também foi recalibrada pela divisão esportiva, com molas pneumáticas de câmaras múltiplas e amortecedores adaptativos de três estágios (Comfort, Sport e Sport+), além de uma caixa de direção com dois modos de assistência.

MB-AMG-GLC-63-26

O visual foi igualmente bem cuidado pela AMG, com para-choques, spoiler e escape exclusivos do modelo. A grade Panamericana, que estreou no AMG GT R também foi adotada na dupla de SUVs. As rodas também são exclusivas, diferentes do GLC 43. No GLC 63 básico elas medem 19 polegadas e calçam pneus 235/55 na dianteira e 255/50 na traseira. Nos modelos S, as rodas são de 20 polegadas e os pneus são 265/45 na dianteira e 295/40 na traseira.

MB-AMG-GLC-63-21

Por dentro, claro, o tratamento inclui bancos esportivos, quadro de instrumentos específico da versão e acabamento de MB-Tex (o couro sintético da Mercedes) com microfibra. O revestimento de couro natural é um opcional. Talvez inspirada pela Brabus (visando capturar de volta os clientes da preparadora), a Mercedes decidiu oferecer também rodas forjadas com pneus ainda maiores, pacote externo de fibra de carbono e sistema de escape com válvula de bypass para modificar o ronco do motor.

O modelo será apresentado publicamente na próxima semana durante o Salão de Nova York, mas suas vendas iniciam somente no começo de 2018.

 

Toyota anuncia recall de 538 mil veículos para substituição de airbags

Novo-Corolla-2015-Altis-620x386

Depois da Honda é a vez da Toyota anunciar o recall de seus modelos para substituição dos “airbags mortais” da Takata. No total são mais de 538.000 unidades da marca que precisarão do reparo.

O motivo, como já explicamos neste post, é um defeito no filtro metálico do deflagrador do airbag, que pode se romper e lançar fragmentos de metal contra o rosto dos ocupantes dos carros. O recall envolve 138.346 Etios, 223.518 Corolla e 176.866 Hilux picape e SW4. Em todos eles será necessário trocar o deflagrador dos airbags.

A picape e o SUV já terão seus dispositivos substituídos a partir de hoje, mas Corolla e Etios só poderão substituí-los a partir de junho. Por esse motivo, os proprietários terão que levar o carro às concessionárias para que os airbags sejam desativados até que a substituição seja realizada.

Além da Toyota os airbags defeituosos da Takata foram instalados em modelos Nissan, Honda, Mitsubishi, Subaru, Fiat, Jeep, Chrysler, Volkswagen, Audi e BMW comercializados no Brasil.

 

Hennessey irá oferecer Camaro ZL de 1.000 cv para “exorcizar” o Dodge Demon

the-exorcist-hennessey_19

Enquanto a Dodge mantém o suspense sobre o novo Challenger Demon, a Hennessey apresenta seu rival com um pé na porta. Batizado com o sugestivo nome de “The Exorcist”, trata-se de um Chevrolet Camaro ZL1 com potência elevada para nada menos que 1.000 cv. São 450 cv a mais que a configuração original de fábrica — que é rápida em linha reta e também em curvas.

the-exorcist-hennessey_14

A receita da Hennessey, como sempre, é aumentar tudo. Nesse caso, o ZL1 recebeu um compressor com maior volume e um intercooler mais eficiente. Além disso, a preparadora texana trocou os comandos de válvula do Camaro, instalou novos coletores de escape de aço inoxidável, desenvolveu um novo sistema de admissão e, claro, reprogramou a ECU do motor para controlar as mudanças. O resultado são 1.000 cv de potência e 133,3 mkgf a 4.400 rpm.

the-exorcist-hennessey_7

O câmbio pode ser manual de seis marchas ou o automático de 10 marchas, produzido em parceria com a Ford. Com essa configuração e com pneus de arrancada de 315 mm na traseira, o Exorcist vai de zero a 100 km/h em menos de 3 segundos e completa o quarto-de-milha em menos de 10 segundos.

the-exorcist-hennessey_9

Os pneus de arrancada são parte de um pacote de US$ 8.995 (9.000 Trumps, no jargão popular), que inclui um cardã reforçado, um macaco hidráulico e uma caixa de ferramentas. Onde foi que vimos isso mesmo?

the-exorcist-hennessey_8

Para transformar seu Camaro ZL1 em um Exorcist, você precisa pagar a John Hennessey US$ 55.000 — o que, somado aos 61.000 do ZL1 manual, totalizam US$ 116.000. Se o Camaro for automático, o texano cobra outros US$ 9.950 para reforçar a transmissão. Por outros US$ 7.000 a Hennessey também inclui um pacote de rua, composto por um jogo de pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 e rodas de 20 polegadas da própria Hennessey.

the-exorcist-hennessey_7

E antes que você diga que o Exorcist não compete com o Demon o Dodge sai pronto da concessionária, a Hennessey fechou uma parceria para que o Exorcist possa ser encomendado em qualquer concessionária Chevrolet com garantia de dois anos ou 24.000 milhas (38.600 km).

 

Citroën anuncia “novos” C4 Picasso e C4 Gran Picasso no Brasil

2016-citroen-c4-picasso-facelift-2

Quem não muda de canal na hora da propaganda deve ter visto que a Citroën iniciou a campanha de lançamento da linha 2018 do C4 Picasso e C4 Gran Picasso no Brasil. Talvez você não lembre, mas a nova geração do modelo já está entre nós desde o final de 2015, mas nunca emplacou como as antecessoras — em parte porque sua importação foi temporariamente interrompida. Mas agora a fabricante decidiu fazer uma reestilização muito, muito sutil em sua minivan, um pacote de equipamentos mais generoso e uma campanha mais abrangente para tentar emplacar (nos dois sentidos) o modelo.

2016-citroen-c4-picasso-facelift

As mudanças se concentram na dianteira, que agora tem o nicho da placa separado da tomada de ar inferior do para-choques e novos farois de neblina. Na traseira só as lanternas mudaram, com um novo arranjo dos LEDs que formam um efeito tridimensional. Por último, as rodas de 17 polegadas foram redesenhadas e só.

2016-citroen-c4-picasso-facelift-1

No pacote de equipamentos, a versão de entrada, Seduction, ganhou uma nova central multimídia com touchscreen de 7 polegadas, conectividade com Mirror Link ou Apple CarPlay e navegador GPS. A versão intermediária Intensive passou a ser equipada com faróis de xenônio direcionais, e agora há duas novas versões de topo, chamadas Pack Comfort e Pack Luxe. O primeiro inclui bancos com revestimento parcial de couro e massageador, câmera de 360 graus, sensor de ponto cego e leitor de sinalização de trânsito. O segundo traz bancos com revestimento total de couro, auxílio de permanência na faixa de rolagem e assistente autônomo de estacionamento.

2016-citroen-c4-picasso-facelift-3

Os preços? R$ 121.400 para o C4 Picasso Seduction, R$ 125.000 na versão Intense, R$ 141.900 na versão Pack Comfort e 152.000 na versão Pack Luxe. O Grand Picasso, de sete lugares, parte de R$ 131.400 na Seduction, R$ 142.000 na versão Intensive, R$ 152.500 na versão Pack Comfort e R$ 167.400 na versão Pack Deluxe. Todas as versões são equipadas com o motor 1.6 THP de 165 cv.

Matérias relacionadas

Prefeitura de SP lança edital de concessão de Interlagos, o fim do Alfa Romeo 4C, GT Sport com circuitos clássicos e mais!

Chevaux fiscaux: por que o Citroën 2CV não tinha mesmo 2 cv?

Dalmo Hernandes

Novo Honda S2000 com motor turbo de 320 cv, 4 em cada 10 carros novos têm câmbio automático no Brasil, VW irá matar o Fox e mais

Leonardo Contesini