A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Os preços e versões do novo Toyota Corolla, Porsche Taycan quebra recorde em Nürburgring, Corvete Z06 poderá ter 800 cv e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Preços e versões do novo Toyota Corolla são divulgados antes do lançamento

Com o lançamento da nova geração do Toyota se aproximando as primeiras informações sobre o modelo já começam a circular entre os grupos das redes sociais. Depois de um flagra do interior que não era realmente um flagra do interior, agora é a lista de preços e versões da nova geração que foi divulgada pelo site Car.Blog.br.

A lista apresenta os dados de consumo, preços, versões e lista de itens de série do modelo. Segundo as informações, o Corolla será equipado com o motor 2.0 flex de 160 cv ou o conjunto híbrido composto pelo motor 1.8 flex de 101 cv e um motor elétrico de 72 cv.

Usando etanol o modelo 2.0 poderá rodar 8 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada, enquanto o híbrido chega aos 10,9 km/l na cidade e 9,9 km/l na estrada. Com gasolina, o 2.0 chega aos 11,6 km/l em percurso urbano e 13,9 km/l em trajeto rodoviário, enquanto o híbrido chega aos 16,3 km/l em percurso urbano e 14,5 km/l na estrada.

Serão oferecidas cinco versões, três com o motor 2.0 flex e duas híbridas. As versões 2.0 continuam com a mesma nomenclatura da atual geração: GLi para a versão de entrada, XEi para a versão intermediária e Altis Premium para a versão de topo. Todas elas são equipadas com o câmbio CVT que passará a ter simulação de 10 marchas. As versões híbridas serão a Hybrid e Hybrid Premium.

Ainda segundo a lista extra-oficial o modelo deverá partir dos R$ 100.000 na versão GLi, que continua espartana: ar-condicionado é manual, o sistema multimídia é básico e o conjunto óptico é de LED. A XEi custará R$ 110.000 e terá o ar-condicionado digital e rodas de 17 polegadas. O Altis sairá por R$ 120.000 e terá teto solar e o pacote Toyota Safety Sense, com sistemas ativos de segurança como frenagem automática de emergência e alerta de mudança de faixa.

Os híbridos partem de R$ 130.000 (Hybrid), que terá um sistema multimídia mais avançado, com Android Auto e Apple CarPlay, além de conjunto óptico de LED e ar-condicionado de duas zonas, porém não será equipado com o Toyota Safety Sense. Este será oferecido apenas no Hybrid Premium, que também terá teto solar e custará R$ 140.000.

É importante reforçar que este não é um documento oficial da Toyota, mas uma lista obtida pelo site Car.Blog.br. Os detalhes oficiais sobre o Corolla serão revelados somente no início de setembro, quando o carro for lançado. (LC)

 

Preço do etanol segue em alta, gasolina deve cair

Depois de subir na semana anterior, o preço da gasolina diminuiu sensivelmente nesta última semana. Segundo o painel de preços da Agência Nacional do Petróleo, o valor médio da gasolina nas bombas caiu 0,14%, passando de R$ 4,326 para R$ 4,320. O recuo se deveu à redução do preço da gasolina em 6% em suas refinarias e deve resultar em outra queda nesta semana.

Já o etanol teve um aumento significativo de 1,14%, passando de R$ 2,818 para R$ 2,850. Esta é a quarta semana de alta do preço médio do etanol, que custava R$ 2,758 no final de julho. Quanto ao diesel, o combustível permaneceu estável nesta última semana, com uma variação de 0,09%, passando de R$ 3,525 para R$ 3,528. (LC)

 

Porsche Taycan é o novo carro elétrico mais rápido em Nürburgring

O lendário circuito de Nürburgring Nordschleife, com seus mais de 20 km e 73 curvas, é um dos mais desafiadores que existem. Cruzá-lo no menor tempo possível é um ato encarado como confirmação da excelência de qualquer automóvel e, por isso, não surpreende que as fabricantes se proponham a quebrar recordes altamente específicos no Inferno Verde.

O exemplo mais recente é o futuro Porsche Taycan. O sedã esportivo elétrico, que será revelado no próximo dia 4 de setembro e fará sua estreia em público durante o Salão de Frankfurt, acaba de ser declarado o novo recordista de Nürburgring entre os carros elétricos de quatro portas – um recorde que, bem, não existia. Seu tempo foi de 7min42s – a Porsche não deu os décimos. O piloto foi Lars Kern, o mesmo que virou 6min47s25 com o Porsche 911 GT2 RS em 2017.

Para colocar em perspectiva, em 2016 a própria Porsche levou o PanameraTurbo para Nürburgring, e o sedã com motor V8 biturbo de quatro litros e 550 cv percorreu o Nürburgring em 7min38s. Com dois motores elétricos, um para cada eixo, e potência “superior a 600 cv” (a Porsche ainda não divulgou os números do carro), o Taycan foi apenas quatro segundos mais lento. Considerando o peso extra das baterias, é uma marca respeitável.

Vale observar que o Taycan em questão tinha bancos do tipo concha e rollcage – que, em tese, são considerados modificações. (DH)

Chevrolet Corvette C8 Z06 pode chegar em 2021 com motor de 800 cv

Foto: Automobile Magazine

Muito tem se falado no novo Corvette Stingray C8 e seu excelente custo-benefício – afinal, um supercarro de motor central-traseiro e 500 cv por US$ 60.000 é mesmo algo bem atraente. Mas não podemos esquecer que o Stingray é apenas o primeiro e mais básico da família. Com o tempo, versões mais potentes (e caras) serão apresentadas.

A primeira delas, de acordo com informações do site Automobile, será o novo Corvette Z06, cujo lançamento está previsto para o fim de 2021. O carro deverá trazer um motor V8 biturbo baseado no recém-revelado Cadillac Blackwing, com 4,2 litros e pelo menos 800 cv, acompanhados de no mínimo 96 kgfmde torque. Para se ter ideia, o atual Z06 tem 658 cv e 89,8 kgfm de torque.

A publicação diz que as informações a respeito do câmbio são mais nebulosas – fontes ligadas à marca dizem que a maior probabilidade está com a caixa de dupla embreagem e sete marchas já usada pelo C8 Stingray, mas uma transmissão de dupla embreagem e dez marchas ou mesmo um câmbio manual como opcional não estão descartados.

Outros prováveis diferenciais do novo Corvette Z06 serão componntes de fibra de carbono na carroceria; um novo kit aerodinâmico com asa traseira fixa e novos para-choques; para-lamas alargados e emblemas específicos da versão. (DH)

 

Toyota prepara Hilux GR com motor V6 para mercado argentino e pode trazê-la para o Brasil

A Toyota está preparando uma versão especial da Hilux GR para a Argentina, equipada com motor V6 4.0 a gasolina. Esse motor já foi oferecido no Brasil na SW4 até o modelo 2017 e produz 275 cv e 38,85 kgfm. Tem a possibilidade dessa versão vir para o Brasil para competir com a Amarok V6 TDI. Lembrando que a última picape a ser vendida no Brasil com motor V6 foi a L200 Triton 2017.

Atualmente a Hilux é vendida com esse motor na África do Sul, mas com potência mais baixa: 238 cv. Esse modelo sul-africano faz de zero a 100 km/h em 9,4 segundos de acordo com o fabricante, número inferior aos oito segundos que a VW divulga para a Amarok V6, talvez com os 275 cv a Hilux melhore isso.

O estilo da Hilux GR V6 deve seguir o atual, com grafismos da divisão esportiva da Toyota e acessórios de estilo off-road. A Hilux GR atual com motor diesel sai pelo preço de R$ 214.690, se a versão V6 à gasolina vir com o mesmo nível de equipamentos pode sair mais barata e oferecer melhor relação custo/potência que a Amarok. (ER)

 

Ford Fusion passa por recall no pré-tensionador dos cintos de segurança

A Ford está convocando 3.604 unidades do Fusion modelo 2015 fabricados em 2014 por problemas no mecanismo de pré-tensionamento dos cintos de segurança dianteiros. Os carros convocados tem numeração de chassi FR100443 até FR199580. O cabo de fixação do sistema fica exposto a altas temperaturas e em caso de acidente o pré-tensionador pode não funcionar corretamente.

O reparo consista na instalação de revestimento isolante no cabo para proteger do calor e garantir seu funcionamento. O serviço leva por volta de 40 minutos. Os proprietários podem agendar a inspeção e o reparo nas concessionárias da Ford. (ER)

Matérias relacionadas

Este Ford Mustang 1965 tem tração integral original de fábrica

Dalmo Hernandes

Você moraria em uma garagem de luxo com espaço para 25 carros? Por R$ 33 milhões você pode!

Dalmo Hernandes

Como anda a briga dos hot hatches de tração dianteira pelo topo do mundo?

Dalmo Hernandes